No segundo confronto entre “Alemanha x Espanha”, polonês rouba a cena e comanda a goleada

25 04 2013

Lewandowski marca incríveis quatro gols e deixa Borussia Dortmund perto da final

Por Gustavo Soler

Nome do jogo, Lewandowski comemora mostrando o número de gols (Foto: AFP)

Nesta quarta-feira (24), o Borussia Dortmund recebeu o Real Madrid, no Signal Induna Park. A partida era válida pelo primeiro jogo da semifinal da Champions League. Com uma classificação heroica contra o Málaga na fase anterior, a equipe de Jürgen Klopp chegou para a decisão com a chocante notícia de que o seu principal jogador havia sido vendido para o Bayern de Munique. Já o Real Madrid vinha de um susto contra o Galatasaray, porém, o espírito de vingança dos resultados negativos na etapa de grupos impulsionavam os Merengues para a vitória. A partida terminou em 4 a 1 para os mandantes, com quatro gols de Robert Lewandowski.

Antes do apito inicial, a Muralha Amarela realizou uma chuva de confetes (Foto: AFP)

A partida começou com o Borussia dominando a posse de bola e buscando o ataque logo no início de jogo. Aos seis minutos, Bender roubou a bola de Khedira e a jogada seguiu com Reus. O meia carregou com velocidade, invadiu a área e bateu no cantinho, porém, Diego Lopéz fez uma grande defesa. No minuto seguinte, Schmelzer tocou no meio para Gündogan, o volante devolveu de primeira para o lateral, que por sua vez fez um corta-luz, deixando a bola para Götze. O camisa 10 cruzou na medida para Lewandowski, que escapou da marcação de Pepe e se atirou na redonda para abrir o marcador. A primeira boa aparição do Real foi aos 23 min: Cristiano Ronald cobrou falta de longe e Weidenfeller espalmou. Os mandantes dominavam as ações, no entanto, Hummels falhou no recuo para o goleiro Weidenfeller. Higuain recuperou a bola e tocou na medida para Cristiano Ronaldo empatar a partida: 1 a 1.

Com o susto no final da primeira etapa, o Borussia Dortmund voltou para os últimos 45 minutos contando com a sua torcida. Aos cinco minutos, Kuba ajeitou a bola para Reus, o camisa 11 pegou errado na bola, porém, a jogada seguiu com Lewandowski. O polonês dominou e tocou de três dedos no cantinho de Diego Lopéz, para fazer o segundo dos amarelos. O atacante do Borussia estava empolgado. Com 10 min, Schmelzer bateu cruzado, a redonda se ofereceu para Lewandowski, que dominou, driblou Pepe em um curto espaço e mandou a bola no ângulo. Hat-trick na conta de “Lewangol”.

Lewandowski vibrando demais após marcar um hat-trick (Foto: Getty images)

O infernal atacante polonês estava querendo mais. No lance seguinte após o gol, Lewandowski lançou para Mario Götze, mas Diego Lopéz saiu bem como libero e evitou a chegada do camisa 10. Aos 16 minutos, Gündogan se livrou de três marcadores e arriscou da entrada da área, porém, Diego Lopéz voou no ângulo esquerdo para fazer uma impressionante defesa. Com 20, Götze recebeu pela direita e tocou de primeira para Reus. O meia dominou e foi empurrado por Xabi Alonso, o árbitro Björn Kuipers assinalou a penalidade. Na cobrança, Lewandowski fuzilou no meio do gol e se tornou o primeiro jogador da história a marcar quatro gols em uma semifinal de Champions League.

Questionado após a venda para o Bayern de Munique, Götze foi elogiado por Klopp e pela torcida após o jogo (Foto: Getty images)

Buscando um gol para aliviar um pouco da pressão, o Real se mandou com Khedira, o alemão tentou o chute, mas Weidenfeller como um goleiro de “handball” fez a defesa para delírio da torcida do Borussia. Aos 32 minutos, Götze tocou na medida para Reus, o camisa 11 chutou por cobertura, no entanto, a jogada estava parada em impedimento, o que invalidou o quinto gol. No lance seguinte, Lewandowski arriscou de fora da área e novamente Diego Lopéz fez uma defesa maravilhosa. Mesmo com um placar enorme, Klopp tirou o seu lateral direito Piszczek para colocar o meia Grosskreutz. Aos 44 min, Cristiano Ronaldo recebeu de Khedira, deu um carrinho na bola e Weidenfeller defendeu mais uma.

Com esta vitória, o Borussia pode perder por dois gols de diferença no Santigo Bernabeu. Além disso, a equipe de Jürgen Kolpp é a única invicta na atual Champions League. A partida de volta será no dia 30 de abril, na Espanha.

FICHA TÉCNICA
BORUSSIA DORTMUND  4 X 1  REAL MADRID

Local: Westfalenstadion, em Dortmund (ALE)
Data-Hora: 24/4/2013 – 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Björn Kuipers (HOL)
Auxiliares: Sander van Roekel (HOL) e Erwin Zeinstra (HOL)
Cartões amarelos: Lewandowski (BOR); Khedira, Sergio Ramos e Özil (REA)
Cartões vermelhos: –
Gols: Lewandowski 7’/1ºT (1-0), Cristiano Ronaldo 42’/1ºT (1-1) e Lewandowski 5’/2ºT (2-1), 10’/2ºT (3-1) e 21’/2ºT (4-1)

BORUSSIA DORTMUND: Weidenfeller, Piszczek (Grosskreutz 37’/2ºT), Subotić, Hummels e Schmelzer; Bender, Gündoğan (Schieber 46’/2ºT), Götze, Reus e Błaszczykowski (Kehl 36’/2ºT); Lewandowski – Técnico: Jürgen Klopp.

REAL MADRID: Diego López, Sergio Ramos, Varane, Pepe e Fábio Coentrão; Khedira, Xabi Alonso (Kaká 34’/2ºT), Özil, Modrić (Di Maria 23’/2ºT) e Cristiano Ronaldo; Higuaín (Benzema 23’/2ºT) – Técnico: José Mourinho.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: