Com boas atuações, Everton Ribeiro e Paulão se destacam no Cruzeiro

12 03 2013

Um é o líder na defesa e o outro na armação de jogadas. Everton Ribeiro e Paulão saíram da desconfiança para os braços da torcida celeste

Por Stéfano Bruno

Everton Ribeiro não precisou de muito tempo para cair nos braços do torcedor cruzeirense (Foto: Denilton Dias/VIPCOMM)

Contratado no início do ano junto ao Coritiba, o meia Everton Ribeiro já caiu nas graças do torcedor celeste. Maior investimento do Cruzeiro para esta temporada, o meia cujos 60% dos direitos econômicos custaram R$ 4 milhões aos cofres do clube, é o único jogador do setor ofensivo que atuou nas seis partidas do clube nesta temporada.

Autor de um gol nesta temporada, contra o Tombense, o meia espera ampliar o número de gols que ele marcou na última temporada, quando ainda defendia o Coritiba. Ao todo, Everton balançou as redes adversárias 18 vezes no último ano.

Jogador rápido, com bom passe e bom drible, o dono da camisa 17 do Cruzeiro vem fazendo às vezes do meia Diego Souza, principal nome celeste, e vem se tornando o principal armador de jogadas do clube estrelado.

O bom futebol do meia fez ele se tornar peça fundamental e intocável no esquema do técnico Marcelo Oliveira. Titular em todas as partidas nesta temporada, o jogador já viu concorrentes a posição não serem relacionados nem mesmo para o banco de reservas. Ricardo Goulart, Elber e Alisson já experimentaram este gostinho nada agradável de não ficar nem mesmo no banco.

“Xerife Azul” também vem agradando a torcida

Demonstrando muita vontade dentro de campo, o valente Paulão está nos braços da torcida, que já o chama de “Xerife Azul” (Foto: Reprodução)

Contratado para ser o líder da zaga celeste, Paulão não decepcionou e fez das estrelas do escudo do Cruzeiro a sua estrela de xerife. Chamado pela torcida celeste de “Xerife Azul”, o zagueiro vem se destacando pela vontade demonstrada dentro de campo.

Intocável na defesa, o “Caveirão”, como também é conhecido, já teve três companheiros de defesa este ano. Lesionado, Bruno Rodrigo teve que deixar a equipe e viu Thiago Carvalho e Nirley atuarem ao lado de Paulão, que disse não ter preferência para um companheiro de posição.

– Como foi com o Thiago (Carvalho), foi com o Nirley, e vai ser se o Bruno (Rodrigo) voltar (a titularidade). Jogar ali atrás nunca é fácil. São bolas aéreas o tempo todo, que podem definir o jogo, são jogadores velozes ali na frente. A melhor maneira é você se dedicar ao máximo, cortar as bolas que chegam e ter qualidade no passe para sair. Com o Nirley ou com o Thiago, não há diferença. As dificuldades vão existir sempre, porque do outro lado sempre tem jogadores de qualidade. A melhor maneira é você se dedicar ao máximo e fazer aquilo que o treinador pede – disse o “Xerife” celeste.

Além da importância no sistema defensivo, o zagueiro também vem incomodando com sua presença no ataque. Autor de dois gols nesta temporada, Paulão vem demonstrando ter bom posicionamento também no ataque. Dos dois gols marcados pelo defensor este ano, apenas um foi em uma partida oficial, já que o outro foi em um amistoso realizado pelo Cruzeiro em sua pré-temporada. Uma curiosidade em ambos os gols marcados pelo Paulão, é que mesmo com seu 1,87m de altura, o defensor marcou os dois gols com o pé, ambos após um chute forte de dentro da área.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: