Vasco usa bem a bola parada, e vence o Cricíuma-SC

27 07 2013

Sob o comando de Juninho, Cruz-maltino vence o time catarinense por 3 a 2, e chega a sua segunda vitória consecutiva na Série A

Por Artur Rebouças

Juninho novamente foi o destaque do Vasco. ( Foto: Paulo Sérgio / Agência Lance)

Juninho novamente foi o destaque do Vasco. ( Foto: Paulo Sérgio / Agência Lance)

Em uma partida com grande público em São Januário,  de vários gols de bola parada, e de estreia de seu terceiro uniforme, o Vasco, em confronto válido pela nona rodada, derrotou o Criciúma, pelo placar de  3 a 2, na noite deste sábado,  e chegou à sua segunda vitória consecutiva, nesse Brasileirão.

Os gols do Vasco foram marcados por Juninho e Rafael Vaz, ambos em cobrança de falta, e Edmilson. Ivo e Wellington Paulista descontaram para o Tigre.

Com a vitória, Vasco chegou aos seis pontos, e ocupa momentaneamente a sexta posição na tabela de classificação.

Pela Série A do Campeonato Brasileiro, o Vasco volta a campo na próxima quinta-feira, para enfrentar o Goiás, no estádio Serra Dourada.

O JOGO

Embalado por um público de mais de 18 mil torcedores, e sob o comando de Juninho Pernambucano, que retornava a São Januário desde a sua saída para os Estados Unidos, o Vasco entrou em campo muito motivado a buscar a vitória.

Logo aos oito minutos de partida, em falta cometida sobre o atacante Éder Luis, Juninho Pernambucano, em cobrança de falta de muito veneno, que também contou com a ajuda do goleiro adversário, abriu o placar para o Vasco, 1 a 0.

Após o gol, o jogo ficou bastante trucado, com vários erros de ambas as equipes. Dessa forma, a partida ia se desenrolando, até que, a partir dos 30 minutos, o Vasco acomodou-se, e o Criciúma, até então, sem nenhuma reação na partida, passou a agredir o adversário. O atacante Cassiano, na parte final do primeiro tempo, desperdiçou a melhor chance do Criciúma no jogo, ao ser lançado sem nenhuma marcação, à frente do goleiro Diogo Silva, que acabou saindo bem do gol, evitando o empate do Tigre. Assim terminou o primeiro tempo, 1 a 0.

Rafael Vaz e Juninho comemoram o segundo gol ( Foto: Celso Pupo/ Ag. Estado)

Rafael Vaz e Juninho comemoram o segundo gol ( Foto: Celso Pupo/ Ag. Estado)

Na segunda etapa, o Vasco voltou empenhado em chegar ao segundo gol, que acabou saindo nos primeiros dez minutos de partida, também em cobrança de falta.  Dessa vez, a cobrança não foi de Juninho, e sim do zagueiro Rafael Vaz, que com muita perfeição, colocou a bola no ângulo do goleiro Bruno, do Criciúma, ampliando o placar para 2 a 0.

Quando já se imaginava que a partida se encaminharia para uma vitória fácil do Vasco, o meia Ivo, seis minutos após o gol vascaíno, tratou de recolocar o Tigre de volta à partida, em uma cobrança de falta, que contou com a falha do goleiro Diogo Silva, 2 a 1.

De ânimo renovado, o Criciúma partiu pra cima do Vasco em busca do empate, que acabou acontecendo dez minutos depois, aos 26, em uma nova falha do setor defensivo vascaíno. Se aproveitando da falha de Rafael Vaz, e de Diogo Silva, o atacante Wellington Paulista deixou tudo igual no placar, 2 a 2.

No entanto, enquanto ainda comemorava o gol de empate, o Tigre foi surpreendido, por uma cobrança de falta de Juninho, que encontrou Edmilson, sozinho na pequena área, aos 28 minutos, 3 a 2. Assim terminou uma partida de muitas emoções.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: