Mercado de transferências na França: Bilionários investem pesado em centroavantes

7 09 2013

Com investimento mais baixo, Lyon e Marselha jogam para surpreender na Ligue 1

Por Gustavo Soler

Paris Saint-Germain

Furacão Cavani será o novo companheiro de ataque do sueco Ibrahimovic (Foto: Getty images)

Furacão Cavani será o novo companheiro de ataque do sueco Ibrahimovic (Foto: Getty images)

Atuais campeões do Ligue 1, o bilionário sheik Nasser investiu 113 milhões de euros para montar uma equipe que brigará com os gigantes europeus pelo título da Champions League. A principal contratação do time da capital francesa foi o atacante uruguaio Cavani. O camisa 9 custou 63 mi aos cofres do PSG.

Ao lado de Cavani, garotos Digne e Marquinhos são as apostas do PSG (Foto: Divulgação / Site oficial do PSG)

Ao lado de Cavani, garotos Digne e Marquinhos são as apostas do PSG (Foto: Divulgação / Site oficial do PSG)

Junto com o centroavante, o Paris Saint-Germain investiu em dois jovens que apareceram muito bem na última temporada. Um deles foi o brasileiro Marquinhos, ex-Corinthians e peça fundamental no sistema defensivo da Roma em 2013. O novo camisa 5 custou 35 milhões de euros. O outro garoto é o lateral esquerdo francês Digne. Por 15 mi os campeões nacionais o trouxeram do Lille.

Time base: Sirigu, Jallet (Van Der Wiel), Thiago Silva, Marquinhos e Maxwell (Digne); Verratti, Matuidi, Lucas e Pastore; Ibrahimovic e Cavani.

Técnico: Laurente Blanc.

Expectativa na Ligue 1: Título.

Olympique de Marselha

Com o vice-campeonato na última temporada, a equipe do Marselha corre por fora na disputa pelo título do Campeonato Francês com os bilionários PSG e Mônaco. A equipe treinada por Élie Baup apostou em jovens promessas do país para esta temporada, sendo a principal contratação o meia-atacante Payet, ex-Lile.

Além do Payet, o Marselha também trouxe o seu companheiro de ataque Thauvin por 15 milhões de euros. O lateral esquerdo Mendy, ex-Le Havre, o volante Imbula, ex-Guingamp, e o atacante Lemina, do Lorient, também chegaram ao clube.

Time base: Mandanda, Fanni, N’Koulou, Diawara (Lucas Mendes) e Morel; Cheyrou, Imbula, Payet, Valbuena e André Ayew; Gignac (J. Ayew).

Técnico: Élie Baup.

Expectativa na Ligue 1: Vaga na Champions League.

Lyon

Mantendo a base na última temporada e apostando no talento dos seus jogadores da base, o Lyon não teve grandes investimentos na temporada, tendo contratado apenas o lateral esquerdo Bedimo, do Montpellier, por 2 milhões e euros e pego por empréstimo o lateral direito Miguel Lopes.

Time base: Anthony Lopes, Miguel Lopes, Bisevac, Umit e Bediimo; Gonalons, Mvuemba, Gourcuff e Grenier; Lacazette e Gomis.

Técnico: Rémi Garde.

Expectativa na Ligue 1: Vaga na Champions League.

Mônaco

Falcão foi a grande contratação da equipe do principado (Foto: Getty images)

Falcão foi a grande contratação da equipe do principado (Foto: Getty images)

A equipe se tornou o novo bilionário sensação da temporada. Após o regresso à primeira divisão da França, o Mônaco investiu para montar um time forte e competitivo. A principal contratação foi o atacante Falcão, ex-Atlético de Madri, custando 60 milhões de euros.

Companheiros de Falcão no Porto, James Rodriguez e João Moutinho também são destaques do novo rico (Foto: Divulgação / Site oficial do Mônaco)

Companheiros de Falcão no Porto, James Rodriguez e João Moutinho também são destaques do novo rico (Foto: Divulgação / Site oficial do Mônaco)

Além do centroavante, o também colombiano James Rodriguez, do Porto, e o seu companheiro João Moutinho chegaram ao time do principado. Os experientes Ricardo Carvalho, Toulalan e Abidal chegaram à Mônaco para serem os líderes do time. Além deles, os jovens Kondogbia e Martial, e o goleiro argentino Romero foram apresentados ao clube.

Time base: Romero, Fabinho, Ricardo Carvalho, Raggi (Kurzawa) e Abidal; Toulalan, Kondogbia, João Moutinho; James Rodriguez, Falcão e Ocampos.

Técnico: Claudio Ranieri.

Expectativa na Ligue 1: Título.

Anúncios




Mônaco acaba com a especulação e anuncia contratação de Falcao

31 05 2013

Falcao é a quarta contração do clube do principado nesta janela de transferências

Por Renato Fugulin

Depois de ser o principal nome do Atlético de Madrid nas duas últimas temporadas, Falcao irá jogar defender o Mônaco na Ligue 1. Foto: Getty Images

O Mônaco anunciou esta tarde no seu site oficial a contratação do atacante Radamel Falcao. Os valores da transferência não foram divulgados, mas especula-se que o clube monegasco tenha pago cerca de 60 milhões de euros (aproximadamente R$ 166,2 milhões) ao Atlético de Madrid para contar com os serviços de “El Tigre”.

“O Mônaco está muito feliz em anunciar que chegou a acordo com o Atlético de Madrid e com o jogador Radamel Falcao. Falcao, 27, assinou por cinco temporadas”, informa o site do Mônaco.

O dono e presidente do clube do principado, Dmitry Rybolovlev, também deixou o seu comentário a respeito da contratação. “Estamos muito felizes por Falcao ter escolhido o Mônaco como seu futuro desafio. É um orgulho para nós ter um dos melhores jogadores do mundo em nossos quadros”, afirmou ao site oficial.

Em um vídeo presente na página do Mônaco, Falcao diz estar “feliz por transferir-se para o Mônaco e também por vestir a sua camisa”.

Não é de hoje que Falcao chama a atenção de grandes clubes do Velho Continente. Chelsea, Barcelona e Manchester City foram os principais clubes a serem ligados ao colombiano. No entanto, os milhões do Mônaco aumentaram as especulações em torno do futuro de “El Tigre”. Na noite de ontem, Vadim Vasilyev, CEO do clube gaulês, confirmou à rádio francesa RMC que as negociações por Falcao estavam “avançadas”.

Depois de duas temporadas com a camisa do Porto, Falcao foi contratado em 2011 pelo Atlético de Madrid para substituir Sergio Agüero. Sagrou-se o artilheiro do “Atleti” nas duas temporadas a serviço dos rojiblancos, ajudando o clube da capital espanhola a vencer a Supercopa Europeia – marcou três gols na vitória por 4 a 1 frente ao Chelsea – e a Europa League – foi artilheiro do torneio, com 12 gols -, ambas em 2012.
Nesta última temporada, foi campeão da Copa do Rei – fez o passe para o gol do brasileiro Diego Costa, o primeiro na vitória por 2 a 1 contra o arquirrival Real Madrid – e marcou 28 gols no Campeonato Espanhol, ficando somente atrás de Cristiano Ronaldo (34) e Lionel Messi (46).

Falcao é a quarta contratação do Mônaco para a temporada que marca o regresso do clube à Ligue 1. Antes, o emblema monegasco havia assegurado as transferências dos meias João Moutinho e James Rodríguez, ambos provenientes do Porto, e do zagueiro Ricardo Carvalho, que não teve o seu contrato prolongado pelo Real Madrid.





‘Novo rico’ do futebol francês, Mônaco contrata Ricardo Carvalho, ex-Real Madrid

28 05 2013

Português é o terceiro reforço da equipe monegasca para a próxima temporada. Contrato é de um ano com opção de renovação para outro

Por Pedro Orioli

Carvalho faz parte dos ambiciosos planos do russo Dmitry Rybolovlev, que comprou a equipe em 2011. (Foto: Site Oficial/AS Mônaco)

“Bem-vindo, Ricardo Carvalho”. Em português, o Mônaco anunciou o seu terceiro reforço para a próxima temporada. O zagueiro luso terá a companhia do também português João Moutinho, e do colombiano James Rodríguez, ambos vindos do Porto.

– Estou muito feliz de unir-me ao Mônaco e participar desta nova aventura. É um novo objetivo para mim – disse o defensor.

Aos 35 anos, o zagueiro deixou o Real Madrid ao fim do seu contrato, após três anos, e três títulos. Carvalho também teve passagens por grandes clubes, como Porto e Chelsea.

A “nova aventura” em que o português se refere, é o projeto do clube francês apresentado para a próxima temporada. Comprado em 2011 pelo magnata russo Dmitry Rybolovlev, o Mônaco tem o objetivo de rivalizar com o Paris Saint-Germain no futebol francês. Segundo a imprensa local, o clube planeja investir um total de 200 milhões de euros (aproximadamente R$ 522 milhões) para reforçar o seu elenco.

Carvalho em reunião com os diretores do clube francês. (Foto: Site Oficial/AS Mônaco)

O Mônaco também pretende anunciar nos próximos dias, o atacante Falcao García do Atlético de Madrid, pela bagatela de € 60 milhões (R$ 159 milhões), sendo assim, a maior contratação da história do futebol francês. O jogador, inclusive, já passou nos exames médicos e só aguarda o anúncio.





#JFCemLondres: Yamaguchi Falcão derrota campeão mundial e garante no mínimo um bronze para o Brasil

8 08 2012

Boxeador brasileiro faz ótimo combate, derrota o favorito a medalha de ouro e assim como o irmão Esquiva, avança às semifinais 

                                                                                                             Por Leonardo Perri

Yamaguchi Falcão garantiu uma medalha de bronze para o Brasil (Foto: Reuters)

O confronto contra o campeão mundial e atual número 1 do mundo na categoria até 81 kg não era fácil, mas o brasileiro Yamaguchi Falcão surpreendeu a todos e, com uma ótima estratégia de luta, derrotou o cubano Julio La Cruz Peraza por 18 a 15 e garantiu ao menos mais uma medalha de bronze para o Brasil na modalidade.

O combate começou muito equilibrado com o primeiro assalto terminando em 4 a 4. No segundo, o brasileiro conseguiu impor a sua luta e, com bons golpes de direita além de uma guarda bem fechada, venceu o segundo round por 6 a 5.

No último e decisivo assalto, Falcão tomou uma postura mais cautelosa em relação a luta e passou a esperar os ataques do cubano que continuavam não entrando, para depois contra atacar. Tática que funcionou muito bem e deu a vitória no último round por 8 a 6. Ao final, 18 a 15 para o brasileiro.

– Estou com vontade até de sentar no chão e chorar! É f…. É uma emoção nem por ter conseguido a medalha, mas por vencer o cubano, que é o melhor do mundo. É uma honra não só para mim, mas para a família Touro Moreno completa – extravasou Yamaguchi logo após a vitória, em entrevista ao SporTV.

Brasileiro teve uma ótima luta e avançou à semifinal (Foto: Reuters)

A vitória de Yamaguchi garantiu um feito para a família Falcão. Esquiva, que é irmão de Yamaguchi, também garantiu uma medalha de bronze para o boxe brasileiro e fez com que os irmãos se igualassem a Murilo e Gustavo, do vôlei, Torben e Lars Grael, da vela, e Tande e Adriana Samuel, do vôlei e vôlei de praia como atletas da mesma família que ganharam uma medalha olímpica.

Mas o feito dos boxeadores brasileiros pode ser ainda maior. Eles podem igualar os irmãos americanos Leon e Michael Spinks que conquistaram cada um uma medalha de ouro em suas categorias. Mas para alcançar esse feito, Esquiva terá que passar pelo britânico Anthony Ogogo enquanto Yamaguchi vai encarar o russo Egor Mekhontcev. Se vencerem, avançam para final em busca do ouro.

 





Bahia está próximo de anunciar Paulo Roberto Falcão como novo técnico

6 02 2012

Paulo Roberto Falcão está 80% fechado para ser o novo técnico do Bahia

Por: Felipe Lemos

Falcão e Julinho Camargo, na época pelo Internacional. Foto: Correio do Povo

A diretoria do Bahia está muito próxima de acertar a contratação do treinador Paulo Roberto Falcão, que treinou o Internacional no ano passado. O nome de Falcão surgiu logo após a demissão de Joel Santana, que está indo comandar o Flamengo.  Já Paulo Roberto está sem clube desde julho do ano passado quando foi demitido do Colorado.

No entanto, a reportagem do JornalismoFC apurou com exclusividade que o único empecilho que falta para o Departamento de Futebol do Bahia contratar Falcão é o tempo de contrato que ainda está em vigência, porém o salário já está acertado e apalavrado com o presidente Marcelo Guimarães.

A diretoria do Bahia acredita que a negociação está 80% fechada com o novo técnico, com a intenção de ser anunciado nesta semana. Paulo Roberto Falcão já estuda levar seu auxiliar técnico Julinho Camargo, que também teve uma passagem muito rápida pelo Grêmio na temporada passada.





Recusa de Mario Fernandes reflete falta de prestígio da seleção

27 09 2011

Jogador gremista vira notícia ao dizer não a convocação da CBF para a disputa da Copa Rocca.

Por Fábio Marcondes

Jogador gremista se recusa a participar do grupo convocado por Mano e vira manchete pelo país. Fonte: Site Oficia do Grêmio.

Há tempos que a seleção “brasileira” vem sofrendo mudanças e isso fica muito claro a cada convocação. O amor a camisa verde e amarela se resume hoje aos euros que a multinacional que fornece os uniformes (horríveis por sinal) coloca nas mãos da CBF.

O ápice dessa situação vem à tona quando um atleta se recusa publicamente a defender as cores de seu país dentro das quatro linhas. O que era paixão, virou negócio. E o que poderia se tornar sonho,virou obstáculo.

Mário Fernandes está errado? Não! Está corretíssimo. Há muitos anos que a CBF abandonou o Brasil e os brasileiros. O futebol brasileiro perdeu status e, a cada ano que passa, perde a referência. O que era tido como futebol pentacampeão mundial, temido e respeitado por todas as outras nações, é visto como um futebol comum e burocrático, que não mete medo em mais nnguém.

Quem dera outros jogadores tivessem a mesma coragem de fazer essa recusa. Está mesmo na hora de uma virada de mesa, uma nova filosofia.

A mais de um século que não se vê renovação alguma. Tudo a que se refere a CBF é repleto de escândalos, denúncias e afins.

O futebol brasileiro perdeu o glamour, onde quer que se apresente, não existe mais a força e o poderio da ‘amarelinha’. Transformou-se em algo comum. Quantos outros Mários Fernandes espalhados pelo continente esperam por uma chance que nunca veio? E quantos outros queriam ter essa mesma coragem?

Vende-se a seleção brasileira como se vende um quilo de pescoço de frango num açougue qualquer de esquina. Renovação? Só se for para inglês ver (se é que eles perdem tempo vendo esse arremedo de time em campo). Todo evento no qual o Brasil disputa ,a torcida fica a ver navios, pois, a seleção nunca se apresenta a sua nação, a não ser pelas ondas dos satélites de TV.

Garrincha, Pelé, Zagallo, Carlos Alberto Torres, Rivellino, Vavá, Zizinho, Djalma Santos entre outros entraram para a galeria das memórias de quem teve a honra de vê-los jogar em terras brasileiras. Se perguntar ao menino que passa na rua hoje, o seu ídolo do futebol é simplesmente Lionel Messi. Ninguém se lembra de Zico, de Roberto Dinamite, de Éder Aleixo, de Falcão, de Cerezo, Sócrates, Raí entre tantos outros e por quê?

Porque não lhes foi dado o direito de ir a qualquer estádio no país para ver um desses jogadores do passado (não muito distante) e do presente, mostrarem a força e a categoria do futebol que se perdeu na arrogância e na soberba de seus comandantes.

Mario Fernandes fez o que muitos brasileiros já o fizeram e faz tempo: fechou o coração para a seleção brasileira. E quem não estiver de acordo, que atire a primeira pedra.





Técnico do Porto rescinde contrato e fica mais próximo do Chelsea

21 06 2011

André Villas-Boas deverá seguir o mesmo caminho que José Mourinho

Por Renato Fugulin

André Villas-Boas

André Villas-Boas deverá rumar ao Chelsea depois de rescindir o seu contrato com o Porto. Foto: Jamie Mcdonald/Getty Images

O Porto comunicou hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que André Villas-Boas, técnico da equipe principal, pagou a multa rescisória existente no seu contrato, fixada em 15 milhões de euros (R$ 34,3 milhões). Assim, o treinador de 33 anos está livre para assinar por qualquer clube, com o Chelsea sendo o destino provável.

A imprensa portuguesa noticiou ontem a investida dos “Blues” pelo jovem comandante. Para que a transferência seguisse adiante, Roman Abramovich, dono do Chelsea, teria que desembolsar 15 milhões de euros (R$ 34,3 milhões), algo que só aconteceu na manhã de hoje.

O “Special Two”, como foi apelidado pela imprensa inglesa – em alusão a José Mourinho, de quem foi auxiliar no time inglês e também na Internazionale – era pretendido pela Internazionale para assumir o cargo vago no comando dos nerazzurri.

Com a transferência de Villas-Boas praticamente consumada, especula-se agora quem ele irá levar consigo para o Chelsea. Claudio Mossi, agente do atacante colombiano Falcao, artilheiro da última Liga Europa vencida pelo Porto, disse ontem ao site Goal.com que  “se Villas-Boas for o novo treinador do Chelsea é normal que os jogadores que lhe são mais próximos possam segui-lo. Mas neste momento ainda ninguém me contatou do Chelsea, embora essa opção seja do agrado do jogador”.

Além de Falcao, o meia João Moutinho e o atacante Hulk também deverão ser alvos do Chelsea. No entanto, o Porto não quer vender os seus principais jogadores por valores inferiores aos das multas rescisórias. Falcao possui uma cláusula de 30 milhões de euros (R$ 68,9 milhoes), a de João Moutinho está estipulada em 40 milhões (R$ 91,8 milhões), enquanto que a de Hulk está avaliada em 100 milhões de euros (R$ 229 milhões).

 Leia abaixo o comunicado do Porto à CMVM:

“A Futebol Clube do Porto – Futebol, SAD, nos termos do artigo 248º nº1 do Código dos Valores Mobiliários, vem informar o mercado que a Futebol Clube do Porto – Futebol, SAD foi hoje notificada da intenção do seu treinador, André Villas Boas, de resolver, sem justa causa, o contrato de trabalho desportivo em vigor com esta sociedade, acionando a respectiva cláusula de rescisão, de imediato.

Nesta conformidade, o contrato de trabalho será considerado, por esta sociedade, resolvido, com o depósito da quantia aí prevista.

O Conselho de Administração

Porto, 21 de Junho de 2011″








%d blogueiros gostam disto: