Em entrevista exclusiva, Henrique, capitão do Palmeiras, fala que voltar para Série A é obrigação

24 03 2013

Jogador afirma que o elenco não pensará apenas em subir, mas também em trazer o título da Série B

Por Giovanna Frugis

Henrique mostra confiança ao falar sobre o futuro do Verdão. (Foto: Anderson Rodrigues/Globoesporte.com)

Otimista com o ano de 2013 para o Palmeiras, o dono da camisa 3 alviverde não poupou palavras para destacar a união do grupo e como as coisas estão diferentes em relação ao ano passado. O atleta afirmou que o elenco aprendeu com seus erros e que estão focados em seus próximos objetivos.

Henrique vive uma fase de grande responsabilidade no Palmeiras. Fora de campo é considerado ídolo da torcida, além de ser a aposta do marketing do clube para a atual temporada, ao lado do chileno Valdívia. Dentro das quatro linhas é zagueiro, muitas vezes volante, artilheiro e capitão do time. Ao ser questionado sobre ter tantas funções, o jogador foi claro: “Você está ali para o que der e vier e temos que estar preparados para tudo”.

Legenda: Além de capitão do time, Henrique vira ídolo da torcida. (Foto: Eduardo Viana / Lancenet.com)

Revelado no Coritiba em 2007, teve sua primeira passagem pelo Palmeiras em 2008, sendo um dos responsáveis pela conquista do Paulistão daquele ano. Depois de cinco meses atuando pelo Verdão, o zagueiro foi vendido para o Barcelona(ESP). Com uma rápida passagem pelo time espanhol, seu destino seguinte foi o Bayer Leverkusen(ALE) e logo em seguida o Racing Santander(ESP), ambos por empréstimo. Henrique retornou ao clube paulista em 2011.  Em 2012, seu contrato com o Barcelona venceu e o jogador assinou com o Palmeiras até 2017.

Você confere abaixo a nossa conversa com o atleta.

JFC: Você se tornou capitão do time e, além disso, ídolo da torcida. Não é segredo pra ninguém que jogar no Palmeiras envolve muita pressão. Como você vem encarando toda essa responsabilidade e lidando com isso?

Henrique: Olha, eu acho que estando em um clube grande como o Palmeiras a pressão virá de todas as partes, então o fato de ser capitão não muda muita coisa. A pressão vai existir sempre, então temos que ficar tranquilos em todas as situações que acontecem. Tem que ter tranquilidade para pensar e tomar decisões. Eu acho que isso é indiferente de ser capitão ou não. A responsabilidade é igual para todo mundo.

JFC: Você, como capitão, acha que não só os novos reforços mas também os meninos que já estavam no time, como o Vinícius e o Patrick Vieira, que estão tendo mais oportunidades este ano, estão preparados para toda essa pressão de que estamos conversando e, além disso, suprir as necessidades técnicas que o Palmeiras tem, pensando em todos os campeonatos, como o Paulista, a Libertadores que é uma competição importante e principalmente a Série B?

Henrique: Eles são garotos novos que tem uma carreira grande pela frente. Não é fácil, quando eu subi da base do Coritiba também foi em rebaixamento. Tem toda a pressão que, por sinal, é enorme. Mas eles tem o apoio não só dos jogadores mas de toda a comissão técnica. Eles estão bem, estão a vontade. As vezes, com toda essa pressão, uma coisa ou outra não dá certo, aí a torcida começa a cobrar. Mas eu realmente acho que tem que ter um pouco mais de paciência com eles. Eles tem potencial, muita qualidade para mostrar ainda e muito para ajudar o Palmeiras. Então tem que ter tranquilidade com os meninos que logo vão dar muitas alegrias para toda a torcida, tenho certeza.

JFC: O Palmeiras está em uma fase boa no Campeonato Paulista. Já são dez jogos sem perder e uma posição boa na tabela. Dá para o torcedor começar a sonhar novamente ou ainda está um pouco cedo?

Henrique: Eu acho que o elenco está crescendo e se incorporando. Jogadores de qualidade estão vindo e estão nos ajudando. A gente tem muito o que crescer, temos muito o que apresentar também, mas acho que sim, já dá para voltar a sonhar. O grupo está bom, fechado e unido, o que é muito importante. Esta união que estamos tendo é fundamental e com certeza terão muitos frutos pela frente.

JFC: E você acha que essa melhora no Campeonato Paulista dará segurança e motivação para o time disputar a Série B com mais confiança?

Henrique: Sim, com certeza. Apesar de serem competições diferentes, temos que saber lidar com tudo. Temos elenco para isso, como eu falei temos jogadores de qualidade. Temos que superar algumas coisas, mas um passo de cada vez. Primeiro estamos focados no Paulista e na Libertadores, que já estão acontecendo. A Série B é outra história. Mas somos obrigados a subir e temos que inclusive ir atrás do título.

JFC: Falando em jogos, no último jogo, contra o Botafogo, você se machucou e vai desfalcar o Palmeiras em algumas partidas. Como você projeta as atuações do Palmeiras sem o seu atual capitão em campo?

Henrique: É normal. Quem entra em campo tem que dar conta do resultado. Vou estar torcendo do lado de fora, apoiando e incentivando, que é o que a gente consegue fazer fora de campo. Dentro de campo eles vão jogar como jogaram essa última partida e quem entrar vai se dedicar ao máximo e se doar. O que eu realmente acho importante é todo mundo estar em um pensamento só e ir atrás da vitória, pensar apenas nisso.

JFC: Esta já é a sua segunda passagem pelo Palmeiras. A primeira, em 2008, apesar de curta foi bem importante. Agora, você tem contrato com o clube até 2017. Sua postura sempre foi de muito comprometimento e vontade. Você tem algum grande ídolo no qual você se espelha para ser dessa forma e se dedicar tanto à sua carreira?

Henrique: Olha, antigamente eu tinha. Hoje o futebol está muito disputado e competitivo, além de estar tudo muito corrido. Sinto que as vezes nem da tempo de se espelhar em alguém. Você mesmo corrige seus defeitos e erros e vai atrás dos seus objetivos. Mas tem muitos jogadores experientes que com certeza servem de exemplo para nós. Antigamente, há uns quatro ou cinco anos atrás, um jogador que eu torcia muito e me espelhava era o Edmilson. Eu não o conhecia como pessoa na época, conhecia apenas o seu futebol, que era até um pouco parecido com o meu. Então me espelhava nele e hoje, como eu falei, é muita coisa pra pensar: mais de um jogo por semana, viagem, família. Então fica difícil conseguir parar e assistir um jogo ou alguma coisa assim para ver se tem alguém diferente no qual você possa se inspirar. Então hoje eu procuro só pensar em corrigir meus erros, melhorar a cada dia e ajudar o clube.

JFC:  Sua posição real é na zaga, mas desde a época do Felipão você vem atuando até como primeiro volante e está inclusive fazendo gols e agora cobrando pênaltis. Jajá vai entrar de centroavante, rs. Você se sente a vontade tendo tantas funções?

Henrique: Se eu não treinasse e tudo mais, talvez não. Mas nós treinamos e até mesmo ficamos depois dos treinos nos dedicando para aperfeiçoar ainda mais algumas coisas. Tudo o que é decidido em campo foi treinado anteriormente, nada é decido por acaso. E você está ali para o que der e vier e temos que estar preparados para tudo. Como eu falei, a gente treina e surgindo as oportunidades, estaremos tentando o melhor sempre.

JFC: Já para finalizar: Você vê diferenças no Palmeiras de agora comparado com o do ano passado?

Henrique: O ano passado era totalmente diferente deste ano. Nós vivemos uma pressão enorme por conta do rebaixamento. Além disso, muitas vezes jogávamos bem, mas a sorte não estava do nosso lado. Foram muitas coisas. Então foi um final de ano muito difícil. Mas conseguimos aprender muitas coisas com todos os erros que cometemos. Este ano começamos bem, estamos muito unidos e focados nos nossos objetivos.

Anúncios

Ações

Information

One response

17 04 2013
Da Colina pra Toca! Dedé é contratado pelo Cruzeiro |

[…] LEIA TAMBÉM: Henrique concede entrevista exclusiva ao JFC, confira! […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: