Campeões mundiais pelo São Paulo tomam rumos diferentes após conquista

5 08 2013

Por onde andam todos os doze jogadores que entraram em campo em 2005 durante o Mundial no Japão

 Por Matheus de Andrade

Campeões mundiais: nem todos tiveram sucesso após 2005 (Foto: Reuters)

Após quase oito anos, o Mundial de Clubes de 2005 é difícil de esquecer para a maioria dos são paulinos, principalmente pelo péssimo momento vivido pelo Tricolor na atualidade, que está na zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro. A final em que Mineiro marcou e o São Paulo venceu por 1 a 0 se sagrando tricampeão do mundo ainda está viva na mente de muito torcedor e remete à pergunta: por onde anda aquele time campeão mundial para sairmos dessa crise?

A conquista no Japão não foi um marco apenas para a torcida, mas também para os doze jogadores que disputaram o torneio intercontinental. Com moral pelo título mundial, Rogério Ceni, Mineiro e Cicinho disputaram a Copa do Mundo de 2006. O lateral, inclusive, foi contratado pelo Real Madrid, fazendo parte do elenco conhecido como “galáctico”, que contava com Ronaldo e Zidane. O xerife Lugano só não participou também do Mundial porque o Uruguai perdeu a repescagem para a Austrália.

A maioria dos que participaram de forma ativa da competição continuou no São Paulo e provou a força do time no ano seguinte, com oito deles tendo conquistado o Brasileirão. No entanto, uma reformulação no clube em 2007 fez com que apenas quatro campeões mundiais continuassem no Tricolor: Rogério Ceni, Edcarlos, Júnior e Aloísio. Em 2009, porém, o único campeão remanescente de 2005 a continuar no clube foi Rogério Ceni, que é peça vital até hoje no clube, mas está prestes de se aposentar.

RELEMBRE O TÍTULO: e entenda o porquê de a conquista ser heroica

As carreiras de cada um desses jogadores tomaram rumos diferentes após 2005. Todos conquistaram ao menos um campeonato nacional que disputaram. Mineiro, Cicinho, Rogério Ceni, Lugano, Josué e Grafite chegaram a disputar uma Copa do Mundo. Ainda teve quem sentisse novamente o sabor de ser campeão da Libertadores novamente: Danilo, que também foi campeão mundial pela segunda vez, pelo Corinthians, e Josué, que venceu este ano o torneio sul-americano e terá o Mundial de Clubes para tentar a segunda conquista na carreira.

Dos doze campeões, apenas três pararam de jogar: Mineiro, Amoroso e Júnior. A maioria segue disputando campeonatos de alto nível, como Lugano, que assinou recentemente com o West Bromwich para disputar o Campeonato Inglês. Outros parecem perto de se aposentar, como Aloísio, que após sair do São Paulo em 2009, já rodou por nove clubes, e acabou de acertar a ida para o futebol alagoano, para disputar a Segunda Divisão do estado, além de Rogério Ceni, que com 40 anos, pretende encerrar a carreira no final deste ano.

Confira a trajetória de cada campeão após 2005:

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: