Graças a Fred, Fluminense estreia com vitória na Libertadores

13 02 2013

Artilheiro balançou as redes diante do Caracas, numa partida bastante disputada

Por Luiz Queiroga

Só risos: Fred liderou o Fluminense na primeira vitória da equipe na Libertadores (Foto: Fernando Llano/AP)

O Fluminense deu início na noite desta quarta-feira (13) a caminhada para o inédito título da Taça Libertadores da América, na Venezuela, diante do Caracas. E começou com o pé direito, já que venceu por 1 a 0 o adversário, somando os primeiros três pontos no Grupo 9, que ainda conta com o Grêmio como principal concorrente para a briga pelo topo da tabela.

O técnico Abel Braga optou por começar o duelo colocando o meia Wagner no time, ao invés do zagueiro Digão, e a ofensividade foi comprovada logo aos cinco minutos, quando o lateral-direito Bruno cruzou para Fred cabecear todo torto para fora do gol. Ao decorrer do tempo, porém, a cautela entrou em campo e as equipes passaram a se estudar mais, com o Fluminense tendo maior posse de bola.

O jogo na Venezuela foi bastante disputado (Foto: Bia Figueiredo/Photocamera)

A partir dos 19min, o Time das Laranjeiras voltou a subir mais, primeiro com o zagueiro Leandro Euzébio, que isolou para a arquibancada, e depois com Fred, que também chutou para longe da meta adversária. Aos 21min, contudo, o centroavante cruzou para Rafael Sobis carimbar a trave em cabeçada. Passado pouco tempo, foi a vez do camisa 9 assustar, mas novamente o placar não saiu do zero a zero.

Fred continua sendo o homem-gol do Fluminense (Foto: Fernando Llano/AP)

Fred continua sendo o homem-gol do Fluminense (Foto: Fernando Llano/AP)

Em meio ao bombardeio carioca, o Caracas conseguiu arranjar um único lance de perigo, com Guerra, que tirou tinta da trave direita de Diego Cavalieri. Mas se a torcida da casa pensou que esse seria o começo de uma reviravolta dentro de campo, Fred tratou de acabar com quaisquer esperanças e abriu o marcador, aos 32min. Até o apito final, o Caracas conseguiu crescer um pouco na partida, mas o placar não foi alterado.

No início da segunda etapa, o time venezuelano permaneceu com mais posse de bola, pressionando o Fluminense. O confronto ficou bastante disputado no meio, tendo como primeiro lance ofensivo Fred obrigando o goleiro Baroja mandar para escanteio, aos 15min. Bastante truncado, o segundo momento de perigo só veio aos 31min, desta vez pelo Caracas, que exigiu o trabalho de Cavalieri.

Os dois times começaram a chutar de longa distância, já que não era possível trabalhar com a bola nos pés. Os venezuelanos assustaram por mais duas vezes antes do término da partida, mas o placar não foi alterado.

FICHA TÉCNICA da partida entre CARACAS (VEN) 0 X 1 FLUMINENSE

Local: Estádio Olímpico, em Caracas
Data/Hora: 13/02/2013, às 22h (de Brasília)
Árbitro: José Hernando Buitrago (COL)
Auxiliares: Wilson Berrio (COL) e Rafael Rivas (COL)
Renda/Público: Não divulgados
Cartão amarelo: Fred, Edinho (Fluminense)
Cartão vermelho: Não houve

GOLS: Fred, aos 31’/1ºT (0-1)

CARACAS: Baroja; Carabalí, Edwin Peraza, Sánchez e Amaral; Jiménez, Guerra (Peña 34’/2T), Meza (Gonzalez, 30’/2ºT) e Otero; Cure e Febles (Cabezas, 19’/2ºT) – Técnico: Ceferino Bencomo.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Leandro Euzébio, Anderson e Carlinhos; Edinho, Jean e Wágner (Valencia, 39’/2ºT); Rafael Sobis (Marcos Jr., 30’/2ºT) , Wellington Nem (Rhayner, 46’/2ºT) e Fred – Técnico: Abel Braga.

 

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: