Com gol de Cristiano Ronaldo, Real vira sobre o Manchester e vai às quartas na Champions

5 03 2013

Em jogo marcado pela polêmica expulsão de Nani, o time merengue se aproveitou da vantagem para virar o placar, garantindo a vaga nas quartas de final

Por Leonardo Perri

CR7 não comemorou o gol contra o seu ex-time (Foto: Getty Images)

CR7 não comemorou o gol contra o seu ex-time (Foto: Getty Images)

Após o empate por 1 a 1 no jogo de ida, a expectativa para a segunda partida entre Manchester United e Real Madrid cresceu ainda mais. Os olhos do mundo futebolístico se voltaram para esse duelo que marcou a volta de Cristiano Ronaldo ao estádio Old Trafford e o milésimo jogo de Giggs com a camisa do time inglês. Embalado por duas vitória sobre seu maior rival em uma semana, o time merengue manteve a boa fase e venceu o rival por 2 a 1 em Manchester, garantindo a classificação para as quartas de final.

Champions League

A partida teve desenhos de um grande jogo. Com um primeiro tempo muito truncado, o jogo demorou a engrenar, porém na segunda etapa foram fortes emoções. O Manchester saiu na frente com um gol contra, mas após a polêmica  expulsão de Nani, o time visitante conseguiu a virada  e a classificação. Foi a primeira vitória do técnico José Mourinho dirigindo um time contra o Manchester em Old Trafford.

Welbeck foi grande destaque do time de Manchester (Foto: AP)

Welbeck foi grande destaque do time de Manchester (Foto: AP)

Com a bola rolando, o Manchester tomava uma postura defensiva mesmo jogando em casa e permitia ao Real Madrid tomar a iniciativa do jogo. No primeiro chute do jogo, com 10 min, Higuain passou por três marcadores após passe de Di Maria, mas o chute colocado saiu à direita do goleiro De Gea. Os ingleses responderam no contra-ataque após ótimo passe de trivela de Giggs para Van Persie, que escorou para o meio da área, mas Varane chegou a tempo para afastar.

Com o passar do tempo, o ímpeto inicial dos madrilenhos esfriou e os donos da casa passaram a ocupar um tempo maior no campo ofensivo. Aos 20 min, por um detalhe os Red Devils não abriram o placar. Giggs cobrou escanteio na cabeça de Vidic, que acertou a trave. No rebote, Welbeck, livre na pequena área, chutou em cima do goleiro, mas o bandeira já havia assinalado o impedimento do atacante inglês.

Característica dos jogos  decisivos, a marcação dos dois times prevalecia e as defesas levavam a melhor sobre os ataques. Na maioria dos ataques das duas equipes, a jogada final era sempre travada ou antecipada, evitando as grandes oportunidades.

No lance mais perigoso da equipe de Manchester no primeiro tempo, por pouco Welbeck não fez o seu. Com 34 min, Evra lançou para V. Persie dentro da área. O atacante girou com o corpo e soltou a bomba para defesa de Diego López que soltou para o meio. Na sobra, o camisa 19 perdeu ótima chance chutando em cima do arqueiro.

Antes do final da primeira etapa, o Real sofreu com a baixa de Di Maria, que por lesão, foi substituído e deu lugar ao brasileiro Kaká.

Logo no começo da segunda etapa, o Manchester pressionou no campo de ataque e abriu o placar em uma jogada sofrida. Com 2 min, Rafael entrou pelo meio da defesa e tocou para Welbeck, que errou o chute. A bola ainda sobrou para V. Persie que bateu travado.  Ainda dentro da área, a bola ficou para Nani que cruzou rasteiro para o meio. A bola passou por Welbeck, mas não por Sergio Ramos, que contra, desviou para o gol, abrindo o placar no Old Trafford.

Expulsão de Nani definiu a partida (Foto: AP)

Expulsão de Nani definiu a partida (Foto: AP)

O jogo se desenhava favorável aos ingleses, mas com 12 min, o Real voltou a ter esperanças com a expulsão de Nani. Em dividida com Arbeloa, o juiz interpretou que o português entrou solando o lateral, causando a irritação de todos no estádio. Se precavendo, Mourinho tirou o amarelado Arbeloa para a entrada de Modric.

A expulsão levou o Real Madrid a se instalar no campo de ataque e a começar a levantar bolas na área do time inglês. Em um cruzamento, Varane resvalou e Higuaín tentou completar, no entanto, o brasileiro Rafael apareceu na hora certa para impedir o gol de empate.

Na hora em que Mourinho preparava a entrada de Benzema, o Real conseguiu seu gol. Aos 21 min, Modric tabelou com Sergio Ramos, driblou Carrick e soltou um belo chute de fora da área que fez uma curva antes de entrar no ângulo de De Gea, empatando o duelo.

Com um homem a mais e tempo no relógio, o time merengue partiu pra cima e não demorou a fazer o gol da virada. E justo com o ex-ídolo de Manchester Cristiano Ronaldo. Aos 23 min, Özil deu belo toque de letra para Higuaín aparecer pela direita da grande área e cruzar rasteiro. A bola ia saindo pela linha de fundo quando  CR7 apareceu de carrinho e empurrou para o fundo das redes, virando o jogo. Na comemoração, o português se calou em respeito ao seu ex-clube.

Na sua milésima partida, Giggs viu seu time ser eliminado (Foto: AP)

Na sua milésima partida, Giggs viu seu time ser eliminado (Foto: AP)

Buscando desesperadamente o gol, o Manchester partiu com tudo para o ataque com as entradas de Young e Rooney e teve ótimas chances para empatar. Aos 37 min, Carrick cabeceou para ótima defesa de Diego López. O goleiro ainda viu Rooney chutar por cima no minuto seguinte na pequena área.

Nos minutos finais, o Real foi muito pressionado, mas quase ampliou nos contra -ataques. Na última chance, Kaká teve a chance de fazer o seu mas a bola pegou na trave enão entrou. Cristiano poderia ter feito mais um mas De Gea fez boa defesa em chute cruzado do português que deu números finais à partida e selou a classificação do time de Madri.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: