#JFCnaCopa: Alô? Brasil precisa de 10 mil antenas de celular até 2014

27 02 2013

São Paulo e Rio de Janeiro necessitam praticamente da metade desse número

Por Luiz Queiroga

Para abastecer a demanda, Brasil precisará de 10 mil antenas de celular (Foto: Xcarlitox/WikiCommons)

Para abastecer a demanda, Brasil precisará de 10 mil antenas de celular (Foto: Xcarlitox/WikiCommons)

Após uma lei federal para homogeneizar as regras sobre instalação de municípios brasileiros ser aprovada no Senado, o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal  estima que todas as 12 cidades-sedes da Copa do Mundo de 2014 precisarão de 9.566 licenças para a implantação de antenas de quarta geração da telefonia móvel, conhecida por 4G.

A lei ainda deverá passar pela Câmara dos Deputados neste primeiro semestre do ano. Caso seja aprovada, acontecerá de modo oportuno para o sindicato, que observa uma vertiginosa demanda da população do país por serviços móveis, principalmente a banda larga para celular.

A cidade que precisará se adequar à lei é São Paulo, com 2.784 antenas, seguida por Rio de Janeiro, com 1.723. Completando o pódio, Brasília exigirá 954 licenças. Em sequência, Porto Alegre (665), Curitiba (652), Belo Horizonte (642), Salvador (564), Recife (490), Fortaleza (441), Manaus (271), Cuiabá (215) e Natal (165).

– Precisamos ter qualidade, precisamos ter cobertura, as pessoas estão reclamando. Precisamos ter serviço de melhor qualidade, mas se os municípios não deixarem instalar antenas, não vai ter o serviço – declarou Paulo Bernardo, ministro das Comunicações.

Desafio para a implantação do 4G no Brasil

A tecnologia utilizada pelo 4G exige duas a três vezes superiores o número de antenas que abasteciam a frequência utilizado pela tecnologia de terceira geração, o 3G, utilizada atualmente para internet móvel. A entidade ainda prevê que para cumprir com a lei, será necessária uma média de 30 Estações Rádio Base instaladas por dia.

Segundo a SINDITELEBRASIL, em abril deste ano já estará em funcionamento o uso do 4G nas cidades-sedes da Copa das Confederações e em dezembro de 2013 para as da Copa do Mundo. As prestadoras de telefonia móvel já se compromissaram com as exigências para aderirem à infraestrutura do 4G.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: