Atlético-Mg faz o dever de casa, e com goleada avança às quartas de final

9 05 2013

Em noite inspirada, Jô marca três vezes e garante a vaga do Galo na próxima fase

Por Rodolfo Zanchin

Diante de sua torcida, invicto há mais de um ano no estádio Independência, o Atlético Mineiro bateu o São Paulo por 4 a 1, na noite de quarta-feira (8), e confirmou a vaga nas quartas de final da Copa Libertadores. Em noite inspirada de Ronaldinho Gaúcho, Diego Tardelli e principalmente Jô, que balançou as redes três vezes durante a partida, o Galo não teve problemas para eliminar o tricolor paulista.

 

Jô marca três vezes e se torna o nome do jogo (Fonte: Globo)

Após vencer o primeiro jogo fora de casa por 2 a 1, o Atlético Mineiro não deu chances para o São Paulo mostrar seu futebol, muito menos sonhar com a próxima fase. Logo nos primeiros minutos de jogo, após falta na intermediária, Ronaldinho carimbou o travessão tricolor, incendiando os torcedores presentes. O Atlético continuou criando boas chances e pressionando muito até que aos 17 minutos, Diego Tardelli recebeu pela esquerda, tocou para Bernard na entrada da área que logo foi desarmado por Rafael Toloi. Na sobra, Jô finalizou forte da meia-lua e abriu o placar após acertar o canto superior direito.

A única boa chance do São Paulo na etapa inicial aconteceu após o cruzamento de Carleto no meio da área. Ganso se antecipou, mas finalizou em cima de Victor, que defendeu com os pés. A alegria tricolor não durou muito, já que aos 30 minutos Ronaldinho Gaúcho cobra falta e a bola desvia em Jô, mas Rogério Ceni bem colocado faz a defesa. Na sequência, o galo pressiona incessantemente e após belo cruzamento de Leandro Donizete, Tardelli desvia de cabeça e a bola sai próxima à trave direita do capitão tricolor. Ainda nos minutos finais da primeira etapa, Jô faz boa jogada pela esquerda e lança para o meio da área, Bernard aparece como um foguete, domina e finaliza. Rogério Ceni não alcança a bola, mas o zagueiro Rafael Toloi consegue salvar em cima da linha.

Na volta para a segunda etapa, Ney Franco promove a entrada de Silvinho, estreante tricolor e tira Paulo Miranda. Mas de nada adianta a substituição. Aos 5 minutos, Diego Tardelli recebe dentro da área e cai, o juiz Roberto Silveira manda seguir. Sem dar chances para o São Paulo respirar, Jô recebe fora da área e arrisca para o gol. A bola passa por cima do goleiro tricolor e explode no travessão. Os jogadores do galo seguem firme na marcação, dominando o meio de campo e obtendo maior posse de bola.

Ronaldinho Gaúcho mais uma vez é o destaque do time de Cuca (Fonte: Lance!Press/Ramon Bitencourt)

Aos 17 minutos Marcos Rocha cobra lateral, Leandro Donizete intercepta de cabeça e coloca Jô na cara de gol. O atacante finaliza entre as pernas de Rogério Ceni para marcar o segundo do Galo. Logo na jogada seguinte, em lançamento longo de Réver e toque de cabeça curto de Toloi, Tardelli chega antes que Rogério Ceni e marca por cobertura. Um golaço!

O galo não cansava de pressionar o apático tricolor e 4 minutos depois, após deixar Wellington para trás, Ronaldinho arranca e cruza rasteiro para novamente Jô chutar forte e marcar o terceiro dele na partida. Ainda deu tempo para o Tricolor marcar o seu gol de honra. Após chute forte de Carleto, o goleiro Victor espalmou na pequena área e no rebote Luís Fabiano apenas empurrou para o gol.

O galo não se intimidou e partiu para cima com mais uma boa jogade de Ronaldinho Gaúcho. O maestro levou a bola até a grande área, livrou-se dos marcadores e chutou cruzado para fora: por pouco não marcou um golaço. Pressionado e sem chances de reação o São Paulo ainda viu Diego Tardelli chutar forte de perna esquerda obrigando Rogério Ceni a fazer boa defesa. O jogo passou a ficar violento, e após o apito final da partida, o juiz uruguaio teve de expulsar Carleto e Rosinei devido a agressões. A partida terminou com o placar elástico: 4 para o Atlético, 1 para o São Paulo.

O Atlético Mineiro avança às quartas de final da Copa Libertadores e aguarda o vencedor de Palmeiras X Tijuana(Mex) para conhecer seu futuro adversário. Mas antes o Galo terá de disputar a final do campeonato mineiro. A partida será contra o Cruzeiro no Domingo (12) às 16 horas (de Brasília) no estádio Independência.

Já o São Paulo está de férias até o próximo dia 26, quando estréia no Campeonato Brasileiro contra a Ponte Preta às 16 horas (de Brasília) no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

ATLÉTICO-MG x SÃO PAULO

Copa Libertadores da América
Local: Independência, Belo Horizonte (MG)
Data: 08/05/2013 (quarta-feira)
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Roberto Silveira (URU)
Assistentes: Carlos Pastorino (URU) e Gabriel Popovits (URU)

GOLS: Jô 17’/1ºT (1-0); Jô 17’/2ºT (2-0); Diego Tardelli 19’/2ºT (3-0); Jô 24’/2ºT (4-0) e Luis Fabiano 30’/2ºT (4-1)

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Gilberto Silva, Réver e Richarlyson; Pierre, Leandro Donizete(Josué 27/2T), Ronaldinho e Bernard(Luan 32/2T); Jô e Diego Tardelli(Rosinei 37’/2T)
Reservas: Giovani, Junior Cesar, Rafael Marques, Rosinei, Alecsando, Luan e Josué

Técnico: Cuca

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda(Silvinho 0’/2T), Rafael Toloi, Edson Silva e Carleto; Wellington, Denilson(Ademilson 20’/2T), Jadson(Maicon 25’/2T), PH Ganso e Douglas; Luis Fabiano

Reservas: Denis, Cortez, Rodrigo Caio, Maicon, Silvinho, Ademilson e Wallyson

Técnico: Ney Franco

 

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: