Vettel vence sem dificuldades enquanto Massa sofre com problemas

21 04 2013

GP de Bahrein contou com pilotos da Lotus no pódio e Ferrari em dia para esquecer; brasileiro só ficou em 15º

Por Luiz Queiroga

Dia histórico na F1: Vettel vence e assume posto de sexto maior vencedor da história, que era do escocês Jack Stweart, responsável pela bandeirada final em Bahrein neste domingo (Foto: Reuters)

E pareceu que saiu de órbita. Assim pode ser definido o desempenho de Sebastian Vettel hoje na manhã deste domingo no GP de Bahrein, ao vencer sem dificuldades o circuito usando um capacete “de astronauta”, em homenagem ao paraquedista austríaco Felix Baumgartner, que entrou pra história saltando da estratosfera. E na história da Fórmula 1, o alemão escreveu mais um capítulo seu vitorioso, em dia que contou com os pilotos da Lotus Kimi Raikkonen e Romain Grosjean completando respectivamente o pódio.

Vettel comemora vitória ao lado de pilotos da Lotus, que tiveram mais um excelente desempenho neste ano (Foto: EFE)

Logo na segunda volta, Vettel conseguiu passar à frente do pole position Nico Rosberg e se distanciou na ponta para uma vitória tranquila. O alemão da Mercedes, por sua vez, largou na primeira posição e terminou o dia em nono apenas, situação totalmente contrária a de Kimi Raikkonen, que começou a prova em oitavo e a encerrou na vice-liderança, sendo acompanhado pelo companheiro de quipe Grosjean.

Já para a Ferrari, o dia saiu totalmente do planejado pela escuderia. Fernando Alonso, que largou em terceiro, deu bastante trabalho no início da prova para os alemães na ponta, mas o espanhol contou com um problema na asa traseira que a impedia de fechar depois que aberta pelo sistema DRS. O piloto teve que parar duas vezes ainda nas primeiras voltas, mas a situação não foi resolvida.

Estratégia de Massa foi frustrada por problemas de furo nos pneus (Foto: Getty Images)

Mesmo assim, Alonso conseguiu pontuar três pontos na oitava posição. Já Felipe Massa não teve a mesma “sorte”: caiu de quarto pra quinto na largada e a aposta nos pneus duros foi frustrada depois que teve problema de furo nas rodas por duas vezes, acabando apenas em 15º o circuito.

Nico Rosberg também teve dia para esquecer, já que terminou oito posições atrás da pole e ainda viu o companheiro de equipe, Lewis Hamilton, até então discreto em Bahrein, brilhar nas últimas voltas e alcançar a quinta posição.

Em relação à equipe McLaren, o dia foi de duelo intenso entre os pilotos Jenson Button e Sérgio Perez. O inglês teve trabalhos para segurar o ímpeto do mexicano, chegando até o jogar para fora da pista em determinado momento e criticando a equipe pela postura agressiva do companheiro. Sergio, por sua vez, deixou o primeiro piloto da escuderia para trás e terminou sexto, enquanto Button apenas ficou em décimo lugar.

Com o resultado em Bahrein, Vettel distanciou-se na ponta com 77 pontos, 10 a mais que o segundo colocado Raikkonen. O alemão obteve ainda a 28º vitória na carreira e bateu o tricampeão Jack Stweart, consagrando-se o sexto maior vencedor da Fórmula 1. Momento histórico na bandeirada final, quando o próprio escocês acenou a bandeira para Vettel concluir a prova. Alonso conseguiu não se distanciar de Lewis Hamilton, ficando três pontos atrás do inglês, que soma 50.

As emoções da Fórmula 1 agora ficarão para a corrida do dia 12 de maior, na Espanha, dando início ao momento do calendário da categoria tratado como “temporada europeia”. E o Jornalismo FC continuará correndo atrás das notícias mais quentes da F1.

As emoções da Fórmula 1 acontecerão na “temporada europeia” nos próximos circuitos (Foto: Getty Images)

Confira a classificação final do GP do Bahrein:

1 – Sebastian Vettel (ALE/RBR) – 57 voltas
2 – Kimi Raikkonen (FIN/Lotus) – a 9s1
3 – Romain Grosjean (FRA/Lotus) – a 19s5
4 – Paul di Resta (ESC/Force India) – a 21s7
5 – Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – a 35s2
6 – Sergio Perez (MEX/McLaren) – a 35s9
7 – Mark Webber (AUS/RBR) – a 37s2
8 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – a 37s5
9 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – a 41s1
10 – Jenson Button (ING/McLaren) – a 46s6
11 – Pastor Maldonado (VEN/Williams) – a 1m06s4
12 – Nico Hulkenberg (ALE/Sauber) – a 1m12s9
13 – Adrian Sutil (ALE/Force India) – a 1m16s7
14 – Valtteri Bottas (FIN/Williams) – a 1m21s5
15 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – a 1m26s3        
16 – Daniel Ricciardo (AUS/STR) – a 1 volta
17 – Charles Pic (FRA/Caterham) – a 1 volta
18 – Esteban Gutierrez (MEX/Sauber) – a 1 volta
19 – Jules Bianchi (FRA/Marussia)- a 1 volta
20 – Max Chilton (ING/Marussia) – a 1 volta
21 – Giedo van der Garde (HOL/Caterham) – a 2 voltas

Não completou a prova:
Jean-Eric Vergne (FRA/STR) – a 16 voltas

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: