O ‘surpreendente’ Luverdense vence o Corinthians na Copa do Brasil; relembre algumas ‘zebras’ históricas da competição

22 08 2013

Entre tantas surpresas estão o Palmeiras eliminado pelo ASA, Santo André e Paulista campeões contra Flamengo e Fluminense, respectivamente

Por Diogo Arraes

Na noite desta quarta-feira (21) muitos torcedores corintianos pareceram não acreditar no que viram. O campeão mundial, da Libertadores e um dos candidatos ao título do Campeonato Brasileiro deste ano, perdeu para o Luverdense/MT, time da terceira divisão do brasileirão, por 1 a 0, em partida válida pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil. Além disso, Romarinho e Émerson Sheik foram expulsos e desfalcam a equipe para o jogo de volta, que acontecerá na próxima quarta-feira (28), no Pacaembu.

Parece mesmo que o abismo financeiro e estrutural entre as equipes muitas vezes desaparece quando um time ‘menor’ enfrenta uma equipe de maior expressão, na Copa do Brasil. O torneio começou em 1989 e, por diversas vezes, clubes considerados pequenos aprontaram contra os gigantes do futebol nacional.

Retrospectiva das surpresas na Copa do Brasil

Vasco x CSA

Em 1992 o Vasco tinha um bom time com Valdir, Edmundo e Roberto Dinamite. Enfrentou o CSA nas oitavas-de-final, no primeiro jogo em Alagoas houve empate por 3 a 3. Na partida de volta em São Januário o time carioca pressionou, mas acabou levando a pior com um gol do time alagoano. A partida terminou 1 a 0 e a Copa do Brasil acabou para o time cruzmaltino.

Vasco tinha um bom time, mas foi surpreendido pelo CSA. ( Foto: supervasco.com)

Vasco tinha um bom time, mas foi surpreendido pelo CSA. ( Foto: supervasco.com)

Palmeiras x ASA

No início de 2002, o Palmeiras nem imaginava que chegaria a ser rebaixado para a segunda divisão do brasileirão daquele ano. Estava na primeira fase da Copa do Brasil e se deparou com um time pouco conhecido de Alagoas, o ASA. No primeiro jogo em Arapiraca o time da casa ganhou por 1 a 0.

A partida de volta foi no estádio Palestra Itália e o Palmeiras tinha um bom time com Marcos, Arce, Alex e outros mais. O Verdão começou pressionando, fez 1 a 0, mas o ASA empatou. Com esse gol, os paulistas teriam que fazer 3 a 1 para se classificar para a segunda fase. Fizeram só 2 a 1 e o Palmeiras foi eliminado da competição. Uma das maiores zebras até hoje.

Verdão tropeçou no ASA em 2002 (Foto: jovempan.com.br)

Verdão tropeçou no ASA em 2002 (Foto: jovempan.com.br)

Flamengo x Santo André

O confronto era entre o Flamengo, grande campeão nacional, da Libertadores e Mundial e o Santo André, time modesto do ABC paulista. Tinha tudo para ser uma ‘barbada’, apesar de o time de São Paulo já ter eliminado Palmeiras e Atlético/MG, durante aquela Copa do Brasil de 2004.

Os dois chegaram à final, o primeiro jogo em Santo André terminou empatado por 2 a 2. O Flamengo tinha o goleiro Júlio César, Róger, Athirson e o técnico Abel Braga; além de um Maracanã com mais de 70 mil pessoas. Mas o ‘ramalhão’, como é conhecido o Santo André, não se abateu e marcou 2 a 0. O ABC paulista tinha um campeão inédito.

Santo André calou mais de 70 mil flamenguistas em 2004 (Foto: estadao.com.br)

Santo André calou mais de 70 mil flamenguistas em 2004 (Foto: estadao.com.br)

Fluminense x Paulista

Uma equipe que elimina Internacional, Cruzeiro e Botafogo chega com credenciais muito boas para uma final. Essa era a campanha do Paulista, time do interior de São Paulo, precisamente Jundiaí. Do outro lado havia o Fluminense, time de grande expressão e salários muito maiores que o time paulista. Esse era o cenário para os confrontos decisivos da Copa do Brasil de 2005.

O que ocorreu com o Flamengo no ano anterior estava fresco na memória do tocedor tricolor carioca, mas nem o mais pessimista acreditaria em uma derrota do Flu. O primeiro jogo aconteceu em Jundiaí, com vitória por 2 a 0 para o Paulista. Na partida de volta, em São Januário, o Fluminense se lançou ao ataque, mas o técnico da equipe paulista, Vagner Mancini, armou um esquema bem fechadinho e o time de Jundiaí conquistou a taça pela primeira vez, com um empate em 0 a 0.

Jogadores do Paulista comemoram o feito inédito diante do Fluminense (Foto: Gazeta Press)

Jogadores do Paulista comemoram o feito inédito diante do Fluminense (Foto: Gazeta Press)

O que o torcedor corintiano se pergunta é: ”Será que vamos entrar para esse ‘seleto’ grupo?”. O tempo e a partida de volta contra o Luverdense vão dizer se o Corinthians vai se comportar como time grande que é e passar de fase. Ou se a fábula de Davi e Golias vai ser adaptada aos tempos modernos e o time do Mato Grosso será mais uma surpresa na história da Copa do Brasil.

 

Anúncios




Vasco fecha contrato com a Caixa

13 07 2013

Cruz-maltino receberá  R$ 20 milhões anuais da estatal

Por Artur Rebouças

Atualmente a camisa do Vasco está sem patrocínio.  (Foto:  Divulgação/ Pênalty/ VIPCOMM)

Camisa do Vasco estava sem patrocínio master. (Foto: Divulgação/ Pênalty/ VIPCOMM)

Às vésperas do clássico diante do Flamengo, o Vasco conseguiu neste sábado, uma importante vitória nos bastidores: o tão esperado acerto de patrocínio master com a Caixa Econômica Federal.

Para a formulação do contrato de patrocínio, o departamento jurídico do clube apresentou um documento com as garantias necessárias à estatal, que comprova a renegociação das dívidas com a Fazenda Nacional, restando apenas a publicação no Diário Oficial da União.

Com o acerto de patrocínio  com a Caixa no valor de R$ 20 milhões anuais, e com a liberação de novas receitas, o Vasco deverá colocar em dia os salários atrasados de jogadores e funcionários, já na próxima semana.

Agora o clube corre contra o tempo para estampar a publicidade no uniforme, já no clássico deste domingo, diante do Flamengo, que também é patrocinado pela estatal.

Além da Caixa, o Vasco também poderá anunciar nos próximos dias o acordo com a montadora Nissan, que acrescentará aos cofres do clube um patrocínio de R$ 8 milhões.





Dorival Junior é apresentado no Vasco

11 07 2013

Técnico chega ao clube da Colina e espera repetir o sucesso da primeira passagem em 2009


Por Matheus de Andrade

http://imguol.com/c/esporte/2013/07/11/dorival-junior-concede-entrevista-coletiva-em-sua-apresentacao-no-vasco-da-gama-11072013-1373570133380_615x300.jpg%20Marcelo%20Sadio/site%20oficial%20do%20Vasco

Dorival jr. apresentado e realça apoio da torcida (Foto: Marcelo Sadio/site oficial do Vasco)

Foi apresentado nesta terça-feira (11),  Dorival Junior como novo técnico do Vasco da Gama. Essa é a segunda vez que o treinador passa pelo clube cruzmaltino e terá  a missão de substituir Paulo Autuori, que assinou com o São Paulo.

Para auxiliar Dorival, o Vasco também acertou com outro velho conhecido, o meia Juninho Pernambucano, que volta ao clube depois de rápida passagem pelo futebol dos EUA, quando defendeu o Ney York Red Bull. Enquanto isso, Carlos Alberto, que foi comandando pelo técnico na conquista da Série B, vai abandonar o clube depois de passagem de quase quatro anos, defendendo a equipe. No entanto, o desligamento efetivo do meia só deve ocorrer no dia 2 de agosto, fim de seu vinculo.

Logo na apresentação, o técnico pregou o resgate do sentimento da torcida vascaína, já que os resultados ruins deixaram o torcedor preocupado, além dos problemas financeiros, que foram uma das maiores motivações para a saída de Autuori. Este deixou o clube na 14ª posição do Campeonato Brasileiro, tendo sofrido 13 gols em 6 jogos, pior marca dentre os 20 clubes.

As comparações com o momento do time na primeira passagem de Dorival também tiveram destaque na apresentação e ele fez questão de individualizar cada momento focando que é um reinicio de trabalho, após as boas passagens de Ricardo Gomes e Cristovão Borges que culminaram com um titulo da Copa do Brasil e um segundo lugar no Brasileirão de 2011.

O primeiro confronto do técnico na nova passagem já é contra o Flamengo neste final de semana, a partida ocorrerá no estádio Mané Garrincha em Brasília, no domingo, às 18:30.





Brasileirão: Vitória x Vasco, Goiás x Coritiba, Corinthians x Ponte Preta

2 06 2013

Vitória e Corinthians jogam em casa e vencem. O Goiás perdia, mas conseguiu o empate.

Por Camila Andrade

Mais três partidas foram realizadas, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, neste sábado (01/06). Duas às 18h30 e uma realizada na capital paulista, às 21h. O Jornalismo FC, trás o resumo de como foram os jogos.

Vitória 2 x 0 Vasco da Gama

Dinei comemora, Vitória x Vasco (Foto: Eduardo Martins/Futura Press)

Dinei marcou os dois gols da partida (Foto: Eduardo Martins/Futura Press)

Os dois gols de Dinei, um no primeiro tempo, outro no segundo, foram suficientes para que o Vitória vencesse o Vasco da Gama, no Barradão, em partida finalizada em 2 x 0.

Nos primeiros onze minutos de jogo, Dinei já havia marcado, mas seu gol foi anulado e seu primeiro triunfo foi anotado vinte minutos depois. Gabriel Paulista lançou para Escudero, que estava na esquerda e com a escorregada de Elsinho o meia foi livre para a área e só rolou para que seu companheiro marcar. Já no segundo tempo, mais um. O árbitro Heber Roberto Lopes marcou uma penalidade após um  puxão de Renato Silva em Victor Ramos. Dinei bateu e ampliou o placar.

O Vitória somou mais três pontos e fica com sete ao final da rodada e na próxima, vai a Arena do Grêmio enfrentar o Grêmio. Já a Ponte, com três, recebe o Atlético PR, no Moisés Lucarelli. As duas partidas serão na quarta-feira (05), às 21h.

 

Goiás 1 x 1 Coritiba

Hugo e Robinho, Goiás x Coritiba (Foto: Carlos Costa/Agência Estado)

Hugo, que marcou o seu, disputa com Robinho (Foto: Carlos Costa/Agência Estado)

Terminou empatada com o placar em 1 x 1, o duelo alviverde, no Serra Dourada, entre Goiás e Coritiba. Deivid saiu na frente com o Coxa, e Hugo igualou.

Quem levou a jogada para o Coxa abrir o placar foi o experiente Alex. A bola ainda passou por Victor Ferraz, Júnior Urso e Gil, que pela direita, tocou para Deivid completar a jogada e marcar. Mas no segundo tempo, o time da casa reagiu e após cobrança de escanteio, Neto Baiano desviou de cabeça, Hugo aproveitou e finalizou o placar do jogo em 1 x 1.

Ainda sem vencer na competição, somando apenas dois pontos, e enfrenta o São Paulo, no Morumbi, na próxima quarta-feira, às 19h30. E na única partida que será realizada na quinta-feira (06/06), às 22h, o Coritiba, que soma cinco pontos, recebe o Fluminense, no Couto Pereira.

Corinthians 1 x 0 Ponte Preta

Sheik entrou e marcou o gol do timão (Foto: Gazeta Esportiva.net)

A partida que encerrou o sábado de futebol, foi realizada no estádio do Pacaembu e o Corinthians venceu a Ponte Preta por 1 x 0, com gol de Emerson Sheik, anotando para o timão, a primeira vitória na competição.

O técnico Tite tentou promover um novo esquema tático para a equipe corintiana diante dos campinenses e deixou Sheik na reserva. Porém, foi ele quem entrou em campo para dar ao time o primeiro triunfo do alvinegro da capital, no Brasileirão. Já no segundo tempo e com dois minutos jogando, Emerson driblou Rodrigo Biro e com um chute cruzado, anotou o único gol da partida.

Agora com cinco pontos, o Corinthians enfrenta na quarta-feira (05), às 22h, o Cruzeiro, na Arena do Jacaré. A Ponte Preta, permanece com três, e no mesmo dia, volta a campo, às 21h, para receber o Atlético PR, no Moisés Lucarelli.

Confira todos os jogos da terceira rodada do Campeonato Brasileiro

Sábado (01/06)

Botafogo 2 x 1 Cruzeiro

Atlético PR 2 x 2 Flamengo

Santos 1 x 1 Grêmio

Vitória 2 x 0 Vasco da Gama

Goiás 1 x 1 Coritiba

Corinthians 1 x 0 Ponte Preta

Domingo (02/06)

Fluminense x Criciúma

Internacional x Bahia

Náutico x Portuguesa

Atlético MG x São Paulo

 





Philippe Coutinho deixa a Internazionale e acerta com o Liverpool

31 01 2013

“Reds” pagaram 13,7 milhões de euros (cerca R$ 36,8 milhões) para contar com o jogador de 20 anos

Por Renato Fugulin

Philippe Coutinho posa com a camisa do Liverpool. Foto: http://www.liverpoolfc.com

O Liverpool anunciou na tarde de ontem (30) a contratação de Philippe Coutinho. Os números da transferência não foram divulgados, mas especula-se que emblema da cidade dos Beatles tenha pago 13,7 milhões de euros (cerca R$ 36,8 milhões) à Internazionale para contar com os serviços do antigo jogador do Vasco da Gama.

“Me sinto muito feliz. É um passo muito importante na minha carreira e espero jogar bem para contribuir”, disse Coutinho ao site oficial do Liverpool.

O nome de Philippe Coutinho é ouvido há algum tempo, tanto no Brasil como na Europa. Ainda nas divisões de base do Vasco da Gama, o atleta chamou a atenção de grandes clubes europeus. Em 2008, a Internazionale contratou o jovem – na altura com 16 anos – pela quantia de 4,2 milhões de euros (aproximadamente R$ 11,3 milhões), mas emprestou-o ao Vasco até 2010, quando completou 18 anos.

Nesse ano, Coutinho juntou-se oficialmente ao elenco da Inter, mas não conseguiu firmar-se como titular desde que chegou a Milão. Na metade da temporada passada, o meia foi emprestado ao Espanyol. Disputou 16 partidas e ajudou o clube catalão a atingir o 14º lugar no Campeonato Espanhol.

Após retornar à Inter, Coutinho sofreu uma lesão que o impediu de participar em mais partidas pelos nerazzurri. Na atual temporada, participou em 19 encontros oficiais – 10 na Serie A e 9 na Liga Europa – e foi considerado transferível.

Philippe Coutinho vestirá a camisa 10 do Liverpool. Foto: http://www.liverpoolfc.com

O Liverpool mostrou interesse na contratação do meia atacante de 20 anos e teve uma proposta de 7,5 milhões de euros (cerca de R$ 20,1 milhões) rejeitada pela Inter. Precisando de um meia atacante, o time inglês subiu a parada e fechou o negócio na tarde de ontem.

No Liverpool, Philippe Coutinho irá jogar ao lado de Lucas Leiva. O novo reforço do time de Anfield confessou ter falado com o volante brasileiro antes de se transferir. “Tenho falado com ele há algum tempo e ele me falou bem do Liverpool. Ele acredita que este é um bom clube para mim e agora é uma realidade”, afirmou.

Philippe Coutinho é o segundo jogador a chegar a Anfield nesta janela de transferências. Antes dele, o atacante Daniel Sturridge foi contratado ao Chelsea.





Técnico do Vasco é o mais bem ranqueado na era dos pontos corridos, aponta levantamento

6 07 2012

Ranking indica curiosidades quanto a treinadores ora campeões

Por Filipe Barbosa

Cristóvão Borges, do Vasco, é o treinador com o melhor aproveitamento em média na era dos pontos corridos – disputada desde 2003 – do Campeonato Brasileiro. Foi o que apontou um levantamento do matemático Tristão Garcia no seu site, o Infobola.

Cristóvão Borges ganhou notoriedade pela excelente campanha do Brasileirão do ano passado (Foto: Marcelo Sadio/ site Vasco)

Segundo os indicadores, o ranking revela a média de pontos dos treinadores classificados pelo desempenho, apresentando, de forma surpreendente, o pentacampeão pela seleção brasileira Luiz Felipe Scolari na 32ª colocação.  Já Andrade, que ocupa o quarto lugar, é o profissional da lista que não garante um cargo nem na Segunda Divisão do torneio nacional.

Confira a lista dos treinadores:

Nome do técnico – Média de pontos – Número de jogos

1 – Cristóvão Borges – 1,92 – 26
2 – Muricy Ramalho – 1,72 – 350
3 – Vanderlei Luxemburgo – 1,68 – 314
4 – Andrade – 1,67 – 51
5 – Mano Menezes – 1,61 – 125
6 – Emerson Leão – 1,61 – 209
7 – Caio Jr – 1,59 – 149
8 – Ricardo Gomes – 1,58 – 99
9 – Paulo Cesar Carpegiani – 1,54 – 81
10 – Tite – 1,52 – 233
11 – Celso Roth – 1,51 – 281
12 – Cuca – 1,49 – 304
13 – Adilson Batista – 1,49 – 214
14 – Dorival Jr – 1,47 – 228
15 – Abel Braga – 1,47 – 209
16 – Waldemar Lemos – 1,45 – 62
17 – Márcio Bittencourt – 1,44 – 54
18 – Péricles Chamusca – 1,43 – 65
19 – Renato Gaúcho – 1,43 – 223
20 – Marcelo Oliveira – 1,42 – 45
21 – Paulo Autuori – 1,42 – 74
22 – Ney Franco – 1,41 – 129
23 – Joel Santana – 1,41 – 200
24 – Estevam Soares – 1,36 – 148
25 – Jorginho (ex-lateral) 1,36 56
26 – PC Gusmão 1,34 157
27 – Alexandre Gallo – 1,34 – 101
28 – Geninho – 1,31 – 234
29 – Hélio dos Anjos – 1,30 – 169
30 – Roberto Fernandes – 1,30 – 71
31 – Antônio Lopes – 1,27 – 226
32 – Felipão – 1,24 – 75
33 – Mário Sérgio – 1,22 – 111
34 – Givanildo Oliveira – 1,21 – 24
35 – Rene Simões – 1,20 – 74





Vasco lança novos uniformes com moda retrô

5 07 2012

A equipe estreia as novas indumentárias, da temporada 2012/ 2013, contra o Figueirense. Camisa branca tem como inspiração modelo da década de 50

Por Filipe Barbosa

O Vasco lançou nesta quinta-feira, em evento realizado na megaloja de São Januário, os novos uniformes para a temporada 2012/2013. As camisas foram apresentadas pelos seguintes atletas: Dedé, Juninho e Felipe, além dos goleiros Fernando Prass, Alessandro e Diogo Silva. Com a retirada do escudo da CBF, que fazia alusão ao título inédito da Copa do Brasil, a novidade ficará por conta da moda retrô do modelo branco inspirado no modelo utilizado na década de 50. O uniforme preto terá como modelo o da conquista da Libertadores de 1998. Ambas custarão R$ 189,90.

Jogadores do Vasco apresentam à torcida novos uniformes com inspiração retrô (Foto: Alexandre Durão/ Globoesporte.com)

Com as inscrições “No futebol és um traço de União Brasil-Portugal” e “Time da virada” estampadas nas camisas, o novo uniforme foi apresentado com as mudanças significativas observadas nas golas. Pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco vai estrear a nova vestimenta no próximo domingo, contra o Figueirense, em Florianópolis.

Ao comentar a própria performance na passarela, o goleiro Fernando Prass admitiu, em entrevista ao Globoesporte.com, ter se sentido pouco confortável. No entanto, o arqueiro afirmou que apresentar os novos uniformes do Vasco é um enorme prazer.

– Não é a nossa praia. Mas para ajudar o clube e mostar o uniforme, que é algo que a torcida gosta, sempre vale a pena. Mas nem eu quisesse poderia seguir carreira como modelo – disse, descontraído, o goleiro vascaíno.








%d blogueiros gostam disto: