Do inferno ao céu, Marcelo Lomba comemora momento no Bahia

17 07 2013

Goleiro foi alvo de grande parte da torcida, já sofreu sete gols num clássico e foi até barrado; atualmente, é um dos responsáveis pela ótima campanha do time no Brasileirão

Por Luiz Queiroga

Intocável no Bahia, Marcelo Lomba passou por um verdadeiro purgatório para ressurgir na meta do Bahia (Foto: Futura Press)

Ainda com 26 anos, o goleiro Marcelo Lomba tem muita história para contar sobre a carreira dele, principalmente neste ano, quando conseguiu reverter um quadro que parecia praticamente impossível no Bahia. Titular da equipe desde que chegou do Flamengo, ano passado, Lomba teve a posição ameaçada antes da parada do Campeonato Brasileiro em função da Copa das Confederações.

Pelo Estadual, a primeira final da decisão foi um episódio tenebroso para a história do Bahia, que foi goleado por 7 a 3 pelo rival Vitória. No clássico, a torcida chegou a pedir a substituição de Marcelo pelo reserva e cria da base tricolor Omar. Curiosamente, a situação aconteceu praticamente um ano depois de Lomba se consagrar na meta baiana em 2012, quando o Bahia faturou o Campeonato Baiano e mesma torcida que pediu a cabeça do arqueiro foi a que outrora o apelidou de “Paredão”.

EMPATE SUADO: goleiro defende dois pênaltis e garante 0 a 0 contra a Ponte Preta

A goleada resultou com a demissão do técnico Joel Santana e que Marcelo Lomba fosse barrado. No último sábado (13), o goleiro foi decisivo para segurar o empate sem gols contra a Ponte Preta, fora de casa, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, principalmente após ter defendido duas cobranças de pênalti. Para Lomba, o momento é só de alegria.

– Fico feliz de estar com a confiança de volta, poder agarrar bem. Sei que pegar dois pênaltis não quer dizer que serei pior ou melhor. Vou continuar trabalhando. Altos e baixos acontecem na carreira de todos. Sei quem eu sou, sei as pessoas que estão comigo, e o mais importante é que o Bahia está bem. O torcedor voltou a vestir a camisa com orgulho, e sei que vai apoiar o time – declarou.

Após ter a carreira no Bahia renascida, a mentalidade de Marcelo Lomba é de manter o trabalho que o credenciou a “Paredão” pela torcida.

– No momento que as coisas não aconteceram, me refugiei na minha família, principalmente no meu filho. Quando acontece isso, o homem fica mais forte. Estou mais forte. Dei a volta por cima no campo. Acho que a grande questão da situação foi a torcida estar acostumada a me ver salvando o time. Talvez nesse início de ano eu não tenha correspondido às expectativas. Agora estou conseguindo mostrar meu trabalho dentro de campo – disse.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: