Copa das Confederações: Os invencíveis! Brasil e Espanha brigam para manter marca

19 06 2013

Equipe de Felipão não perde em casa desde 2002, já os espanhóis estão invictos há 26 partidas em todos os torneios que disputou

Por Luiz Queiroga

Potências invictas: Brasil e Espanha lutam para manter invencibilidade (Foto: Louveiras)

A Copa das Confederações traz diversas curiosidades e histórias esportivas, além de fortes emoções, e na edição deste ano não é diferente. Um capítulo que promete uma briga no mínimo interessante estará entre Brasil e Espanha, que se enfrentarão na final, caso o favoritismo de ambas se concretize, e defenderão o título de “invencível”.

Brasil e Espanha duelam pelo título de invencibilidade (Foto: Paolo Aguillar/EFE)

As duas seleções estão invictas há um bom tempo: o time comandado pelo técnico Luiz Felipe Scolari não perdeu mais em casa depois da derrota para o Paraguai em 2002, enquanto que os comandados do treinador Vicente Del Bosque não foram batidos nas últimas 26 partidas que disputaram.

Se os resultados se confirmarem, os dois times se enfrentarão na final marcada para o dia 30 e defenderão o título da Copa das Confederações e também a marca invicta.

GOLEADA: Brasil estreia com vitória de 3 a 0 em cima do Japão

Caso o favoritismo seja comprovado, Brasil e Espanha se classificarão em primeiro dos grupos dele e terão pela frente na semifinal Uruguai e Itália, respectivamente. Se vencerem, se encontrarão na decisão.

Quem ganhará esse duelo? O Jornalismo FC faz uma análise de ambas as equipes para destacar os pontos positivos e negativos das duas seleções.

Mesmo com invencibilidade em casa, Brasil sofre com pressão da torcida por erros políticos

Falta constante de paciência da torcida pode atrapalhar invencibilidade da Seleção (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

O clima entre seleção brasileira e torcida não é dos melhores. Pelo afastamento proporcionado pela Confederação Brasileira de Futebol, o torcedor perdeu a identificação com o time que representa o país. Com os acordos realizados com empresas do exterior, a Seleção atua mais fora do Brasil do que dentro.

A política de exportar os principais jogadores também serviu para o torcedor perder a paciência com a seleção quando atua no país. A saída desses atletas se refletiu numa seleção convocada apenas por quem atua no exterior: por mais que nos últimos anos grandes nomes como Ronaldo Fenômeno, Fred, Luis Fabiano e Dida tenham voltado ao Brasil, atletas como Lucas e recentemente Neymar foram atraídos para os principais centros de futebol na Europa.

SEM ASTROS: Copa das Confederações não conta com muitas estrelas do futebol mundial

Explica-se, por exemplo, porque a torcida frequentemente vaia o atacante Hulk, quando claramente pedem como titular Lucas, que hoje atua no Paris Saint-Germain, mas teve o futebol dele visto por todos no São Paulo, caso contrário do avançado do Zenit, que defendeu o Vitória-BA por um curto tempo antes de se aventurar no exterior.

Dor de cabeça: Felipão aposta em “desconhecido” Hulk ao invés do preferido pela torcida Lucas (Foto: Vipcomm)

Esses fatores dificultam a vida do técnico Luiz Felipe Scolari, que procura acalmar os ânimos com a torcida, visto o caso de ter liberado os minutos finais do treino fechado dessa segunda-feira (17) para que os jogadores pudessem ter um contato com a torcida. Ao todo, o Brasil soma 30 partidas sem perder, com 21 vitórias e nove empates. A última derrota foi exatamente com Felipão ainda no comando, na despedida do técnico da Seleção em 21 de agosto de 2002, na partida contra o Paraguai, no Castelão, que acabou 1 a 0 para os visitantes, com gol de Cuevas. Na ocasião, o treinador levou a campo Marcos, Gilberto Silva, Edmilson e Anderson Polga; Cafu, Kleberson, Ricardinho, Ronaldinho Gaúcho e Roberto Carlos; Rivaldo e Ronaldo.

Na próxima quarta-feira (19), Felipão retornará a Fortaleza, no mesmo palco da última derrota, para enfrentar o México, algoz da Seleção nos últimos anos. Os mexicanos venceram o Brasil na final da Copa das Confederações de 1999, também ganharam as edições de 1996 e 2003 da Copa Ouro e no último duelo entre as equipes, os brasileiros perderam mais uma, a final das Olimpíadas de Londres, do ano passado.

Pedra no sapato: México virou pesadelo do Brasil nos últimos encontros (Foto: AFP)

Fatos que, fora de campo, preocupam a marca invicta verde e amarela. Mas há números que podem acalmar aqueles que levam a sério o histórico das equipes: no Castelão, de todos os sete jogos que a Seleção disputou, seis saiu de campo com a vitória. E mesmo com o passado recente à favor do México, no geral, o Brasil tem superioridade contra os mexicanos: em 37 partidas oficiais, a seleção pentacampeã ganhou 21, empatou seis e perdeu 10.

Após espantar ameaças da Alemanha e Holanda, Fúria se consolidou como maior força da Europa

Espanha passou por cima de ameaças a soberania na Espanha, como a Alemanha (Foto: Reuters)

Desde a Copa do Mundo de 2010, a Espanha é indiscutivelmente a maior potência europeia. Naquele ano, Alemanha, que demonstrava um futebol de alto nível e brigava também para ser a maior seleção do continente, e Holanda, bem que tentaram, mas perderam para a Fúria na competição. Os alemães perderam pelo placar mínimo na semifinal, enquanto que na decisão, o time do atacante Arjen Robben também sofreu com o mesmo placar.

A equipe germânica, porém, continuou com o futebol vistoso e tinha na Eurocopa de 2012 a oportunidade de fazer frente de novo contra a Espanha. Contudo, foi derrotada pela Itália na semifinal por 2 a 1, com show de Mario Balotelli. Na decisão, porém, os italianos perderam de goleada por 4 a 0 para os comandados do técnico Vicente Del Bosque.

Campeã absoluta! Espanha ganhou a Copa do Mundo de 2010 e Eurocopa 2012 de forma indiscutível (Foto: EFE)

Consolidada como a maior força da Europa então, a Espanha agora defende uma marca invicta de 26 partidas, desde a estreia da equipe na Copa do Mundo de 2010, quando perdeu para a Suíça por 1 a 0. De fora dessa contagem, porém, estão os amistosos, que a Fúria até mesmo levou de goleada da Argentina, por 4 a 1, e de Portugal, por 4 a 0.

Goleada furiosa! A Itália foi atropelada pela Espanha na final da Euro por 4 a 0 (Foto: Reuters)

Em partidas oficias, contudo, o futebol espanhol prevaleceu, com até seis goleadas aplicadas. É a segunda maior sequência invicta da equipe na história: a primeira tem a incrível marca de 35 jogos, entre 2007 e 2009. Na atual situação, a Espanha passou por cima de grandes potências mundiais em fases eliminatórias: foram sete avanços com seis vitórias.

VEJA MAIS: Na estreia, Espanha passa pelo Uruguai

Na Copa do Mundo, a Fúria bateu pelo placar mínimo Portugal, Paraguai, Alemanha e Holanda. Na Eurocopa, 2 a 0 contra a França, 0 a 0 com Portugal (4 a 2 nos pênaltis) e 4 a 0 contra a Itália. A última eliminação da Espanha num mata-mata foi exatamente numa edição da Copa das Confederações, a de 2009, contra os Estados Unidos, na semifinal, por 2 a 0.

Números como esses só deixam uma certeza: para a próxima quinta-feira (20), nem mesmo um milagre fará com que o Taiti pare a Fúria.

Cobertura completa da Copa das Confederações

A Copa das Confederações acontecerá entre os dias 15 e 30 de junho e contará com cobertura especial do Jornalismo Futebol Clube. Acompanhe de perto cada lance por meio do site e do Google Plus. Em parceria com o Google, divulgaremos nosso conteúdo na página do G+ dedicada à competição, busque pela hashtag #jornalismoFC e fique por dentro de tudo o que acontece nos gramados do Brasil.

Anúncios

Ações

Information

3 responses

19 06 2013
Copa das Confederações: David Luiz e Paulinho serão avaliados, mas não preocupam |

[…] INVICTUS: Brasil e Espanha lutam para manter invencibilidade […]

19 06 2013
Copa das Confederações: Fábregas analisa a Espanha: ‘não somos favoritos’ |

[…] INVICTUS: Espanha defende invencibilidade contra o Brasil […]

19 06 2013
Copa das Confederações: Por classificação antecipada, Brasil precisa vencer algoz México |

[…] INVICTUS: Brasil briga com Espanha para manter invencibilidade […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: