Corinthians é freguês histórico do Grêmio na Copa do Brasil

25 09 2013

Time paulista venceu apenas uma vez o confronto, enquanto os gaúchos possuem quatro êxitos. Marcelinho Carioca é o artilheiro do embate com 5 gols

Por Diogo Arraes

Corinthians e Grêmio começarão a escrever um novo capítulo na história dos confrontos entre as duas equipes na Copa do Brasil, nesta quarta-feira (25), no Pacaembu. Até agora são 10 jogos, com 4 vitórias do Grêmio, 2 vitórias do Corinthians e 4 empates. Mas, em termos de classificação ou título, o time de Parque São Jorge só levou a melhor em 1995, quando foi campeão. Em todos os jogos, o artilheiro é Marcelinho Carioca com 5 gols.

O alvinegro não vence há 6 jogos e passa por um período de turbulência como há tempos não tinha. O Grêmio também está sem vencer há 3 partidas, apesar de estar em uma situação mais tranquila no Campeonato Brasileiro. Resta saber se o tricolor gaúcho continuará com essa hegemonia ou o coringão vai diminuir os números negativos. Um confronto de muita tradição novamente na Copa do Brasil.

1991 – Quartas de Final

O primeiro confronto foi em 1991, o Corinthians havia sido campeão brasileiro um ano antes e enfrentou o Grêmio no Pacaembu. Com gols de Neto (Corinthians) e China (Grêmio), a primeira partida terminou empatada em 1 a 1.

No jogo de volta, o Grêmio venceu por 2 a 1, no estádio Olímpico, com gols de Caio e Chiquinho (Grêmio) e Édson Pezinho (Corinthians), eliminando o time de Parque São Jorge.

1994 – Oitavas de Final

Casagrande brinca no gol em treino antes do jogo contra o Grêmio em 94 (Foto: Gazetta Press)

Casagrande brinca no gol em treino antes do jogo contra o Grêmio em 94 (Foto: Gazetta Press)

Três anos depois houve uma nova chance de reencontro, agora na fase Oitavas de Final. A primeira partida foi no Olímpico e os gaúchos se deram bem novamente, com gols de Fabinho e Gilson o  time da casa venceu por 2 a 0.

O segundo jogo foi no Pacaembu, o Corinthians até tentou e fez dois gols. Um de Marcelinho Carioca e outro do zagueiro do Grêmio, Agnaldo Liz, contra. Só que o Grêmio mostrou porque é um time “copeiro” e empatou com Fabinho e Nildo. Resultado final 2 a 2 e o Timão novamente fora.

1995 – Final

O ano de 1995 reservou uma emoção a mais aos torcedores dos dois times, a primeira final disputada. O Corinthians vinha de duas eliminações seguidas para o Grêmio na Copa do Brasil e estava disposto a reverter isso. O primeiro jogo feito no Pacaembu terminou 2 a 1 para o clube alvinegro, com gols de Viola e Marcelinho Carioca (Corinthians) e Luiz Carlos Goiano (Grêmio).

Na partida final, em Porto Alegre, Marcelinho Carioca marcou o gol dos paulistas e o Timão se sagrou campeão da Copa do Brasil, vencendo o Grêmio por 1 a 0.

Jogadores do Corinthians erguem a taça em 95 (Foto: colecaocorinthians.com.br)

Jogadores do Corinthians erguem a taça em 95 (Foto: colecaocorinthians.com.br)

1997 – Semifinal

Dois anos depois da grande final os times se encontraram novamente, agora na semifinal. Mesmo jogando no estádio do Morumbi, o Grêmio venceu por 2 a 1, com gols de Paulo Nunes e Rodrigo (contra) para o Grêmio e Marcelinho Carioca para o Corinthians, e levou boa vantagem para o outro jogo.

Depois no estádio Olímpico, administrou o placar e empatou por 1 a 1, gols de Paulo Nunes (Grêmio) e Donizete (Corinthians). Os gaúchos novamente foram para a final.

2001 – Final

O Grêmio foi campeão depois de vencer o Corinthians por 3 a 1, em 2001 (Foto: wp.clicrbs.com.br)

O Grêmio foi campeão depois de vencer o Corinthians por 3 a 1, em 2001 (Foto: wp.clicrbs.com.br)

O último embate entre as equipes aconteceu há 12 anos, em 2001. Mais uma vez uma grande final. Uma curiosidade é que o treinador do Grêmio era Tite, hoje comandante do Corinthians.

O primeiro jogo ocorreu no estádio Olímpico e foi bem equilibrado, o Grêmio fez dois gols com Zinho e Luís Mário e o time de Parque São Jorge empatou com Marcelinho Carioca e Muller. Empate por 2 a 2.

Na segunda e decisiva partida o Morumbi estava lotado, mas o Corinthians não conseguiu segurar o ímpeto dos gaúchos e o Grêmio venceu por 3 a 1. Gols de Éwerton (Corinthians) e Marinho, Zinho e Marcelinho Paraíba (Grêmio), conquistando o campeonato daquele ano.

Anúncios




Marcelinho Paraíba é indiciado por suposto estupro

19 01 2012

Laudo confirmou as suspeitas da polícia e o atleta pode ser julgado caso o promotor apresente denúncias contra ele

Por Gabriel Oliveira

Marcelinho Paraíba pode ser julgado. Se for considerado culpado a pena varia de oito a 12 anos(Foto: Aldo Carneiro Costa/Gazeta Press)

O jogador Marcelinho Paraíba, atualmente no Sport, foi indiciado pelo suposto estupro cometido em novembro do ano passado, em Campina Grande, na Paraíba. Como reportado no Jornalismo FC, Marcelinho teria tentado beijar a advogada Rosália Zabatos de Abreu à força. Segundo relato do delegado Fernando Zoccola, que zela pelo caso, o meio campista teria mordido os lábios, puxado o cabelo e rasgado parte da roupa da vítima. Na mesma oportunidade outros três amigos do jogador foram presos por desacato à polícia.

O laudo emitido pelo Núcleo de Medicina e Odontologia Legal legitimou as suspeitas policiais ao comprovar a existência de hematomas no couro cabeludo, pescoço e corte na boca de Rosália.

O promotor do caso poderá, caso conclua que Marcelinho seja culpado, apresentar denúncias contra o jogador, que seria julgado. A pena para este tipo de crime varia de oito a 12 anos de prisão, mas o inquérito pode, também, ser arquivado.

O meio campista irá depor, na próxima segunda-feira (23), para dar maiores informações sobre os possíveis disparos realizados pelo irmão da vítima, o delegado Rodrigo Rêgo Pinheiro. O depoimento será realizado na 7ª delegacia distrital de Campina Grande.

Rodrigo, que está afastado das suas funções, segundo relato de Marcelinho Paraíba, teria efetuado disparos no sítio, em Capina Grande, após retirar a irmã da festa. O delegado afastado negou.





Marcelinho Paraíba é preso, mas responde inquérito em liberdade

2 12 2011

Marcelinho Paraíba é preso, sob suspeita de estupro, mas é liberado, por determinação da justiça. Em entrevista coletiva, o jogador negou acusações

Por Gabriel Oliveira

Marcelinho Paraíba, 36 anos, atualmente no Sport, foi preso, na tarde da quarta-feira (30), em flagrante, sob suspeita de estupro. Segundo relato policial, o meio campista tentou beijar à força uma mulher, em festa realizada no seu sítio localizado em Campina Grande, Paraíba. O irmão da vítima, o delegado Rodrigo Rego Pinheiro, chamou a polícia para reportar o caso. O delegado do caso, Fernando Zoccola, afirmou que Marcelinho teria mordido os lábios, puxado o cabelo e rasgado parte da roupa da mulher. Outros três amigos do jogador foram presos por resistência e desacato à polícia.Na tarde do mesmo dia (30), Marcelinho foi liberado pela justiça, por determinação do Juiz Paulo Sandro de Lacerda da 5ª Vara Criminal de Campina Grande.

Marcelinho é preso, solto e acusa delegado de armação. Foto:

O experiente jogador, em entrevista coletiva nessa quinta-feira (1), negou as acusações de estupro e sugeriu uma possível armação do delegado Rodrigo Pinheiro, irmão da vítima. O delegado Rodrigo Pinheiro negou ter atirado enquanto estava no sítio do jogador.

– “As acusações não são verdadeiras, eu sou inocente. É tudo armação, o delegado foi ao sítio sem ser convidado. Por volta das 4h, ele saiu, disparou um tiro e me deu voz de prisão. Só soube de tudo quando cheguei à delegacia”, disse Marcelinho.

Marcelinho, durante a entrevista concedida, ainda agradeceu o apoio do Sport, seu atual clube.

– “Quero pedir desculpas às crianças, aos torcedores do Sport e ao povo brasileiro por esse tipo de situação. Que isso sirva de lição. Quero agradecer à direção do Sport por não ter me abandonado”.

O advogado do jogador aproveitou a entrevista coletiva para atacar a Polícia Civil da Paraíba que, segundo ele, teria agido de modo corporativista.

– “Devido à fragilidade do conjunto de provas, o Marcelo foi solto. Hoje não existe nenhum processo contra o Marcelo. Caso o processo seja arquivado, não deixaremos isso passar em branco. Por sinal, se o Marcelo não tivesse sido solto, estaria numa cela com um rigor superior, pois o crime em questão é o de estupro. Marcelinho é vítima do corporativismo dos policiais”, falou o advogado do jogador.

A Polícia Civil tem 30 dias para concluir inquérito e encaminhá-lo ao Ministério Público da Paraíba, que dará o veredicto. Marcelinho Paraíba responderá em liberdade.

Essa não foi a primeira vez que o jogador se envolveu em confusão. Em 2002, Marcelinho foi detido dirigindo em alta velocidade e embriagado, na Alemanha. Posteriormente, o jogador se envolveu em uma briga numa boate de Berlim. Segundo consta, o meio campista teria quebrado uma garrafa na face de outro cliente. No Brasil, em janeiro do ano passado, Marcelinho foi condenado a seis meses de prisão, em regime aberto, por ter agredido um homem em uma casa de Shows, na Paraíba, em 2004.

Atualmente no Sport, Marcelinho Paraíba marcou 12 gols na Série B e auxiliou os pernambucanos a regressarem à elite do futebol. O meio campista passou por Hertha Berlim e Wolfsburg, na Alemanha. No Brasil, o jogador já jogou no Coritiba, Flamengo e mais recentemente, no São Paulo.





São Paulo confirma as 5 primeiras contratações

23 12 2009

Fonte: Site Oficial São Paulo FC (www.saopaulofc.net)

Fernandinho, revelação do Brasileirão 2009, é o destaque

O São Paulo finalizou na tarde desta quarta-feira (23) a contratação dos cinco primeiros reforços para a próxima temporada, quando o clube disputará o Campeonato Paulista, a Copa Libertadores da América e o Campeonato Brasileiro.

Pensando em montar um elenco ainda mais forte e competitivo do que o deste ano, o clube começou trazendo dois jogadores para a zaga, dois para o meio de campo e um para o ataque.

“Nossa equipe já era muito forte e acredito que ficará mais forte ainda com essas contratações. Estamos montando não apenas um time, mas um elenco competente e apto a vencer as competições que iremos disputar”, explica o diretor de futebol, João Paulo de Jesus Lopes.

Para reforçar a defesa são-paulina, destaque da equipe nos últimos anos, o clube acertou com o experiente André Luis (contrato até o final de 2010) e o jovem Xandão (vínculo válido até o final de 2012), dois dos principais nomes do Barueri no Campeonato Brasileiro deste ano.

Além disso, para deixar ainda mais forte o meio de campo o clube trouxe Léo Lima, que fez grande campanha com o Goiás e sempre teve atuações destacadas contra o Tricolor. O jogador assinou um contrato de três anos.

Outro que reforça o setor é Marcelinho Paraiba, destaque no Flamengo e no Coritiba nesta temporada. Ele volta ao clube após 10 anos. Marcelinho teve passagem vitoriosa entre 1997 e 2000, quando disputou 177 jogos e marcou 46 gols pelo Tricolor, conquistando os Paulistas de 1998 e 2000. Ele assinou um contrato válido até 31 de dezembro de 2011.

Para o ataque o São Paulo definiu a chegada de Fernandinho, eleito revelação do Campeonato Brasileiro deste ano por conta de suas grandes jogadas e lindos gols pelo Barueri. Cobiçado por grandes clubes do Brasil e do exterior, o jogador assinou por quatro temporadas com o Tricolor (até o final de 2013).

Os cinco novos são-paulinos devem ser apresentados oficialmente no próximo dia 7 de janeiro, quando todo o elenco do São Paulo volta aos trabalhos visando à temporada de 2010.

Nome: Andre Luis Garcia
Apelido: Andre Luis
Posição: Zagueiro
Nascimento:
31/07/1979 – 30 anos
Local: Porto Alegre (RS)
Altura: 1m92
Peso: 86 kg
Clubes: Guarani (1998), Nova Iguaçu (1999), Santos (2000), Fluminense (2001), Santos (2002/04), Benfica (2004/05), Olympique de Marseille (2005), Cruzeiro (2006/07), Botafogo (2008), Barueri (2009) e São Paulo (2010).
Títulos: Campeonato Brasileiro (2002 e 2004), Campeonato Português (2004/05) e Taça Rio (2008).
Seleção Brasileira: Olimpíadas de Sidney – Seleção Sub-23

Nome: Alexandre Luiz Reame
Apelido: Xandão
Posição: Zagueiro
Nascimento: 23/02/1988 – 21 anos
Local: Araçatuba (SP)
Altura: 1m93
Peso: 88 kg
Clubes: Guarani (2005/06), Atlético Paranaense (2006), Guarani (2006/08), Fluminense (2009), Barueri (2009) e São Paulo (2010).

Nome: Leonardo Lima da Silva
Apelido: Léo Lima
Posição: Meio-campo
Nascimento: 14/01/1982 – 27 anos
Local: Rio de Janeiro (RJ)
Altura: 1m85
Peso: 83 kg
Clubes: Madureira (1998/99), Vasco da Gama (1999/03), CSKA Sofia (2003), Marítimo (2004), Porto (2005), Santos (2005/06), Grêmio (2006), Flamengo (2007), Palmeiras (2008), Vasco da Gama (2009), Goiás (2009) e São Paulo (2010).
Títulos: Campeonato Carioca (2003), Campeonato Paulista (2006), Campeonato Carioca (2007) e Campeonato Paulista (2008).
Seleção Brasileira: Campeão Sul-Americano (Sub-17), Campeão Mundial (Sub-17) e Campeão Sul-Americano (Sub-20).

Nome: Marcelo dos Santos
Apelido: Marcelinho Paraiba
Posição: Meio-campo/Atacante
Nascimento: 17/05/1975 – 34 anos
Local: Campina Grandes (PB)
Altura: 1m75
Peso: 75 kg
Clubes: Campinense (1991), Paraguaçuense (1994), Santos (1994), Rio Branco (1995/97), São Paulo (1997/2000), Olympique de Marseille (2000), Grêmio (2001), Hertha Berlim (2001/06), Trabzanspor (2006), Wolfsburg (2007/08), Flamengo (2008/09), Coritiba (2009) e São Paulo (2010).
Títulos: Campeonato Paraibano (1991 e 1993), Campeonato Paulista (1998 e 2000), Campeonato Gaúcho (2001), Copa do Brasil (2001), Copa da Liga Alemã (2001 e 2002) e Campeonato Carioca (2009).
Seleção Brasileira: 1998/2001 – Jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002
Títulos pessoais: Melhor jogador do Campeonato Alemão 2005

Nome: Luis Fernando Pereira da Silva
Apelido: Fernandinho
Posição: Atacante
Nascimento: 25/11/1985 – 24 anos
Local: São Paulo (SP)
Altura: 1m71
Peso: 66 kg
Clubes: Cambé (2004/05), Central  (2005/06), Ferroviário (2006), Iraty (2007), Daejon Citizen (2007/08), Barueri (2008/09) e São Paulo (2010).
Títulos: Campeonato do Interior (2008)
Títulos pessoais: Eleito revelação do Campeonato Brasileiro 2009





Thiago Humberto na mira do Tricolor

15 10 2009

humbertoOs rumores de que o meia Fernandinho teria tudo acertado para defender o São Paulo na temporada de 2010 continuam a todo vapor.

Novas informações dão conta de que o Tricolor também teria tudo acertado com Marcelinho Paraíba, atualmente defendendo o Coritiba. O meia voltaria ao São Paulo para substituir Hugo, que não deve renovar seu vínculo.

Outro que deve deixar o São Paulo ao final da temporada, e não tem o destino ainda definido, deve ser o atacante Borges.

Para o seu lugar o São Paulo também já teria definido a contratação do jovem Thiago Humberto, parceiro de Fernandinho no comando do ataque do Grêmio Barueri. Thiago Humberto tem contrato com o time de Barueri até o final deste ano e chegaria ao São Paulo sem custos.

A diretoria tricolor planeja renovar o elenco, que nesta temporada sofreu desgaste que culminou com a queda do treinador Muricy Ramalho.








%d blogueiros gostam disto: