Corinthians jogará com portões fechados até o fim da Libertadores

22 02 2013

Decisão é válida até o fim das investigações, que podem levar até 60 dias. Clube ainda pode apresentar defesa do caso

Por Leonardo Perri 

Torcedores assistem ao jogo na Bolívia (Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians)

Torcedores assistem ao jogo na Bolívia (Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians)

Após o incidente que culminou na morte do torcedor boliviano Kevin Douglas Beltrán Espada, a Conmebol agiu e tomou medidas que punem ao Corinthians pelo ocorrido. Em comunicado oficial divulgado pela entidade na noite desta quinta-feira(21), ficou decidido que o clube paulista jogará com os portões fechados até o final do torneio.

Além disso, os torcedores do Corinthians não poderão acompanhar o seu time nas partidas em que o clube for visitante pois será proibida a venda de ingressos aos mesmos. Nelson Benítez, porta-voz da entidade sul-americana, disse que a decisão vale até o fim das investigações sobre o incidente com o menino, que podem durar até 60 dias para serem finalizadas. O clube brasileiro poderá apresentar sua defesa em até três dias.

– Os jogos em casa serão em portas fechadas. Quando forem visitantes, o time local será proibido de vender bilhetes para os torcedores do Corinthians. Os dirigentes têm três dias para apresentar sua defesa – disse Nestor Benitez, em entrevista à AFP.

A atitude tomada certamente trará prejuízos aos cofres alvinegros. Para a sequência da equipe na Libertadores o clube já havia vendido cerca de 85 mil ingressos antecipadamente através de internet e do programa Fiel Torcedor para os jogos contra o Millionarios, da Colômbia, Tijuana, do México e o próprio San José, da Bolívia que agora ocorrerão sem a presença de público.

Confira a nota divulgada no site da Libertadores:

A Unidade Disciplinar do Tribunal de Disciplina da Conmebol iniciou um expediente ao SC Corinthians do Brasil pelos incidentes ocorridos nesta quarta-feira, 20 de fevereiro, na partida contra o San José da Bolívia pela Copa Bridgestone Libertadores 2013. 

Ao mesmo tempo, adotou duas medidas de forma provisória (até que se tome uma decisão sobre o caso, e por um prazo máximo de 60 dias):

1. Que todas as partidas do Corinthians como mandante na Copa Bridgestone Libertadores sejam feitas de portões fechados. 

2. Os clubes que enfrentarem o Corinthians no torneio sejam proibidos de vender ingressos ao Corinthians e seus torcedores.

 

Anúncios

Ações

Information

One response

27 02 2013
“Seis são louco?” Torcedores conquistam direito de irem ao Pacaembu |

[…] O grito “Louco por ti, Corinthians” foi levado a sério por seis torcedores alvinegros que não aceitaram a imposição da Confederação Sul-Americana de Futebol de vetar que o Timão tivesse o apoio das arquibancadas até o fim da Taça Libertadores, como punição pelo acidente fatal que matou um garoto na Bolívia. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: