Mercado de transferência na Espanha: Real Madrid e Barcelona prometem polarizar a briga pelo título

9 09 2013

Atlético de Madrid, Valencia e Real Sociedad correm por fora e devem disputar as outras duas vagas para a Champions League

Por João Siqueira

Real Madrid

Gareth Bale, o homem de 100 milhões de euros, agora pertence ao Real Madrid (Fonte: Daily Star)

 

O time do recém-contratado Carlo Ancelotti teve que lidar com a saída de Mesut Özil, Gonzalo Higuaín, Kaká, Raul Albiol e Callejón, mas tudo indica que a ausência desses jogadores não será um problema. A chegada dos jovens Isco e Ilarramendi é vista pela torcida como essencial para recomposição e reformulação do elenco. Além disso, com a contratação do astro Gareth Bale junto ao Tottenham, Cristiano Ronaldo terá uma grande companhia no ataque e o time do Real Madrid deve, finalmente, fazer frente ao grande elenco do Barcelona e apimentar ainda mais a briga pelo título.

Time base: Casillas (Diego López); Daniel Carjaval, Sergio Ramos, Pepe e Marcelo; Khedira, Isco, Cristiano Ronaldo, Gareth Bale, Modric; Benzema.

Técnico: Carlo Ancelotti

Expectativa na LFP: Título.

Barcelona

Messi e Neymar, agora juntos, prometem desestabilizar as defesas adversárias (Fonte: Fox Sports)

Os defensores do título da LFP prometem lutar pela conquista do bi-campeonato espanhol. A chegada de Neymar promete suprir facilmente a saída de David Villa para o Atlético de Madrid. O novo comandante do time catalão – Gerardo Martino – promete resgatar o vistoso futebol que encantou o mundo com sua posse de bola altíssima, troca de passes, marcação pressão e velocidade.

Além do brasileiro, o Barça contou com a ascensão de várias promessas da base ao time profissional. A ausência de uma defesa sólida talvez seja um problema para o elenco de Martino, mas, sem dúvidas, o elenco catalão é, ao lado do Real Madrid, um dos favoritos ao título.

Time base: Valdés; Dani Alves, Mascherano, Piqué e Jordi Alba (Adriano); Busquets, Xavi e Iniesta (Fabregas); Neymar (Pedro), Sanchéz e Messi.

Técnico: Gerardo Martino

Expectativa na LFP: Título.

Atlético de Madrid

David Villa chega ao time de Madrid com um baixíssimo custo (Fonte: Teamtalk.com)

O Atlético de Madrid, apesar de ter perdido a sua maior estrela, Falcao García, contará com os gols e a presença de David Villa, que chegou por apenas 2,1 milhões de euros. O time que conseguiu manter Diego Costa e trazer Léo Baptistão ainda se fortaleceu defensivamente. Com a chegada da grande promessa belga, o goleiro Courtois, a defesa do time de Madrid, que atualmente já conta com Miranda e Godín, promete ficar ainda mais sólida.

Time base: Courtois; Juanfran, Miranda, Godín e Filipe Luis; Gabi, Mario Suárez, Koke e Turan (Léo Baptistão); Diego Costa e David Villa.

Técnico: Diego Simeone

Expectativa na LFP: Vaga na Champions League

Valencia

O experiente Hélder Postiga chega para comandar o ataque ao lado do brasileiro Jonas (Fonte: Getty Images Europe)

O Valencia lidou com a perda de Soldado – atacante da seleção espanhola – para o Tottenham. Para suprir a vaga deixada no ataque, a diretoria buscou o português Hélder Postiga, que deve comandar o ataque do Valencia ao lado de Jonas. A chegada de Oriol Romeu para o meio-campo pode auxiliar as belas atuações de Banega, camisa 10 e responsável pela armação e criação de jogadas. Além disso, o brasileiro Diego Alves tem apresentado atuações espetaculares e tudo indica que será um dos melhores goleiros da temporada 2013/14.

Time base: Diego Alves; João Pereira, Rami, Ricardo Costa e Guardado; Javi Fuego, Banega, Sergio Canales e Michel; Jonas (Pabón) e Hélder Postiga.

Técnico: Ernesto Valverde

Expectativa na LFP: Vaga na Champions League

Real Sociedad

Haris Seferovic, um dos poucos investimentos do Real Sociedad para a temporada 2013/14 (Fonte: UEFA)

O Real Sociedad, para a temporada 2013/14, não realizou muitos investimentos. Os únicos contratados foram o jovem Haris Seferovic e Granero e Cote que chegaram por empréstimo. Sem grandes negócios, a perda de Ilarramendi não aparenta ser um obstáculo para a equipe que conseguiu a classificação para a Champions League na última temporada.

Mantendo a base do time da temporada passada e confiando no mexicano Carlos Vela, o Real Sociedad espera figurar na parte de cima da tabela durante todo o campeonato.

Time base: Claudio Bravo; Dani Estrada, Ansotegi, Íñigo Martínez e De la Bella; Bergara, Xabi Prieto e Zurutuza; Griezmann (Granero), Carlos Vela e Seferovic.

Técnico: Jagoba Arrasate

Expectativa na LFP: Vaga na Champions League





Campeonato espanhol – 22ª rodada

6 02 2012

Confira resultados, tabela de classifição e os principais artilheiros do Campeonato Espanhol

Por Stéfano Bruno

Sergio Ramos gol Real Madrid (Foto: EFE)
Sergio Ramos marcou o gol da vitória do Real Madrid sobre o Getafe.
Mesmo com um super time, a situação do Barcelona começa a ficar cada vez mais difícil no Campeonato Espanhol. Com sete pontos atrás do líder Real Madrid, o Barcelona vai ter que suar a camisa e talvez até mesmo contar com a sorte para manter a supremacia na La Liga, como é chamada a competição na Espanha. E para complicar ainda mais a situação do barça, o Real Madrid já somou 28 pontos fora de casa neste campeonato, sendo o visitante mais indigesto dos clubes europeus.
Nesta rodada, Real Madrid e Barcelona venceram seus jogos, enquanto Atlético de Madrid e Valência não sairam do 0x0. O Villareal venceu o Sevilla fora de casa e se afastou conseguiu respirar na lutra contra o rebaixamento.
RESULTADOS DA 22ª RODADA
Mallorca 1×0 Bétis
Athletic Bilbao 3×3 Espanyol
Levante 1×1 Racing Santander
Getafe 0x1 Real Madrid
Barcelona 2×1 Real Sociedad
Sporting Gijón 1×1 Osasuna
Sevilla 1×2 Villareal
Zaragoza 1×2 Rayo Vallecano
Atlético de Madrid 0x0 Valencia
Granada x Málaga (hoje, 18:00 – estádio: Nuevo Los Cármenes)
CLASSIFICAÇÃO
1- Real Madrid – 55 pontos (21 jogos)*
2- Barcelona – 48 pontos (21 jogos)*
3- Valencia – 37 pontos (21 jogos)*
4- Levante – 32 pontos (21 jogos)*
 5- Espanyol – 32 pontos (21 jogos)**
6- Athletic Bilbao – 30 pontos (21 jogos)**
 7- Atlético de Madrid – 30 pontos (21 jogos)
8- Málaga – 28 pontos (20 jogos)
9- Osasuna – 28 pontos (21 jogos)
10- Getafe – 27 pontos (21 jogos)
11- Sevilla – 26 pontos (21 jogos)
12- Mallorca – 25 pontos (21 jogos)
13- Rayo Vallecano – 25 pontos (21 jogos)
14- Real Sociedad – 24 pontos (21 jogos)
15- Villareal – 23 pontos (21 jogos)
16- Bétis – 23 pontos (21 jogos)
17- Racing Santander – 22 pontos (21 jogos)
 18- Granada – 22 pontos (20 jogos)***
19- Sporting Gijón – 19 pontos (21 jogos)***
20- Zaragoza – 12 pontos (21 jogos)***
* LIGA DOS CAMPEÕES
** LIGA EUROPA
*** REBAIXAMENTO
PRINCIPAIS ARTILHEIROS
1- Cristiano Ronaldo (Real Madrid) – 24 gols
2- Messi (Barcelona) – 22 gols
3- Higuain (Real Madrid) e Falcão Garcia (Atlético de Madrid) – 14 gols
4- Soldado (Valencia) – 13 gols
5- Fernando Llorente (Athletic Bilbao) – 11 gols




Real Madrid assume a liderança da La Liga, enquanto Barça tropeça

12 09 2011

Atlético de Madri perde na estreia de Diego e o técnico Bielsa perde para sua ex-equipe

Por Luiz Queiroga

Nesse final de semana aconteceu a terceira rodada do Campeonato Espanhol. O JornalismoFC traz um resumo dos principais jogos da competição.

Real Madrid 4 x 2 Getafe

A equipe do técnico José Mourinho não titubeou e goleou o Getafe em dia do artilheiro Benzema, alcançando assim a liderança isolada da La Liga. Aos 13 minutos, o francês recebeu ótimo passe para estrear o marcador após ótima triangulação entre Marcelo, Özil e Coentrão. No final do primeiro tempo, porém, Miku empatou para os visitantes.

Precisando da vitória, o Real Madrid voltou para a etapa complementar com muita determinação e Cristiano Ronaldo inspirado, que acertou um belo chute de bicicleta no travessão. Aos 14 minutos, o português apareceu novamente e protagonizou um dos lances mais polêmicos da partida: após sofrer falta de fora da área, o árbitro marcou pênalti, convertido pelo próprio atacante. Aos 23, Ronaldo ainda deu uma ótima assistência para Benzema ampliar o resultado. Após o Getafe marcar novamente, Kaká entrou em campo e tocou de letra para Higuain dar números finais a partida, em lindo lance do brasileiro.

Real Sociedad 2 x 2 Barcelona

Favorito mesmo jogando fora de casa, o Barcelona não soube administrar o bom resultado obtido durante toda a partida, cedeu ao empate e quase foi derrotado pelo modesto Real Sociedad. Pensando no jogo contra o Milan pela UEFA Champions League, próxima terça-feira (com cobertura especial do Jornalismo FC), o técnico Josep Guardiola poupou Messi, David Villa e Iniesta. Mesmo sem as estrelas, entretanto, os catalães não tiveram dificuldade em marcar, fazendo dois gols com Xavi e Fábregas. Ainda no primeiro tempo, o chileno Aléxis Sánchez se lesionou, sendo substituído por Villa.

Na etapa complementar, porém, o que parecia o começo de mais uma enorme goleada, como a aplicada contra o Vilarreal na estreia da competição, tornou-se um verdadeiro apagão dentro de campo para o Barcelona. Aos 12 minutos, Agirretxe anotou de cabeça o primeiro do Real. Passados apenas dois minutos após a rede ter sido balançada, o jogador novamente marcou, aproveitando passe errado de Villa, empatando a partida. Com o susto, Messi foi acionado, mas de nada resolveu o jogo que ainda teve duas ótimas oportunidades do time da casa virar o placar nos minutos finais.

Valencia 1 x 0 Atlético de Madrid

Contando com as estreias de Diego e Falcão García, o Atlético de Madri não conseguiu superar o Valencia jogando fora de casa. Sem ainda vencer no campeonato, a equipe da capital espanhola não demonstrou um bom futebol e teve suas principais contratações para esta temporada apagadas dentro de campo.

O único gol da partida aconteceu aos seis minutos do segundo tempo, quando o atacante Soldado recebeu excelente cruzamento do lateral Miguel e cabeceou sem chances de defesa. Com isso, o artilheiro chega a ser o principal goleador do campeonato ao lado de Cristiano Ronaldo, com quatro gols cada. Diego, que começou a partida no banco de reservas, entrou ao decorrer da etapa complementar sendo ovacionado pela torcida, mas conseguiu criar pouco. Aos 22 minutos o brasileiro deu seu primeiro chute ao gol, quase empatando a partida, nada mais depois.

Espanyol 2 x 1 Athletic Bilbao

Após ter sido confirmado como o novo técnico do Athletic Bilbao para esta temporada, Marcelo Bielsa pela primeira vez enfrentou sua ex-equipe, o Espanyol, na competição, mas não contou com muita sorte e viu seu time ser derrotado fora de casa. Bielsa assumiu o Espanyol em 1998, mas permaneceu no clube apenas por três meses, pois recebeu proposta para comandar a Seleção Argentina, cargo que exerceu até 2004.

Protagonista da partida, o atacante Sergio García recebeu cruzamento de Álvaro e cabeceou para abrir o placar aos 25 minutos. Aos 16 do segundo tempo, Llorente empatou para o time da casa, mas García novamente deixou o Espanyol à frente no marcador em um lindíssimo gol, quando recebeu a bola dentro da área, chutou em cima do goleiro e no rebote deu um lençol de joelho, finalizando a jogada com um voleio.

Confira os jogos da rodada:

Sábado
Real Sociedad 2 x 2 Barcelona
Villarreal 2 x 2 Sevilla
Real Madrid 4 x 2 Getafe
Valencia 1 x 0 Atlético de Madri

Domingo
Betis 1 x 0 Mallorca
Racing Santander 0 x 0 Levante
Osasuna 2 x 1 Sporting Gijon
Rayo Vallecano 0 x 0 Zaragoza
Espanyol 2 x 1 Athletic Bilbao

Segunda-feira
Málaga 4 x 0 Granada





Após adiamento, Campeonato Espanhol começa com times sem patrocínio e muitas novidades

27 08 2011

Greve de jogadores, times de tradição sem marcas no uniforme, vendas milionárias, fique por dentro de todas as curiosidades

Por Luiz Queiroga

Cristiano Ronaldo e Messi: os melhores do mundo num dos campeonatos mais charmosos do planeta

Com uma semana de atraso, o Campeonato Espanhol iniciará neste sábado após a Liga de Futebol Profissional (LFP) e a Associação de Jogadores (AFE) terem chegado a um acordo e encerrando a greve dos atletas. Com isso, um dos torneios mais charmosos do Velho Continente estreará neste sábado, às 13h (de Brasília), com a partida entre Sporting de Gijón e Real Sociedad.

Repleta de grandes nomes do futebol mundial, como Messi, eleito melhor jogador do mundo da FIFA na última temporada, Cristiano Ronaldo e Xavi, a La Liga permanece com o enorme abismo econômico e de qualidade em elencos de Real Madrid e Barcelona, maiores clubes do país, e as outras equipes.

A crise econômica na Europa tem também complicado o mundo do futebol. Na Espanha não é diferente e oito dos 20 clubes que disputam o título nesta temporada estão sem patrocínio. Com dificuldades financeiras, as equipes espanholas não estão conseguindo pagar em dia o salário de seus elencos, acarretando em mais de 300 denúncias de jogadores da Primeira e Segunda Divisão Espanhola pelo atraso do recebimento, segundo detalhou o jornal “Marca”.

Atlético de Madri: um dos clubes de maior tradição da Espanha sem patrocíncio

Alguns investidores não veem mais vantagem nem interesse em patrocinar clubes no país, fazendo com que várias equipes recebem propostas bastante inferiores ao que esperavam, chegando a ofertas menores de R$ 6,9 milhões. Enquanto os grandes Real Madrid e Barcelona pedem pelo menos dez vezes mais para que empresas estampem suas marcas em seus uniformes.

Equipes de tradição como Valencia, Villarreal (presentes na UEFA Champions League), Sevilla e Atlético de Madri (participantes da Liga Europa) ainda não acertaram com nenhum patrocínio. Pela primeira vez na história do clube, o Barcelona acertou com uma empresa para estampar sua logomarca na camisa azul-grená: a Qatar Foundation investirá cerca de € 150 milhões (R$ 348,2 milhões) por cinco anos.

A exceção espanhola:

A maior sensação para esta temporada é o Málaga, comprado em junho do ano passado pelo bilionário Abdullah bin Nasser bin Abdullah Al Ahmed Al Thani, que conseguiu contratar diversos nomes neste ano, como Toulalan, Van Nistelrooy, Mathijsen, Sergio Sánchez, Joaquín, Isco, Buonanotte, Monreal e Santiago Cazorla. O clube ainda paga para anunciar a marca UNESCO, órgão da ONU. O mais novo milionário briga para ser a terceira potência do futebol espanhol este ano e, pelo visto, não terá muitas dificuldades para atingir este objetivo. No ano passado, a equipe do técnico Júlio Baptista conseguiu uma excelente sequência na fase final do campeonato, evitando o rebaixamento quase certo, e briga agora para tentar conseguir uma classificação para a UEFA Champions League.

Principais contratações na temporada:

Além do já citado Málaga, que desembolsou uma enorme quantia para reforçar seu elenco, outras equipes também se movimentam para seguir o mesmo caminho. O atual campeão Barcelona foi mais cirúrgico desta vez e escolheu a dedo no mercado as peças ideias para refinar a qualidade de uma equipe repleta de craques como Messi, Xavi e Puyol. À pedido do técnico Josep Guardiola, Cesc Fàbregas, sonho de consumo, e o chileno Aléxis Sánchez chegaram ao clube e já demonstraram enorme potencial para defender a equipe catalã.

No rival Real Madrid, Zinedine Zidane, ídolo da torcida, tornou-se diretor de futebol da equipe merengue e foi responsável direto pela contratação do compatriota Raphael Varane, zagueiro de apenas 18 anos, e do turco Nuri Sahin. Hamit Altintop também foi um dos destaques para esta temporada, deixando o Bayern de Munique para tentar a sorte no Santiago Bernabéu. A principal contratação, porém, foi a do lateral-esquerdo Fabio Coentrão, parceiro do astro Cristiano Ronaldo na Seleção Portuguesa, e que chegou a Madri devido às ótimas atuações pelo Benfica e indicação do próprio companheiro de seleção.

Cristiano Ronaldo e Fábio Coentrão: companheiros de seleção, agora também de clube

Outro vindo de terras lusitanas é o atacante Falcão Garcia, maior reforço do Atlético de Madri para a disputa da La Liga. O colombiano custou cerca de R$ 91 milhões aos espanhóis, já que o artilheiro Diego Forlán foi para a Inter de Milão, da Itália, segundo o jornal “As”. Diego, ex-Santos, pode ser anunciado ainda pela diretoria da equipe. O brasileiro é pretendido e deverá deixar o Wolfsburg, da Alemanha.

Da Espanha para o mundo:

O mercado espanhol também foi bastante movimentado em termos de venda de jogadores. A maior delas foi a transferência milionária do craque Sergio Agüero para o Manchester City, por cerca de 45 milhões de euros. O jornal “As” cravou a ida do uruguaio Diego Forlán para a Internazionale, da Itália, mas o certo é que o ídolo da Celeste não permanecerá na equipe nesta temporada. Outro jogador do Atlético que está de saída é o brasileiro Elias, ex-Corinthians. Após a chegada de Miranda, ex-São Paulo, e do colombiano Falcão Garcia, o volante será está fora dos planos devido o limite de extracomunitários permitidos pela LFP.

Mata, Adebayor e Agüero: Craques que disputaram a La Liga na última temporada que se transferiram para a Terra da Rainha

O Barcelona confirmou as saídas de Jeffren e Gabriel Milito da equipe, os jogadores acertaram com Sporting de Lisboa e Independiente-ARG, respectivamente. No rival, a imprensa a cada semana confirma que Kaká está mais longe do Real Madrid, mas o próprio jogador e inclusive o técnico José Mourinho confirmaram que ele está nos planos dos merengues neste ano. O atacante Emmanuel Adebayor não teve seu contrato de empréstimo renovado e deixará o Santiago Bernabéu. O Manchester City, que detém seu passe, confirmou o empréstimo do togolês ao Tottenham Hotspur.

Outro grande nome do futebol espanhol que deixou o país foi Juan Mata, ex-Valencia, que foi contratado por cerca de 23 milhões de libras pelo Chelsea e estreou nos Blues balançando as redes.

Confira os primeiros jogos do Campeonato Espanhol

Sábado:

Sporting de Gijón x Real Sociedad
Valencia x Racing Santander
Granada x Real Betis

Domingo:

Atlético de Madri x Osasuna
Athletic de Bilbao x Rayo Vallecano
Mallorca x Espanyol
Getafe x Levante
Zaragoza x Real Madrid
Sevilla x Málaga

Segunda-feira:

Barcelona x Villarreal

 OBS: Com a greve dos jogadores, a primeira rodada do Campeonato Espanhol não aconteceu dentro do previsto, por isso terá início a partir da segunda rodada. As partidas não realizadas foram remarcados para janeiro.





Mascherano: “O que me entristece é que cada vez se fala pouco de futebol”

26 04 2011

Jogador argentino comentou sobre polêmicas e minimizou derrota na da Copa do Rei

Por Luiz Queiroga

Em entrevista coletiva na véspera do clássico contra o Real Madrid, pela partida de ida da semifinal da Copa dos Campeões, o argentino Javier Mascherano comentou sobre a troca de farpas entre as duas equipes durante as últimas semanas.

– O que me entristece é que cada vez mais se fala pouco de futebol e mais do que o rodeia. Esta é uma semifinal histórica. A Liga Espanhola tem que estar orgulhosa de ter uma partida assim na semifinal. Mas sempre se chama a atenção para outras coisas além do futebol.

O jogador do Barcelona também comentou sobre a motivação do elenco para a partida dessa quarta-feira. No discurso, ele afirmou sobre a ansiedade e vontade de ganhar do time. Uma partida eliminatória dessa importância mexe com o sentimento de qualquer um, é o que Mascherano pensa.

O volante também aproveitou para entrar na polêmica entre os técnicos Josep Guardiola e José Mourinho, saindo em defesa do treinador espanhol. O jogador acredita que a imprensa espanhola exagerou na interpretação da declaração de Pep, quando esse comentou sobre a precisão do árbitro Alberto Undiano Mallenco ao marcar impedimento no gol de Pedro, na final da Copa do Rei:

– Temos muito claro o que ele quis dizer e nós sabemos muito bem o que ele se referia. Embora geralmente sempre levam as coisas para fora do contexto. Aqueles que pertencem ao grupo sabem o que ele realmente quis dizer e não há nada a ser criticado. O lance de Pedro no Mestalla foi bem anulado. Por um fio de cabelo que ficou impedido e não marcou.

O argentino afirmou que os dois jogos sem vitória contra o Real Madrid não interferiram no estilo da equipe jogar bola. Em sua cabeça, se o Barcelona chegou à semifinal do torneio, foi devido ao esquema praticado pelo time dentro de campo. O jogador, porém, avisou que jogar pelo empate fora de casa pode ser útil para a equie passar de fase:

– Qualquer detalhe pode fazer com que passemos pela eliminatória. Precisamos estar concentrados e tentar fazer o que fizemos durante todo o ano. Se chegamos até aqui, é devido a nossa forma de jogar. Não é porque perdemos um jogo precisamos pensar que o que foi feito está errado. Trataremos de sermos nós mesmos.

Mascherano completou a linha de raciocínio e afirmou que a derrota do título da Copa do Rei para o Real Madrid não interferiu em nada no clima para o confronto na Copa dos Campeões:

– Ganharam porque fizeram melhor. Não influencia o que estava acontecendo no campeonato. São duas grandes equipes enfrentar e haverá dois grandes jogos.

Confira a cobertura completa de um dos maiores clássicos mundiais aqui, no Jornalismo FC.

Leia mais:

Semana decisiva para os dois grandes na Espanha

José Mourinho critica as declarações de Josep Guardiola sobre arbitragem

Iniesta desfalca Barcelona no clássico da Champions





Semana decisiva para os dois grandes da Espanha

25 04 2011

Após dois jogos sem vitória e título perdido para o rival, Barcelona joga contra o Real Madrid para reestabelecer a hegemonia no país

Por Luiz Queiroga

Antes de entrar em campo para decisiva partida contra o Real Madrid pela Copa dos Campeões, a equipe do Barcelona está vivendo um delicado momento na temporada. Após dois confrontos sem vitória contra o maior rival, o futebol apontado um dia como o melhor do mundo sofre problemas com o esquema de jogo armado pelo técnico José Mourinho.

O clássico dessa quarta-feira será o terceiro da série de confrontos entre as duas equipes nestas duas semanas. O primeiro encontro, no dia 16 de abril, foi pelo Campeonato Espanhol, o menos importante levando-se em consideração o título antecipado do Barcelona na competição, e o empate pelo placar mínimo serviu como base para o que viria a seguir. A final da Copa do Rei disputada no dia 20 garantiu o título do torneio para o Real Madrid, após um jogo muito dramático decidido apenas na prorrogação com o gol salvador de Cristiano Ronaldo, e criou-se no Barcelona um clima desconfortável jamais visto nesta temporada.

O polêmico treinador José Mourinho duvidou da invencibilidade do esquema tático usado pelo técnico Josep Guardiola e afirmou que o Real Madrid está melhor atualmente. A forte marcação imposta pelo português aos merengues, exigindo demais dos volantes Xabi Alonso, Khedira e zagueiros Pepe e Ricardo Carvalho, anulou as jogadas de ataque da equipe comandada por Messi dentro de campo. Em apenas uma semana e meia, a superioridade do Barcelona, outrora indiscutível, foi questionada pelos maiores veículos de imprensa na Espanha.

Para tentar amenizar a situação, o meia espanhol Andrés Iniesta declarou em entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira que o elenco está bastante focado para a importante partida dessa quarta-feira e negou qualquer crise devido aos maus resultados obtidos contra o rival:

– Serão duas partidas com muita tensão e muito contato. O importante é que sabemos bem das coisas e sabemos contrabalançar as coisas boas do Madrid. Não creio que exista um momento de dúvida. Este não é um momento crítico. Nós temos que centrar em nosso jogo defensivo e no ataque – afirmou o jogador que sonha em estar na final do torneio, no estádio Wembley, em Londres.

O clássico válido pelo jogo de ida da semifinal da Copa dos Campeões promete ser um dos mais emocionantes de todos os tempos. De um lado, Cristiano Ronaldo e José Mourinho, do outro, Messi e Josep Guardiola. Talvez o confronto não defina apenas qual equipe irá para a final de um dos maiores torneios de clubes no mundo, mas pode significar quem terá a hegemonia na Espanha durante os próximos anos.

Confira a cobertura completa desse grandioso clássico aqui, no Jornalismo FC.





Com espetáculo de Kaká, Valencia é goleado pelo Real Madrid

23 04 2011

Mesmo jogando fora de casa e com time reserva, equipe ganha com grande atuação do brasileiro

Por Luiz Queiroga


Antes do confronto decisivo contra o Barcelona pela Liga dos Campeões, o Real Madrid entrou em campo neste sábado pelo Campeonato Espanhol e não teve dificuldades de vencer o Valencia por 6 a 3. Jogando na casa do adversário, o time reserva dos merengues foi comandado por Kaká e o argentino Higuaín. Mesmo com a goleada, o resultado não servirá de nada para o restante da competição, uma vez que o time de Messi lidera com folga na ponta da tabela, com oito pontos de diferença.

Em Mestalla, a equipe do técnico José Mourinho não se intimidou com a força da torcida adversária e tomou conta do meio campo da partida. O Real abriu o placar aos 22 minutos, com o gol do francês Benzema após passe de Higuaín. Oito minutos depois, o argentino marcou o segundo. Aos 38, ele apareceu novamente e cruzou rasteiro para Kaká marcar o terceiro da partida. Na comemoração, o brasileiro colocou a bola por baixo da camisa, simulando a barriga da esposa Carol Celico, grávida de sete meses de Isabella.

Ainda no primeiro tempo, foi a vez de camisa 8 tocar para Higuaín marcar novamente. Logo em seguida, o argentino marcou o quinto. Com o placar elástico, o Valencia acordou para a partida e descontou após passe de Jonas para o atacante Soldado. O Real, porém, atacou novamente e Kaká recebeu a bola dentro da área, driblou Stankevicius e chutou no canto do gol, anotando o sexto da equipe na jogada mais linda da partida. Antes do término do confronto, o Valencia marcou mais duas vezes, com Jonas e Jordi Alba.

– Não foi um ano muito bom pessoalmente, tive muitos problemas, com cirurgias. Mas agora, aos poucos, eu estou recuperando a forma, não senti dor, estou me soltando aos poucos. Esse é meu objetivo pessoal – declarou Kaká, em entrevista concedida ao jornalista Paulo Calçade, na rádio Estadão ESPN.

Agora todas as atenções do Real Madrid serão focadas na Copa dos Campeões. Na competição europeia, a equipe de Mourinho irá enfrentar o Barcelona, de Josep Guardiola, na próxima quarta-feira, 27 de abril, no primeiro jogo da semifinal.

– Serão espetaculares estes confrontos com o Barcelona. É um clássico mundial, todo o mundo assiste, todo o mundo quer ver e todo o jogador quer participar. Eu posso aos poucos estar conquistando a confiança do Mourinho, para que ele possa estar me usando nesses jogos importantes e decisivos. Mas da forma como ele quiser me usar eu estou aqui para ajudar. O mais importante é eu ir conquistando oportunidades como eu tive hoje – comentou o brasileiro.

Confira os jogos e resultados da 33ª rodada do Campeonato Espanhol:

Sábado
Valencia 3 x 6 Real Madrid
Barcelona 2 x 0 Osasuna
Athletic Bilbao x Real Sociedad

Domingo
Hércules x La Coruña
Mallorca x Getafe
Racing Santander x Málaga
Sporting Gijon x Espanyol
Atlético de Madri x Levante
Sevilla x Villarreal

Segunda-feira
Zaragoza x Almería








%d blogueiros gostam disto: