Brasileirão dos ‘quarentões’, jogadores experientes se destacam no início da competição

6 08 2013

Alex, Seedorf, Forlán e Juninho Pernambucano mostram que a experiência aliada ao comprometimento e a boa forma física resultam em uma combinação perfeita

Por Diogo Arraes

O Campeonato Brasileiro de 2013 chegou a sua 11ª rodada e um fato chama atenção, os jogadores experientes estão se destacando e sendo essenciais para a campanha vitoriosa de suas equipes. Todos eles já passaram dos 30 anos e alguns estão próximos dos 40, mas atletas como Alex, Seedorf, Forlán e Juninho Pernambucano vem demonstrando que a vivência que eles tem no mundo do futebol tem sido muito importante.

Alex tem sido decisivo para o Coritiba no brasileirão (Foto: Andrey Heuler/Agif/Gazeta Press)

Alex tem sido decisivo para o Coritiba no brasileirão (Foto: Andrey Heuler/Agif/Gazeta Press)

Começamos por Alex, o meia esta prestes a completar 36 anos e iniciou sua carreira no Coritiba, passou por Palmeiras, Cruzeiro, Flamengo, Parma e Fenerbahçe time que atuou por 8 anos. Em Outubro de 2012 retornou ao Coritiba com a intenção de conquistar títulos com a camisa do Coxa.

Já ganhou o Campeonato Paranaense deste ano e está sendo primordial para a equipe no Brasileirão. Com ele o Coritiba fez 10 jogos, ganhou 5 e empatou outros 5. Alex fez 6 gols, é o artilheiro do time e vice-artilheiro do campeonato. Sem Alex, o Coritiba perdeu o seu único jogo, contra o Cruzeiro.

Outro jogador de destaque é o holandês Clarence Seedorf, ele tem 37 anos e já passou por Ajax, Sampdoria, Real Madrid, Intenazionale e Milan, equipe pela qual atuou por 10 anos. Casado com uma brasileira, ele aceitou a proposta do Botafogo em Junho de 2012 e a torcida o recepcionou com muita festa no aeroporto.

VEJA TAMBÉM: Sérgio Aguero oferece ajuda financeira ao Independiente

Neste ano de 2013, foi campeão estadual e o time aprendeu a jogar sob seu comando. É o homem de confiança do técnico Oswaldo de Oliveira e praticamente todas as bolas passam por ele. Fez 4 gols até agora no campeonato e disputou 10 dos 11 jogos do Botafogo. Com o camisa 10 em campo foram 6 vitórias, 2 empates e 2 derrotas.

Seedorf se adaptou rapidamente ao futebol brasileiro (Foto: Bruno de Lima)

Seedorf se adaptou rapidamente ao futebol brasileiro (Foto: Bruno de Lima)

Diego Forlán foi escolhido como melhor jogador da Copa do Mundo de 2010, acabou indo para a Internazionale de Milão, mas não repetiu o bom desempenho do Mundial. Em Julho de 2012 assinou um contrato com o Internacional e foi recebido por cerca de 3.500 torcedores no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre.

Forlán é o artilheiro do Internacional neste brasileirão com 5 gols (Foto: Alexandre Lopes/Divulgação)

Forlán é o artilheiro do Internacional neste brasileirão com 5 gols (Foto: Alexandre Lopes/Divulgação)

Teve algumas dificuldades no começo, mas neste ano de 2013 deu a volta por cima. Sob a batuta do técnico Dunga, o atacante uruguaio marcou 15 gols em 24 partidas. Aos 34 anos anotou 5 gols no brasileirão e com a chegada de Alex e Scocco pode ter a sua tarefa de fazer mais gols facilitada.

O mais experiente da lista é Juninho Pernambucano, aos 38 anos, em sua terceira passagem pelo clube, parece que o ‘reizinho’ não perdeu o dom de ajudar o Vasco quando ele mais precisa. Depois de 7 meses atuando pelo New York Red Bull, dos Estados Unidos, Juninho teve um problema com o treinador e rescindiu seu contrato. Optou por voltar ao Vasco, mesmo sem receber qualquer salário ou bonificação por isso.

Juninho Pernambucano voltou ao Vasco e o time melhorou sensivelmente (Foto: Marcelo Sadio)

Juninho Pernambucano voltou ao Vasco e o time melhorou sensivelmente (Foto: Marcelo Sadio)

Foi apresentado há pouco menos de um mês e os resultados já podem ser vistos. O Vasco jogou sem Juninho até a 7ª rodada, com 4 derrotas, 2 vitórias e 1 empate. Já com o meia foram 3 jogos com 2 vitórias e 1 derrota, sendo que o jogador marcou 2 gols e deu passes para outros gols do Vasco. Desde a sua volta, a única partida em que ele não atuou foi contra o Goiás, empate por 1 a 1.

Outros ‘velhinhos’ do brasileirão que fazem a diferença para os seus times são: D’Alessandro (32 anos), Ronaldinho Gaúcho (33 anos), Zé Roberto (39 anos), Dida (39 anos) e Rogério Ceni (40 anos).

O fato é que muitos times do futebol brasileiro sofrem com a falta de jogadores assim em seu elenco. Com experiência e qualidade técnica aliada a boa forma física, podem levar o clube há um objetivo final com mais facilidade. Sorte dos poucos times que tem jogadores desse porte em suas equipes.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: