Atlético-MG supera altitude, vence o The Strongest e se classifica na Libertadores

14 03 2013

Com gols de Diego Tardelli e Méndez, contra, Galo bate o Tigre por 2 a 1 e está classificado para a próxima fase da Libertadores. Reina marcou o gol da equipe da casa

Por Stéfano Bruno

Diego Tardelli e Ronaldinho comemoram gol do Atlético-MG contra o Strongest (Foto: Reuters)

Diego Tardelli e Ronaldinho Gaúcho comemoram o primeiro gol do Atlético sobre o The Strongest (Foto: Reuters)

Superação! Está é a palavra ideal para definir a brilhante vitória do Atlético-MG sobre o The Strongest, da Bolívia, nos 3.600 metros de altitude de  La Paz.

Com uma grande atuação conjunta, o Galo ainda contou com um pitaco de sorte para sair de campo com a vitória, que garantiu a classificação da equipe mineira para a fase de mata-mata da Copa Libertadores 2013. Única equipe com 100% de aproveitamento nesta Libertadores, o Atlético é líder do Grupo 3, com 12 pontos conquistados. O The Strongest se manteve na terceira colocação, com três pontos.

Os jogadores do Atlético demoraram a acusar os efeitos da altitude. O mais importante, aproveitaram o fôlego para abrir o placar no início da partida, com Diego Tardelli. No final da primeira etapa o The Strongest empatou a partida, com um gol que saiu da sua principal arma: o chute de fora da área. Victor não conseguiu segurar a finalização de Cristaldo e soltou a bola nos pés de Reina, que completou para o fundo do gol. Nos minutos finais do segundo tempo, quando o Galo apostava exclusivamente nas jogadas em contra-ataque, Serginho cruzou a bola pela direita e, ao tentar evitar que a pelota chegasse a Ronaldinho Gaúcho, Méndez tentou cortar o passe mas acabou mandando a bola para dentro do próprio gol.

O Atlético volta a campo pelo torneio continental somente no mês que vem, quando recebe o Arsenal, da Argentina, na Arena Independência, no dia 3, uma quarta-feira, às 22h (de Brasília).  Já o The Strongest entra em campo no dia seguinte, quando recebe o São Paulo no Estádio Hernando Siles, às 21h30min (de Brasília).

Neste final de semana o Galo volta a campo pelo Campeonato Mineiro, quando faz o “clássico das multidões” com o América-MG, domingo (17), às 18h30min, na Arena Independência.

Crônica da partida

Com um início de partida muito tranquilo, igual havia pedido o técnico Cuca, os jogadores do Atlético demonstraram não estar sentindo os efeitos dos 3.600 metros de altitude de La Paz. Com menos de dez minutos o Galo teve duas boas oportunidades para abrir o placar, uma com o Jô e outra com o Réver. E, de tanto insistir, o gol abriu o placar aos nove minutos. Jô recebeu a bola dentro da área, tentou finalizar, mas acabou abafado pela defesa boliviana. No rebote, a bola voltou para o próprio centroavante, que cruzou para Diego Tardelli completar, de cabeça, para o fundo do gol.

The Strongest x Atlético-MG - Copa Libertadores - Bernard e Diego Tardelli (Foto: Aizar Raldes/AFP)

Diego Tardelli volta a marcar pelo Atlético. Foi o quarto gol marcado por Tardelli após o seu retorno ao Galo (Foto: Aizar Raldes/AFP)

O Galo não se acomodou com o gol marcado no início da partida e, melhor na partida, continuou pressionando o The Strongest. Aos 13min foi à vez de Bernard desperdiçar mais uma oportunidade. A jovem revelação recebeu ótimo lançamento e, dentro da área, finalizou em cima do goleiro Vaca, que fez a defesa. Na continuidade da jogada o Tigre, como também é conhecida a equipe boliviana, teve grande chance para empatar a partida.  Após cruzamento da esquerda, Pablo Escobar apareceu livre na área, mas antes do meia completar para o gol, Júnior César apareceu e dividiu com jogador boliviano. A bola saiu rente a trave direita do goleiro Victor.

Visando não sentir os efeitos da altitude, o Atlético tirou o pé do acelerador, o que fez o Tigre crescer na partida. Entretanto, a equipe boliviana só voltou a assustar a equipe mineira aos 24min, quando Cristaldo acertou bela finalização de fora da área, obrigando Victor a fazer uma grande defesa.

Com o Atlético mais focado na marcação, devido alguns jogadores estar apresentando cansaço devido à altitude, o The Strongest encontrando dificuldades na troca de passes, a partida caiu de rendimento nos minutos finais do primeiro tempo. Foi então que o Tigre soube utilizar a altitude a seu favor. Aos 43min, Cristaldo chutou forte de fora da área. Victor não conseguir segurar a bola e soltou à redonda nos pés de Reina, que completou para o fundo do gol. 1 a 1.

Devido a velocidade imposta no primeiro tempo, o jovem Bernard foi o jogador do Atlético que mais sentiu os efeitos da altitude e teve que ir para o vestiário amparado por seus companheiros.

Segundo tempo

Visivelmente sentindo a altitude, o Atlético voltou para a segunda etapa ofegante. Melhor na partida, o The Strongest quase virou o placar aos dez minutos. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Cristaldo que, de dentro da área, bateu no canto esquerdo de Victor. O goleiro atleticano já estava batido no lance, mas, em cima da linha, Leonardo Silva evitou o segundo gol do Tigre.

Em apuros devido a altitude, a principal aposta do Galo passou a ser os contra-ataques. E foi em um deles que a equipe alvinegra quase voltou a frente do placar. Aos 24min, Diego Tardelli tabelou com Jô no meio-campo e partiu em direção ao gol em alta velocidade. Ao entrar na área, o camisa 9 tentou tocar a bola para o Jô, que estava livre de marcação, mas Méndez apareceu entre os dois atacantes atleticanos e conseguiu interceptar o passe do Tardelli, evitando o que poderia ser o segundo gol do Atlético.

Nos minutos finais, todos esperavam uma enorme pressão do The Strongest e que o Atlético se  posiciona-se mais defensivamente e procura-se apenas segurar o empate. Enganou-se quem pensou assim. As entradas de Luan e Serginho deram novo gás à equipe atleticana, que conseguia sair bem nos contra-ataque, faltando apenas acertar o último passe.

Por sorte e graças a uma enorme infelicidade de um defensor boliviano, o Atlético nem precisou acertar o último passe para voltar à frente do placar. Aos 37min, Serginho recebeu a bola na ponta direita, levantou a cabeça e levantou a bola na área. A bola chegaria para Ronaldinho Gaúcho, mas antes dele, Méndez apareceu e tocou a bola para dentro do seu próprio gol, marcando um bisonho gol contra. 2 a 1.

No último minuto da partida, o Galo ainda desperdiçou grande chance de ampliar o placar. Ronaldinho cobrou falta rápida e deixou o Marcos Rocha em boas condições de carregar a bola e finalizar. Dentro da área e de frente a frente com o goleiro Vaca, o lateral pegou mal na bola e mandou a pelota por cima do gol, desperdiçando grande oportunidade.

O Atlético conseguiu suportar a pressão dos bolivianos e saiu de campo com uma grande vitória.

FICHA TÉCNICA
THE STRONGEST 1 X 2 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Hernando Siles, La Paz, Bolívia
Data/hora: 13/3/2013, às 22h (de Brasília)
Árbitro: Julio Quintana (PAR)
Auxiliares: Carlos Cáceres (PAR) e Eduardo Cardozo (PAR)

Renda/Público: Não divulgados
Cartões Amarelos: Bejarano, Torrico e Escobar (STR) Marcos Rocha (CAM)
Cartões Vermelhos: Não houve
GOLS: Diego Tardelli, aos 9’/1ºT (0-1); Reina, aos 43’/1ºT (1-1) e Mendez, contra, aos 37’/2ºT (1-2)

THE STRONGEST: Vaca; Bejarano, Barrera, Mendez e Torrico; Chumacero, Veizaga (Ramallo – 40’/2ºT), Soliz e Cristaldo (Melgar – 21’/2ºT); Escobar e Reina. Técnico: Eduardo Villegas.

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Junior César (Richarlyson – 38’/2T); Pierre, Leandro Donizete, Bernard (Serginho – 17’/2ºT), Ronaldinho Gaúcho e Diego Tardelli (Luan – 30’/2ºT); Jô – Técnico: Cuca.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: