Com mais um show de futebol, Bayern de Munique vence no Camp Nou

1 05 2013

Mesmo com o jogo praticamente decidido, os Bávaros foram pra cima e conseguiram mais uma vitória impressionante

Por Gustavo Soler

bayern

Robben abriu o placar na vitória contra o Barcelona (Foto: Getty images)

Nesta quarta-feira (1º), o Barcelona tinha uma missão impossível no Camp Nou: após perder o primeiro jogo por 4 a 0 em Munique, os catalães precisavam vencer por cinco gols de diferença para chegar à final da Champions League. As esperanças pelo improvável resultado estavam depositadas em Messi e no retrospecto de três vitórias por 4 a 0 nos últimos confrontos contra alemães. Já o Bayern entrou em campo precisando segurar o jogo e poupar os seus atletas de eventuais cartões que pudessem gerar suspensão para a decisão contra o Borussia Dortmund. Pensando exatamente nisso, Jupp Heynckes preservou o zagueiro Dante, que estava pendurado.

Se uma das esperanças do Barcelona era Lionel Messi, ela logo foi quebrada. Durante um treino leve antes do jogo, o argentino sentiu uma lesão e não pode atuar. O inicio da decisão começou com o Bayern sufocando a defesa catalã. Logo aos 3min, Manduzkic partiu pra cima de Daniel Alves, o brasileiro tocou errado na bola e ela se ofereceu para Valdés, os jogadores bávaros reclamaram de um recuo do lateral. Com 12 minutos, Schweinsteiger lançou Robben, o holandês partiu com velocidade, totalmente livre de marcação, porém, na hora da conclusão, Piqué conseguiu voltar e salvar os mandantes.

Aos 14 minutos, Xavi tocou nas costas de Alaba para Daniel Alves, o brasileiro ajeitou e cruzou rasteiro, Van Buyten errou na hora de afastar, no entanto, confundiu Cesc Fabregas, que acabou passando da bola. Robben fez boa jogada pela direita, tocou no meio para Schweinsteiger, que deixou para Lahm. O capitão invadiu a área e caiu, o árbitro Damir Skomina mandou o jogo seguir. Com 23 min, Pedro arriscou de longe e Neuer voou no ângulo esquerdo para fazer a defesa. As decidas de Daniel Alves estavam funcionando bem. O camisa 2 recebeu na direita e cruzou na medida para Fabregas, o meia dominou, a redonda sobrou para Xavi, que de primeira mandou por cima do gol. A zaga Bávara estava bem postada, no lance em que deram espaço, o lateral Adriano acabou pegando fraco na bola e facilitou a vida de Neuer.

Todos imaginavam que a segunda etapa seria de extremo nervosismo e tensão, mas com três minutos, Robben recebeu na medida, fez a sua manjada, porém, muito eficiente jogada de trazer da direta para o meio e bateu com categoria sem chances para Valdés, abrindo o placar no Camp Nou. Com a partida decidida, Tito Vilanova tirou Xavi e Iniesta para preserva-los neste final de temporada. Se arrastando em campo, o time do Barcelona não conseguia fazer nada que assustasse o goleiro Neuer. Além da equipe, a torcida também estava sem saber o que fazer ao ver o seu time na “roda” alemã. Aos 26 min, Alaba tocou para Ribery, o francês trouxe com velocidade, escapou da marcação e cruzou. O zagueiro Piqué tentou afastar, mas mandou uma canela na redonda e mandou no ângulo: 2 a 0 Bayern de Munique.

bayerns

Com duas assistências e um futebol de extremo talento, Ribery foi o homem do jogo (Foto: Getty images)

Inteligentemente Jupp Heynckes aos poucos foi tirando todos os seus jogadores pendurados para que não houvesse nenhum cartão que os impedisse de jogar a final. A marca dos alemães nesta temporada era de correr os 90 minutos e sempre buscar os gols, e mesmo com o jogo mais do que decidido, Ribery arrancou pela esquerda e cruzou na medida para Thomas Müller subir no último andar e marcar o terceiro dos Bávaros de cabeça. Esperando o apito final de Damir Skomina, os catalães tentavam pelo menos um golzinho, mas nem finalizar certo o time de Tito Vilanova estava conseguindo. A inédita final da Champions será no dia 25 de maio, no estádio de Wembley, em Londres.

FICHA TÉCNICA
BARCELONA 0 x 3 BAYERN DE MUNIQUE

Local: Camp Nou, Barcelona (ESP)
Data-Hora: 01/05/2013 – 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Damir Skomina (SVN)
Auxiliares: Matej Zunic (SVN) e Bojan Ul (SVN)
Cartões amarelos: Robben (BAY); Daniel Alves (BAR), Piqué (BAR)
Cartão vermelho: Não houve
Gols: Robben 3’/2ºT (0-1), Piqué contra 27’/2ºT (0-2), Müller 31’/2ºT (0-3)

BARCELONA: Valdés, Daniel Alves, Piqué, Bartra (Montoya 41’/2ºT) e Adriano; Song, Xavi (Alexis Sánchez 10’/2ºT) e Iniesta (Thiago Alcântara 20’/2ºT); Villa, Fàbregas e Pedro – Técnico: Tito Vilanova.

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer, Lahm (Raffinha 32’/2ºT), Boateng, Van Buyten e Alaba; Schweinsteiger (Luiz Gustavo 21’/2ºT), Javi Martínez (Tymoshchuk 29’/2ºT), Ribèry, Robben e Müller; Mandzukic – Técnico: Jupp Heynckes.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: