O ‘surpreendente’ Luverdense vence o Corinthians na Copa do Brasil; relembre algumas ‘zebras’ históricas da competição

22 08 2013

Entre tantas surpresas estão o Palmeiras eliminado pelo ASA, Santo André e Paulista campeões contra Flamengo e Fluminense, respectivamente

Por Diogo Arraes

Na noite desta quarta-feira (21) muitos torcedores corintianos pareceram não acreditar no que viram. O campeão mundial, da Libertadores e um dos candidatos ao título do Campeonato Brasileiro deste ano, perdeu para o Luverdense/MT, time da terceira divisão do brasileirão, por 1 a 0, em partida válida pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil. Além disso, Romarinho e Émerson Sheik foram expulsos e desfalcam a equipe para o jogo de volta, que acontecerá na próxima quarta-feira (28), no Pacaembu.

Parece mesmo que o abismo financeiro e estrutural entre as equipes muitas vezes desaparece quando um time ‘menor’ enfrenta uma equipe de maior expressão, na Copa do Brasil. O torneio começou em 1989 e, por diversas vezes, clubes considerados pequenos aprontaram contra os gigantes do futebol nacional.

Retrospectiva das surpresas na Copa do Brasil

Vasco x CSA

Em 1992 o Vasco tinha um bom time com Valdir, Edmundo e Roberto Dinamite. Enfrentou o CSA nas oitavas-de-final, no primeiro jogo em Alagoas houve empate por 3 a 3. Na partida de volta em São Januário o time carioca pressionou, mas acabou levando a pior com um gol do time alagoano. A partida terminou 1 a 0 e a Copa do Brasil acabou para o time cruzmaltino.

Vasco tinha um bom time, mas foi surpreendido pelo CSA. ( Foto: supervasco.com)

Vasco tinha um bom time, mas foi surpreendido pelo CSA. ( Foto: supervasco.com)

Palmeiras x ASA

No início de 2002, o Palmeiras nem imaginava que chegaria a ser rebaixado para a segunda divisão do brasileirão daquele ano. Estava na primeira fase da Copa do Brasil e se deparou com um time pouco conhecido de Alagoas, o ASA. No primeiro jogo em Arapiraca o time da casa ganhou por 1 a 0.

A partida de volta foi no estádio Palestra Itália e o Palmeiras tinha um bom time com Marcos, Arce, Alex e outros mais. O Verdão começou pressionando, fez 1 a 0, mas o ASA empatou. Com esse gol, os paulistas teriam que fazer 3 a 1 para se classificar para a segunda fase. Fizeram só 2 a 1 e o Palmeiras foi eliminado da competição. Uma das maiores zebras até hoje.

Verdão tropeçou no ASA em 2002 (Foto: jovempan.com.br)

Verdão tropeçou no ASA em 2002 (Foto: jovempan.com.br)

Flamengo x Santo André

O confronto era entre o Flamengo, grande campeão nacional, da Libertadores e Mundial e o Santo André, time modesto do ABC paulista. Tinha tudo para ser uma ‘barbada’, apesar de o time de São Paulo já ter eliminado Palmeiras e Atlético/MG, durante aquela Copa do Brasil de 2004.

Os dois chegaram à final, o primeiro jogo em Santo André terminou empatado por 2 a 2. O Flamengo tinha o goleiro Júlio César, Róger, Athirson e o técnico Abel Braga; além de um Maracanã com mais de 70 mil pessoas. Mas o ‘ramalhão’, como é conhecido o Santo André, não se abateu e marcou 2 a 0. O ABC paulista tinha um campeão inédito.

Santo André calou mais de 70 mil flamenguistas em 2004 (Foto: estadao.com.br)

Santo André calou mais de 70 mil flamenguistas em 2004 (Foto: estadao.com.br)

Fluminense x Paulista

Uma equipe que elimina Internacional, Cruzeiro e Botafogo chega com credenciais muito boas para uma final. Essa era a campanha do Paulista, time do interior de São Paulo, precisamente Jundiaí. Do outro lado havia o Fluminense, time de grande expressão e salários muito maiores que o time paulista. Esse era o cenário para os confrontos decisivos da Copa do Brasil de 2005.

O que ocorreu com o Flamengo no ano anterior estava fresco na memória do tocedor tricolor carioca, mas nem o mais pessimista acreditaria em uma derrota do Flu. O primeiro jogo aconteceu em Jundiaí, com vitória por 2 a 0 para o Paulista. Na partida de volta, em São Januário, o Fluminense se lançou ao ataque, mas o técnico da equipe paulista, Vagner Mancini, armou um esquema bem fechadinho e o time de Jundiaí conquistou a taça pela primeira vez, com um empate em 0 a 0.

Jogadores do Paulista comemoram o feito inédito diante do Fluminense (Foto: Gazeta Press)

Jogadores do Paulista comemoram o feito inédito diante do Fluminense (Foto: Gazeta Press)

O que o torcedor corintiano se pergunta é: ”Será que vamos entrar para esse ‘seleto’ grupo?”. O tempo e a partida de volta contra o Luverdense vão dizer se o Corinthians vai se comportar como time grande que é e passar de fase. Ou se a fábula de Davi e Golias vai ser adaptada aos tempos modernos e o time do Mato Grosso será mais uma surpresa na história da Copa do Brasil.

 

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: