Real Madrid reage no fim, mas Borussia resiste à pressão e vai para final em Wembley

30 04 2013

Time espanhol consegue fazer dois gols no fim do jogo, mas não o suficiente para avançar à final. Dortmund segura a pressão e volta à decisão após 16 anos

Por Leonardo Perri

Reus e Lewandowski comemoram a vaga na final (Foto: Getty Images)

Reus e Lewandowski comemoram a vaga na final (Foto: Getty Images)

Foi quase! Em um jogo com muitas emoções nos minutos finais, o Borussia Dortmund perdeu para o Real Madrid no Santiago Bernabeu por 2 a 0 mas avançou para a tão sonhada decisão da Champions League que não vinha desde 1998. Apesar dos dois gols na etapa final, o Real não conseguiu o placar que precisava já que havia perdido o primeiro duelo por 4 a 1, na Alemanha. O adversário do Borussia Dortmund na final em Wembley sairá amanhã no duelo entre Barcelona e Bayern de Munique.

Champions League

A disputa por uma vaga na final começou com o time do Real Madrid pressionando o Dortmund a todo momento no seu campo de defesa em busca de um gol. E aos 4 min veio logo a primeira grande chance do time de Madrid. Após passe de Özil, Higuaín saiu de frente para o gol mas na hora de chutar foi travado por Weidefeller. O jogo continuava a mil por hora e o time da casa pressionava na saída de bola, criando boas chances.

Cristiano Ronaldo não foi bem na partida (Foto: Dani Pozo/AFP)

Cristiano Ronaldo não foi bem na partida (Foto: Dani Pozo/AFP)

Os visitantes não abdicavam de atacar como se demonstrou na chance desperdiçada por Lewandowski dentro da área, que chutou em cima de Diego López. Mas o time merengue era melhor e teve duas ótimas oportunidades de abrir o placar. Primeiro após lançamento para Cristiano Ronaldo, dentro da área, dominar no peito e fuzilar em cima do goleiro. Na segunda chance, Özil apareceu livre de frente para o gol mas chutou rasteiro à esquerda da meta.

Passada a pressão inicial do Real Madrid, o gol não saiu e despertou a ansiedade e o nervosismo nos jogadores espanhóis que viam o tempo passar e o tão sonhado gol não sair. Com isso, o toque de bola envolvente e o bom futebol do começo da partida sumiram.

Se aproveitando da instabilidade do time da casa, os alemães esfriaram o jogo e passaram a controlar a partida, com toque de bola e pressão na saída de bola.

No fim do primeiro tempo o Real voltou a pressionar o time do Dortmund com volume de jogo, mas em nenhum lance os visitantes ficaram perto de levarem o gol. O lance mais perigoso ocorreu em levantamento na área de Higuaín para Cristiano Ronaldo em que Weidenfeller apareceu na hora exata para interceptar o passe.

O jogo foi marcado por muita disputa entre as duas equipes (Foto: Getty Images)

O jogo foi marcado por muita disputa entre as duas equipes (Foto: Getty Images)

A segunda etapa começou com o Real Madrid necessitando urgente de um gol, mas quem assustou duas vezes em menos de cinco minutos foi o Borussia. Com uma maior pressão na saída de bola, os aurinegros chegaram aos 3 min com Lewandowski de frente para o gol, mas o herói do primeiro jogo pegou de canela e mandou por cima. Na segunda chance, o polonês fuzilou para o gol após ótimo passe de Reus, mas a bola explodiu no travessão.

Vendo seu time não reagir, José Mourinho mexeu no time e colocou Kaká e Benzema nos lugares de Coentrão e Higuaín. As alterações deixaram os merenguens mais ofensivos mas ao mesmo tempo deram todo o espaço que o time alemão necessitava para contra atacar. Aos 15 min, veio a grande chance do Dortmund na partida. Reus tabelou com Grosskreutz e tocou para Gundogan, na pequena área, chutar para uma defesa espetacular de Diego López.

Sergio Ramos quase levou o Real à decisão (Foto: Getty Images)

Sergio Ramos quase levou o Real à decisão (Foto: Getty Images)

Vendo o tempo passar, o Madrid passou a levantar bolas na área a fim de furar o bloqueio imposto pelo Dortmund na defesa. Aos 25 min, CR7 tabelou com Kaká, chutou de bico mas a bola saiu por cima. Logo depois foi a vez de Kaká escorar um cruzamento de Dí Maria para a linha de fundo.

O Real Madrid parecia entregue na partida mãos aos 36 minutos, o jogo mudou completamente de figura. Em jogada de Kaká para Özil, o alemão cruzou rasteiro no meio da área onde estava Benzema, que só teve o trabalho de completar para o fundo das redes e dar esperanças aos torcedores do Real que permaneceram até o fim no estádio.

A partir do primeiro gol, o que se viu foi um verdadeiro jogo de ataque contra defesa com o time da casa pressionando e os visitantes se defendendo com muito custo. E o gol que deu reais esperanças para o Real saiu para a euforia de todos no Santiago Bernabeu. Aos 42 min, após bola levantada na área, Benzema pegou o rebote e tocou para Sergio Ramos dominar e chutar para o fundo das redes, dando contornos de dramaticidade ao final do jogo.

Jogadores do Dortmund comemoram a sofrida classificação (Foto: Getty Images)

Jogadores do Dortmund comemoram a sofrida classificação (Foto: Getty Images)

E os nove minutos finais de partida foram de tirar o fôlego. Klopp colocou o brasileiro Felipe Santana para defender e os alemães de defenderam com todas as forças possíveis. O time da casa também foi valente, mas o placar ficou mesmo em 2 a 0, dando a tão sonhada classificação para a final aos aurinegros após 15 anos de espera.

FICHA TÉCNICA
REAL MADRID 2X0 BORUSSIA DORTMUND

Local: Santiago Bernabéu, em Madri (ESP)
Data-hora: 30/04/2013, às 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Howard Webb (ING)
Auxiliares: Darren Cann (ING) e Michael Mullarkey (ING)

Gols: Benzema (37’/2ºT), Sergio Ramos (43’/2ºT)

Cartões amarelos: Fábio Coentrão, Higuaín, Sergio Ramos, Khedira (REA), Gundogan, Bender, Weidenfeller (BOR)
Cartões vermelhos:

REAL MADRID: Diego López, Essien, Varane, Sergio Ramos e Fábio Coentrão (Kaká, 11/2ºT); Xabi Alonso (Khedira, 22’/2ºT), Modric e Özil; Di María, Cristiano Ronaldo e Higuaín (Benzema, 11’/2ºT). Técnico: José Mourinho

BORUSSIA DORTMUND: Weidenfeller, Piszczek, Subotic, Hümmels e Schmelzer; Gundogan, Bender (Felipe Santana, 45’/2ºT) e Götze (Grosskreutz, 14’/1ºT); Blaszczykowski, Reus e Lewandowski (Kehl, 41’/2ºT). Técnico: Jürgen Klopp

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: