Mercado de transferência na Espanha: Real Madrid e Barcelona prometem polarizar a briga pelo título

9 09 2013

Atlético de Madrid, Valencia e Real Sociedad correm por fora e devem disputar as outras duas vagas para a Champions League

Por João Siqueira

Real Madrid

Gareth Bale, o homem de 100 milhões de euros, agora pertence ao Real Madrid (Fonte: Daily Star)

 

O time do recém-contratado Carlo Ancelotti teve que lidar com a saída de Mesut Özil, Gonzalo Higuaín, Kaká, Raul Albiol e Callejón, mas tudo indica que a ausência desses jogadores não será um problema. A chegada dos jovens Isco e Ilarramendi é vista pela torcida como essencial para recomposição e reformulação do elenco. Além disso, com a contratação do astro Gareth Bale junto ao Tottenham, Cristiano Ronaldo terá uma grande companhia no ataque e o time do Real Madrid deve, finalmente, fazer frente ao grande elenco do Barcelona e apimentar ainda mais a briga pelo título.

Time base: Casillas (Diego López); Daniel Carjaval, Sergio Ramos, Pepe e Marcelo; Khedira, Isco, Cristiano Ronaldo, Gareth Bale, Modric; Benzema.

Técnico: Carlo Ancelotti

Expectativa na LFP: Título.

Barcelona

Messi e Neymar, agora juntos, prometem desestabilizar as defesas adversárias (Fonte: Fox Sports)

Os defensores do título da LFP prometem lutar pela conquista do bi-campeonato espanhol. A chegada de Neymar promete suprir facilmente a saída de David Villa para o Atlético de Madrid. O novo comandante do time catalão – Gerardo Martino – promete resgatar o vistoso futebol que encantou o mundo com sua posse de bola altíssima, troca de passes, marcação pressão e velocidade.

Além do brasileiro, o Barça contou com a ascensão de várias promessas da base ao time profissional. A ausência de uma defesa sólida talvez seja um problema para o elenco de Martino, mas, sem dúvidas, o elenco catalão é, ao lado do Real Madrid, um dos favoritos ao título.

Time base: Valdés; Dani Alves, Mascherano, Piqué e Jordi Alba (Adriano); Busquets, Xavi e Iniesta (Fabregas); Neymar (Pedro), Sanchéz e Messi.

Técnico: Gerardo Martino

Expectativa na LFP: Título.

Atlético de Madrid

David Villa chega ao time de Madrid com um baixíssimo custo (Fonte: Teamtalk.com)

O Atlético de Madrid, apesar de ter perdido a sua maior estrela, Falcao García, contará com os gols e a presença de David Villa, que chegou por apenas 2,1 milhões de euros. O time que conseguiu manter Diego Costa e trazer Léo Baptistão ainda se fortaleceu defensivamente. Com a chegada da grande promessa belga, o goleiro Courtois, a defesa do time de Madrid, que atualmente já conta com Miranda e Godín, promete ficar ainda mais sólida.

Time base: Courtois; Juanfran, Miranda, Godín e Filipe Luis; Gabi, Mario Suárez, Koke e Turan (Léo Baptistão); Diego Costa e David Villa.

Técnico: Diego Simeone

Expectativa na LFP: Vaga na Champions League

Valencia

O experiente Hélder Postiga chega para comandar o ataque ao lado do brasileiro Jonas (Fonte: Getty Images Europe)

O Valencia lidou com a perda de Soldado – atacante da seleção espanhola – para o Tottenham. Para suprir a vaga deixada no ataque, a diretoria buscou o português Hélder Postiga, que deve comandar o ataque do Valencia ao lado de Jonas. A chegada de Oriol Romeu para o meio-campo pode auxiliar as belas atuações de Banega, camisa 10 e responsável pela armação e criação de jogadas. Além disso, o brasileiro Diego Alves tem apresentado atuações espetaculares e tudo indica que será um dos melhores goleiros da temporada 2013/14.

Time base: Diego Alves; João Pereira, Rami, Ricardo Costa e Guardado; Javi Fuego, Banega, Sergio Canales e Michel; Jonas (Pabón) e Hélder Postiga.

Técnico: Ernesto Valverde

Expectativa na LFP: Vaga na Champions League

Real Sociedad

Haris Seferovic, um dos poucos investimentos do Real Sociedad para a temporada 2013/14 (Fonte: UEFA)

O Real Sociedad, para a temporada 2013/14, não realizou muitos investimentos. Os únicos contratados foram o jovem Haris Seferovic e Granero e Cote que chegaram por empréstimo. Sem grandes negócios, a perda de Ilarramendi não aparenta ser um obstáculo para a equipe que conseguiu a classificação para a Champions League na última temporada.

Mantendo a base do time da temporada passada e confiando no mexicano Carlos Vela, o Real Sociedad espera figurar na parte de cima da tabela durante todo o campeonato.

Time base: Claudio Bravo; Dani Estrada, Ansotegi, Íñigo Martínez e De la Bella; Bergara, Xabi Prieto e Zurutuza; Griezmann (Granero), Carlos Vela e Seferovic.

Técnico: Jagoba Arrasate

Expectativa na LFP: Vaga na Champions League

Anúncios




Jeitinho “rossonero”

3 09 2013

Milan aposta em contratação a baixo custo de jogadores que já valeram muito

 

Por Matheus de Andrade

Quando Kaká foi comprado pelo Milan, por 8,5 milhões de euros (21,25 milhões de reais), o valor foi considerado extremamente baixo pelos torcedores são paulinos, e pela imprensa brasileira. Até o presidente do “rossonero” considerou a contratação como barata, dizendo que Kaká foi levado por “preço de banana”.

 Kaká, de volta ao Milan, será mais um bom negócio do clube de Milão?  (Foto: AP)

Kaká, de volta ao Milan, será mais um bom negócio do clube de Milão? (Foto: AP)

Dentro de campo, o brasileiro correspondeu. Foi o grande destaque do Milan na conquista da Champions League de 2007, sendo eleito o melhor jogador do mundo naquele ano. Kaká virou ídolo na Itália e, em 2009, o Real Madrid resolveu levar o jogador para a Espanha, em uma transferência de cerca de 69 milhões de euros (172,5 milhões de reais), quase oito vezes o que o clube de Milão pagou ao São Paulo pelo jogador.

O que era a quarta maior contratação da história do futebol, até então, se tornou uma das maiores decepções do esporte. Kaká não conseguiu se firmar no clube madrileno por várias razões, como as constantes lesões e as desavenças com o técnico José Mourinho, até o Milan levar o jogador de volta para o futebol italiano, no último dia da janela de transferências no país. O brasileiro foi sem custos ao clube de Milão, e ainda aceitou uma redução salarial para se juntar ao “rossonero”.

Mas este não foi o primeiro negócio do clube italiano envolvendo a contratação de jogadores desvalorizados em outros clubes. Robinho foi para o Manchester City, após uma passagem conturbada pelo Real Madrid. O clube inglês pagou algo em torno de 40 milhões de euros (quase 100 milhões de reais). Após insucesso em Manchester, o Milan levou o brasileiro para a Itália por 18 milhões de euros (45 milhões de reais).

Ibrahimovic é mais um caso. Em 2009, o Barcelona pagou cerca de 68 milhões de euros (170 milhões de reais), mais Samuel Eto’o, pelo sueco. Com problemas no clube catalão, o Milan pegou o jogador por empréstimo e, depois de uma boa temporada, contratou o sueco por definitivo por 24 milhões de euros (cerca de 60 milhões de reais).

Atuais destaques do “rossonero”, Balotelli e Montolivo também podem ser enquadrados neste perfil. O primeiro, com a forte concorrência no City, foi para o clube italiano, onde foi fundamental na conquista da vaga na Champions League desta temporada; Montolivo chegou sem custos ao Milan, e virou peça importante na equipe.

Balotelli, exemplo de negócio a baixo custo que deu certo em Milão.  (Foto:Valerio Pennicino/Getty Images)

Balotelli, exemplo de negócio a baixo custo que deu certo em Milão. (Foto:Valerio Pennicino/Getty Images)

Nem sempre dá certo

Até agora foram citados exemplos de contratações que deram certo, mas evidentemente, algumas não foram tão bem no clube italiano. Rivaldo representa esta situação: no Barcelona, o jogador chegou a ser eleito melhor do mundo, no entanto, em 2002, rompeu com o clube catalão e foi sem custos para o “rossonero”. Sem sucesso na Itália, o jogador foi para o Cruzeiro em 2004.

Ídolo do Milan, Shevchenko fechou em 2006 sua contratação junto ao Chelsea, por 30 milhões de libras (cerca de 90 milhões de reais). O jogador oscilou muito no clube inglês, mas nunca se firmou em Londres. Em 2009, o “rossonero” acertou o empréstimo do ucraniano, que ficou muito longe das atuações que o consagraram em Milão, retornando ao Chelsea no ano seguinte, situação bem semelhante a encontrada pelo argentino Crespo, contratado pelo Chelsea, junto ao Parma, em 2003, por 28 milhões de euros (70 milhões de reais), o jogador foi por empréstimo para o Milan no ano seguinte, onde não se firmou.

Shevchenko na segunda passagem pelo Milan, custo inversamente proporcional a decepção.   (Foto:Reuters)

Shevchenko na segunda passagem pelo Milan, custo inversamente proporcional a decepção. (Foto:Reuters)

Exemplos para Kaká não faltam e o brasileiro terá nesta temporada a oportunidade de se tornar mais um da leva dos bons negócios do Milan. A missão é difícil: na Champions League, o grupo da equipe conta com mais três campeões continentais: Barcelona, Ajax e Celtic. Só o tempo dirá se o brasileiro foi mais uma vez contratado a “preço de banana”, ou se desta vez o Milan fez um “negócio da China”.

Bons negócios -os que deram certo – com o jeitinho italiano:

Ibrahimovic (2010-2012) comprado por 60 milhões de reais: Sem ser unanimidade no Barcelona de estrelas como Messi e Iniesta, o sueco voltou para a Itália, país onde já havia jogado por Juventus e Inter. Foi muito bem no “rossonero”, e acabou sendo negociado com o PSG.

Montolivo (2012-?) sem custos: Meia com várias passagens pela seleção italiana, inclusive disputando a Copa do Mundo de 2010, deixou a Fiorentina após oito temporadas para assinar com o Milan, sendo peça importante da equipe.

Balotelli (2013-?) por empréstimo: Torcedor “rossonero” declarado, desde que atuava pela Inter, o jogador foi para Milão após ficar sem espaço no Manchester City e foi fundamental ao Milan na última temporada.

Robinho (2010-?) 45 milhões de reais: Sem muito sucesso e acumulando polêmicas no Real Madrid e no Manchester City, Robinho foi para o Milan por um valor bem abaixo do que seus antigos clubes pagaram para contar com seu futebol. Alterna altos e baixos no clube italiano, mas já é o time europeu que o brasileiro ficou mais tempo.

Sem tanto sucesso:

Rivaldo (2002-2004) sem custos: O pentacampeão foi com muitas expectativas para Milão, principalmente após a Copa do Mundo de 2002, no entanto o jogador não se encontrou na Itália e foi para o Cruzeiro em 2004.

Crespo (2004-2005) por empréstimo: Sem corresponder às altas expectativas no Chelsea, o jogador foi emprestado ao Milan, clube no qual ficou apenas uma temporada,e decepcionou depois disso. O argentino nunca mais repetiu as boas atuações de quando jogava pelo Parma.

Shevchenko (2008-2009) por empréstimo: Um dos maiores ídolos da história do Milan, o jogador foi cedido pelo Chelsea, mas as atuações ficaram muito longe das sete temporadas que marcaram o jogador no “rossonero” ,retornando para a Inglaterra na temporada seguinte.





O “Efeito Neymar” na Espanha

17 08 2013

Quase três meses depois de confirmar sua ida para o Barcelona, Neymar já é um dos jogadores mais populares na Espanha; Imprensa e torcedores se mostram empolgados com novo camisa 11 culé

Por Gabriela Tomaseto

Neymar foi ovacionado  por mais de 56 mil torcedores no Camp Nou. (Foto: Reuters)

Neymar foi ovacionado por mais de 56 mil torcedores no Camp Nou. (Foto: Reuters)

 

Logo que anunciou a contratação de Neymar em seu site oficial, e bateu recorde de audiência (com mais de 1,6 milhão de visitantes), o Barcelona percebeu o poder de mídia do seu novo camisa 11. A primeira estratégia de marketing do clube foi criar uma conta oficial no Twitter, em português, com o objetivo de se conectar com os torcedores brasileiros e fãs do jogador. A apresentação do atacante no Camp Nou contou com mais de 56 mil torcedores e causou repercussão no mundo todo.  

Segundo o levantamento realizado pela R18 – empresa de comunicação e tecnologia – somente no dia 03/06, das 11h às 17h, foram quase 18 mil registros brasileiros sobre Neymar. Foram 12,4 mil no Twitter e 5,4 mil menções no Facebook, feitos por 15.524 usuários, sendo a maioria do sexo masculino (70%). Para se ter uma ideia, o primeiro jogo das quartas de final da Champions League deste ano, entre PSG e Barcelona, produziu 90,6 mil comentários nos perfis brasileiros entre 11h e 18h.

Neymar também está fazendo sucesso entre os torcedores espanhóis. Na FCBotiga, loja oficial do Barcelona – instalada no Camp Nou e em diversos pontos da cidade -, as camisas com o nome do jogador e o número 11 nas costas são encontradas tanto na entrada da loja e ao lado da de Messi, próximas a um grande escudo do time catalão e são vendidas por aproximadamente 100 euros (R$ 300) nas lojas e na internet.

O furor de clientes à procura das camisas é grande, mas os números das vendas dos produtos são mantidos em sigilo por “questões estratégicas”.

A camisa 11 de Neymar já virou febre entre os torcedores culés. (Foto: Luiz Carlos Wessler / Futura Press)

A camisa 11 de Neymar já virou febre entre os torcedores culés. (Foto: Luiz Carlos Wessler / Futura Press)

Dentro de campo, a imprensa espanhola também se mostra empolgada com a pré-temporada do jogador com a camisa azul-grená. O jornal Sport, de Barcelona, publicou que Neymar “já ganhou peso” na escalação do técnico Gerardo Martino. “Esteve muito ativo nos momentos em que atuou e a equipe buscou bastante as jogadas pela esquerda enquanto ele esteve em campo”, destacou.

Já o Mundo Deportivo, um dos jornais mais populares da Catalunha, dedicou uma matéria falando que a chegada do atacante brasileiro teria dado “motivação” aos companheiros de posição, principalmente a Pedro. Além disso, cita a busca por espaço de Alexis Sanchéz e Cesc Fábregas. Para a publicação, ambos têm aproveitado os minutos em amistosos para mostrar que merecem espaço na equipe, apesar da presença do camisa 11. Sergi Solé, redator do jornal, disse que Neymar “tem fome de competição” e pode ajudar Messi e companhia.

Mais discreto, o Marca, de Madrid, publicou que o ex-santista é a peça que faltava ao ataque do Barcelona e que deve formar o trio ofensivo titular durante a temporada com Messi e Pedro.

O Campeonato Espanhol começou neste sábado (17) com a vitória do Real Sociedad para cima do Getafe por 2 a 0, com gols de Carlos Vela e Haris Seferovic. A grande expectativa na competição, no entanto, é a presença de Neymar, que fará dupla com Lionel Messi, eleito o melhor jogador do mundo nos últimos quatro anos. O Barcelona estreia amanhã (18), contra o Levante, no Camp Nou, às 14h, no horário de Brasília. Neymar ficará no banco de reservas, para diminuir os riscos de sofrer alguma lesão.

“A chegada de Neymar ao Barcelona não foi normal. Ele veio logo após a Copa das Confederações, teve pouco tempo para treinar e se adaptar e viajou muito”, afirmou o treinador Gerardo Martino.





Torcedores do Santos vão ao CT Rei Pelé pedir a saída de dirigentes

4 08 2013

Presidente Luis Álvaro e o gerente de futebol Nei Pandolfo foram os principais alvos da manifestação. Lateral Léo foi o único a parar e tentar acalmar os presentes

Por Diogo Arraes

Depois da goleada sofrida na última sexta-feira (2), para o Barcelona por 8 a 0, no Camp Nou, pelo Troféu Joan Gamper, o Santos foi recebido na madrugada deste sábado (4) no CT Rei Pelé com muita pressão por parte de sócios e torcedores. Os mais criticados foram o presidente Luis Álvaro e o gerente de futebol Nei Pandolfo. No local, cerca de 30 pessoas, entre torcedores, sócios e conselheiros exibiram uma enorme faixa com os seguintes dizeres: “Membros do comitê de gestão renunciem”.

Torcedores pedem a saida do comite de gestao (Foto - Flavio Meireles)

Torcedores pedem a saida do comite de gestao (Foto – Flavio Meireles)

Entre os manifestantes estava Sandra Ferreira, sócia do clube há 38 anos e filha de Paulo Ferreira, ex-diretor de futebol do Peixe. Ela revelou a consternação do pai enquanto assistia à goleada por 8 a 0 aplicada pelo Barcelona.

– Eu vi o meu pai chorar como há muito tempo não via. Ele falou para mim: “Minha filha, no meu tempo o time não passava por isso” – relatou ao “Globoesporte.com”.

LEIA – Barcelona inicia a ”Tour da Paz

Policia faz a escolta do Santos na chegada ao CT Rei Pele (Foto - Flavio Meireles)

Policia faz a escolta do Santos na chegada ao CT Rei Pele (Foto – Flavio Meireles)

O lateral Léo, um dos mais experientes do time, foi o único a parar e conversar com alguns torcedores para tentar acalmá-los. O presidente Luis Álvaro tem mandato até o fim de 2014, caso ele e seu comite de gestão atendam os pedidos da torcida e renunciem o atual presidente do Conselho Deliberativo do clube, Paulo Roberto de Souza e Silva Schiff, assumiria interinamente com a missão de convocar uma assembleia em 60 dias para a formação de chapas para a eleição.

– Luis Alvaro, se você é torcedor do Santos de verdade, renuncie e deixe o Paulo Schiff convocar novas eleições – reivindicou o sócio Alexandro Soares, um dos responsáveis por levar a faixa exigindo a renúncia do Comitê de Gestão ao CT Rei Pelé.

Santos divulga nota oficial assumindo a culpa pela goleada sofrida

A diretoria do Santos divulgou, no início da noite deste sábado (3), um comunicado oficial lamentando a goleada sofrida pelo Alvinegro na sexta-feira – pelo Troféu Joan Gamper, o Peixe perdeu por 8 a 0 para o Barcelona – e afirmando que o revés ajudará o clube a se reconstruir.

Confira o comunicado na íntegra:

Derrota para o Barcelona será tratada como lição para voltarmos mais fortes

O Comitê de Gestão do Santos FC vem a público, diante de seus mais de 65 mil sócios e milhões de torcedores e fãs, assumir total responsabilidade pela derrota sofrida diante do Barcelona, na Espanha, nesta sexta-feira (2).

Temos consciência dos prejuízos na imagem do Clube, no Brasil e no exterior, e sabemos que nenhuma explicação, neste momento, vai apagar a tristeza dos que amam o Santos.

Nosso Clube é grande demais para se conformar com um resultado de 8 x 0, seja para quem for, independente da expressão do nosso adversário.

Por isso, mais do que uma derrota dura, temos que tratar o episódio como uma lição dolorosa.

O Santos FC teve capítulos igualmente negativos em seus 101 anos de vida, mas sempre conseguiu ressurgir com mais força. Assim é nossa história de superação. Desta forma nos tornamos bicampeões mundiais, o Clube mais vencedor das Américas no século passado e um dos mais vencedores de 2001 para cá, com cinco Paulistas, dois Brasileiros, uma Copa do Brasil, uma Recopa e uma Libertadores da América.

O resultado de ontem foi um golpe em nossa auto-estima, mas não apaga e nem condena a nossa história gloriosa e vencedora. Nosso desafio, a partir de agora, passa pela reconstrução da auto-estima do Clube e de nossos torcedores e fãs. Pela recuperação de nossa imagem aqui e no exterior.

Essa reconstrução vai acontecer dia após dia, jogo após jogo. Será difícil e encontrará obstáculos, mas não pode estar dissociada de nosso maior poder: o amor dos milhões de torcedores que temos ao redor do mundo e a simpatia de outros milhões de fãs.

Aprenderemos com a lição e voltaremos ainda mais fortes, como mostra nossa história e em respeito ao sentimento de tristeza que todos nós sentimos, hoje. Esse sentimento não será em vão.

Santos Futebol Clube

 





Após massacrar o Santos, Barcelona inicia o Tour da Paz

3 08 2013

Depois de golear o time alvinegro,  o elenco culé desembarcou em Tel Aviv na manhã deste sábado

Por Gabriela Tomaseto

O clube catalão visitou a Basílica da Natividade e levou os fãs ao delírio.  (Foto: AFP)

O clube catalão visitou a Basílica da Natividade e levou os fãs ao delírio. (Foto: AFP)

Após humilhar o Santos pelo placar de 8 a 0 e faturar a primeira taça na temporada (o Troféu Joan Gamper) na sexta-feira (02), o Barcelona desembarcou no Aeroporto de Tel Aviv  na manhã deste sábado (03) para o chamado “Tour da Paz”.

Como parte da pré-temporada, a equipe catalã visita o Oriente Médio com o objetivo de promover a paz entre israelenses e palestinos. Treinamentos com crianças e reuniões com políticos dos dois países estão na programação da delegação que conta com 132 pessoas (além de jogadores, comissão técnica e dirigentes, diversas pessoas foram convidadas).

Neste sábado (03), a equipe visitou a Basílica da Natividade, em Belém – de acordo com a tradição cristã, o local marcado por receber o nascimento de Jesus Cristo. Os atletas também se encontraram com o presidente palestino, Mahmoud Abbas, após a passagem pelo local.

Além do passeio cultural, o Barcelona receberá crianças palestinas no Estádio Municipal de Dura, perto do Hebrón, em Israel, para uma clínica de futebol onde os jovens terão a oportunidade de treinar com nomes como Lionel Messi, Andrés Iniesta, Xavi e Neymar.

Na próxima quarta-feira (07), o Barça fará um amistoso contra a seleção da Tailândia, no Estádio Nacional Rajamangala, em Bangkok. Depois, no sábado (10), a equipe enfrenta um combinado da Malásia, no Estádio Nacional Bukit Jalil, em Kuala Lumpur. No dia seguinte, a delegação visitará o Muro das Lamentações e se reunirá com o presidente israelense Shimon Peres.





Santos apresenta oficialmente Thiago Ribeiro, que pode estrear contra o Barcelona

29 07 2013

Atacante foi apresentado no CT Rei Pelé, nesta segunda

Por Camila Andrade

Atacante Thiago Ribeiro assinou contrato com o Santos até 2017

Thiago é apresentado ao Santos (Foto: Samir Carvalho/UOL Esporte)

O novo reforço do Santos, Thiago Ribeiro, foi oficialmente apresentado, nesta segunda-feira (29), no CT Rei Pelé. O atacante, foi comprado por cerca de 3 milhões de euros (R$ 8,73 milhões) e terá 100% dos direitos econômicos, em poder do clube santista.

Thiago, está na lista dos atletas que irão ao Camp Nou enfrentar o Barcelona, de Messi e Neymar, nesta sexta-feira, para um amistoso válido pelo Troféu Joan Gamper, e  já se prepara, junto ao elenco e falou sobre sua possível estréia diante do clube catalão.

NEGOCIAÇÕES JÁ ESTAVAM ADIANTADAS: Santos confirma que negociações com Thiago Ribeiro estão adiantadas

– Estrear contra o Barcelona é muito bom. È um dos melhores times do mundo hoje, conquistou tudo que podia conquistar. Estou muito feliz por estrear em um jogo como esse. Nesses dois anos que joguei na Itália, cresci muito taticamente. Acho que isso é importante em um jogo como esse. Temos que ocupar os espaços para não deixar o Barcelona jogar. Temos que entrar com personalidade e buscar jogar com a bola nos pés. Temos condições de fazer um bom jogo. Temos jogadores de qualidade para jogar também. – disse em coletiva.

O jogador ainda falou de enfrentar o ex-santista e atuar junto a Montillo, seu ex-companheiro no Cruzeiro.

– Maior jogador brasileiro na atualidade. Escreveu sua história no clube. Poder enfrentá-lo é um motivo de muita alegria. – sobre Neymar

– Jogamos um ano no Cruzeiro. Conseguimos desempenhar um grande futebol. Conheço muito bem o Montillo, muito rápido, habilidoso. Tem facilidade de colocar um companheiro na cara do gol. Ele sabe como gosto de jogar. Gosto de jogar fazendo muita movimentação. Espero poder me encaixar bem não só com o Montillo, mas com todos os outros jogadores. – falou sobre o ex-cruzeirense.

Thiago, de 27 anos, que estava no Cagliari, da Itália e já atuou no São Paulo e Cruzeiro, assinou contrato no clube santista até 2017. Feliz em vestir o manto do Peixe, diz ser admirador do clube.

– É muito bom chegar em um grande clube como o Santos com a confiança da direção e da comissão. Isso ajuda bastante. Graças a Deus, deu tudo certo. Estou muito feliz. Espero retribuir dentro do campo para ajudar o Santos. – diz, feliz.

– É um motivo de muita alegria defender um clube como o Santos, poder morar na cidade que conheço desde garoto. O Santos é um fábrica de craques. Sempre acompanhei, desde Robinho, Diego, agora Neymar, Ganso. Pra mim, fazer parte de um clube como esse é uma grande emoção e uma grande honra. – finalizou.





‘Se Messi e Neymar não puderem jogar juntos, o culpado sou eu’, diz Martino

26 07 2013

Novo técnico do Barcelona assume a responsabilidade de propiciar as condições necessárias para que tanto Messi como Neymar tenham espaço para brilhar

Por João Siqueira

Gerardo “Tata” Martino, novo técnico do clube catalão

O recém contratado e ex-técnico do Newell’s Old Boys, Gerardo Martino, chega ao Barcelona afirmando que se a dupla Messi e Neymar não vingar, a culpa será exclusivamente do dele. O treinador, que foi pupilo da escola de Marcelo Bielsa, teve uma boa passagem pela seleção paraguaia e uma ótima campanha na Libertadores 2013, na qual foi derrotado na semifinal nos pênaltis para o posteriormente campeão, Atlético-MG.

– Nem penso na possibilidade de Neymar e Messi não jogarem juntos. Posso dizer que se não derem certo, a culpa vai ser toda do treinador, e não dos atletas. Sou um treinador que se adapta ao elenco e aos jogadores que tenho em mãos. E assim vai ser no Barcelona – declarou o argentino, na apresentação.

Tanto Pep Guardiola, treinador do Bayern de Munique, quanto Fabio Capello, comandante da seleção russa, acreditam que a dupla de ataque tem tudo para dar certo e tornar o Barcelona um time que dificilmente será superado. Martino diz que sua missão no clube catalão é retomar o estilo de jogo ofensivo com grande valorização da posse de bola, pressão constante com marcação no campo do adversário e rápida retomada de bola. Além disso, o técnico, que assinou com o Barcelona por dois anos, pretende oferecer espaço para jogadores provenientes das fortes categorias de base do time.

Readquirindo as características citadas por Martino, o Barcelona obterá plenas condições para que Messi continue a exibir o belo futebol, o qual já lhe rendeu quatro bolas de ouro da FIFA, e para que Neymar se encaixe como uma luva nesse elenco que tem tudo para retomar o status de melhor time do mundo durante a temporada 2013/2014.








%d blogueiros gostam disto: