Sem extremos: Portuguesa aposta na mescla entre veteranos e jovens

2 03 2013

Lusa tem média de 26 anos, com zagueiros e meias experientes contracenando com laterais e atacantes jovens

Por Luiz Queiroga

(Foto: Divulgação/APD)

Pais e filhos: ao som de Legião Urbana, Portuguesa está jogando cada partida “como se não houvesse amanhã”, mesclando experiência e juventude

 Líder da Série A-2 do Campeonato Paulista, a Portuguesa tem a favor um repertório variado de atletas para a disputa do torneio, visando o retorno à elite paulista. Dentro da reformulação feita desde o fim do ano passado, quando perdeu jogadores importantes, a Lusa soube trazer reforços experientes, como Souza e Correa, modelar os remanescentes, casos de Lima e Héverton, e trabalhar com nomes que foram promovidos das categorias de base, como Michel.

Correa é um dos mais experientes do grupo (Foto: Divulgação)

Um dos veteranos rubro-verdes é o volante Correa, com enorme bagagem dentro do futebol, que elogiou a mescla entre experiência e juventude do time do Canindé. Para ele, não há motivos de deixar a garotada de fora dos jogos, por mais que se tornem decisivos a cada rodada.

– Os jovens têm que entrar e jogar. Os meninos têm nos ajudado, têm sido importantes, porque é preciso ter um bom grupo. A competição é muito longa, com muitos jogos em pouco tempo, então é necessário que todo mundo esteja bem. Eles mostraram qualidade nos treinamentos e estão tendo oportunidades de contribuir da melhor forma – declarou, à Web Rádio Lusa.

A equipe da Portuguesa tem média de 26 anos, sendo que a zaga (168 anos) e o meio de campo (291 anos, sendo 132 para volantes e 159 para os meias)são os setores mais experientes. Valdomiro, capitão, é o mais velho da defesa, com 34 anos, enquanto Souza é o primeiro da fila do INSS mais à frente no gramado, coma mesma idade.

Para equilibrar, os laterais somam ao todo 103 anos, enquanto o ataque tem 122 anos. Mesmo que os titulares pelos lados do campo sejam considerados experientes, Luis Ricardo (29) e Marcelo Cordeiro (32) têm demonstrado vigor de jovens. Na frente, destaque para Michel, que apenas com 21 anos, foi recém-promovido para o time profissional e não sucumbiu à pressão em cima da equipe no início do torneio, quando a torcida protestava com o mau futebol demonstrado pela Lusa.

Talvez a combinação desses números seja responsável pelos que a Portuguesa tem na tabela do Paulistão, uma vez que é vice-líder com 21 pontos e tem a defesa menos vazada com cinco gols.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: