PSG vence o Valencia, mas perde Ibra para o jogo de volta na Champions

12 02 2013

Time francês abri vantagem com boa atuação de Lucas, mas tem pane no final e reabri o duelo com a expulsão de Ibrahimovic nos acréscimos

Por Daniel Yamaguti

Lavezzi é abraçado por Ibra na comemoração do primeiro gol do PSG; Pastore (esq.) fez o outro dos franceses (Foto: Getty Images)

Começou a fase de mata-mata da UEFA Champions League. Pelo jogo de ida das oitavas de final, Valencia e PSG duelaram no estádio Mestalla. De um lado, a equipe anfitriã não perdia em seus domínios a nove jogos e tinha como destaques os atacantes Jonas e Soldado. Do outro, a equipe com a melhor defesa na competição europeia tinha a presença de Alex, Maxwell e Lucas, tornando o confronto em uma partida recheada de brasileiros.

O meia Lucas fez sua estreia em jogos da Champions League. E o brasileiro começou com personalidade. Em chute de fora da área, acertou o poste direito de Guaita. No lance seguinte, Lavezzi triangulou com Pastore, invadiu pela direita e chutou forte no meio do gol, sem chances para o arqueiro anfitrião: 1 a 0 para os visitantes e o 4º gol do atacante argentino na competição.

Mesmo em casa, o time espanhol pouco atacava, tendo a sua primeira chance em chute fraco de fora da área de Ever Banega aos 19min. Essa solidez defensiva demonstrada pelos franceses é marca registrada das equipes treinadas por Carlo Ancelotti.

Lucas quase fez o segundo gol. O ex-são paulino arrancou do meio de campo com a bola, entrou na área e chutou rasteiro para a defesa de Guaita. E só dava PSG. Cinco minutos depois, Pastore entrou na área e, mesmo marcado, conseguiu limpar a jogada e rolar a bola para a conclusão fraca de Lavezzi.

Ibrahimovic foi expulso e desfalcará o PSG no jogo de volta, em Paris (Foto: Getty Images)

Perto do fim da primeira etapa, Lucas recebeu pela direita, fintou o mexicano Guardado, avançou pela área e presenteou Pastore com um belo passe. O meia argentino só teve o trabalho de empurrar a bola para as redes, ampliando o placar. 2 a 0. Essa foi a 4ª assistência em apenas 7 jogos do camisa 29.

A etapa complementar começou com mudanças pelo time espanhol. Sairam Banega e Jonas, para as entradas de Canales e Valdez. Mantendo o mesmo sistema tático, o técnico quis municiar o ataque, que já contava com Soldado, e tentava evitar uma “tragédia”, que seria perder em casa.

Em ato inusitado de Carlo Ancelotti, Lucas foi sacado para a entrada do volante Chantomê, com apenas 7 minutos. Talvez o técnico já estivesse satisfeito com o grande resultado fora de casa e armaria uma retranca. Depois, foi confirmado que o craque brasileiro havia sentido dores e pedira para ser substituído.

Em lance movimentado, Soldado recebeu enfiada de bola, mas desperdiçou chance clara de gol. Na sequência, Ibrahimovic puxou o contra-ataque e chutou de fora da área, Guaita deu rebote e Lavezzi perdeu a chance cara a cara. Mas, sobrando em campo, logo o PSG teria outra oportunidade de fechar o caixão, que veio aos 25min: quando Ibrahimovic tabelou com Chantomê pela direita, o sueco chutou em cima do goleiro. Na sequência, a bola sobrou para o camisa 20 que escorou para o gol, impedido. O gol não foi validado.

Em resposta, Valdez recebeu lançamento de Guardado e chutou a bola rente à trave, desperdiçando uma das poucas chances construídas pelo time da casa.

Quase no final, Tino Costa cobrou a falta para a conclusão de Rami, que descontou o placar: 2 a 1. O francês reabriu a disputa com o gol. E o que era bom ficou melhor: Ibrahimovic entrou forte em Guardado e, para o entendimento do árbitro, deveria ser expulso, sem levar o cartão amarelo: e o fez. Com isso, o sueco virou um desfalque importante para a decisão.

Agora, o PSG pode até perder por 1 a 0 no Parc des Princes que estará garantido na próxima fase, em março.

FICHA TÉCNICA VALENCIA 1×2 PARIS SAINT-GERMAIN

Estádio: Estádio Mestalla, Valencia (ESP)

Data-Hora: 12/02/2013 – 17h45 (de  Brasília)

Árbitro: Paolo Tagliavento  (ITA)

Cartões amarelos: Verratti (PSG), João Pereira (VAL)

Cartão vermelho: Ibrahimovic  (PSG)

Gols: Lavezzi (9′ do  1º tempo), Pastore (42′ da 1ª etapa), Rami (44′ da 2ª etapa)

VALENCIA: Guaita, João Pereira, Rami, Ricardo Costa e  Guardado; Parejo, Banega (Canales – intervalo) e Tino Costa; Feghouli (Viera – 38′ do 2º tempo), Jonas (Valdez – intervalo) e Soldado – Técnico: Ernesto Valverde

PSG: Sirigu, Jallet, Alex, Sakho e Maxwell; Matuidi,  Verratti, Pastore (Armand – 43′ da 2ª etapa) e Lucas (Chantomê – 8′ da 2ª etapa); Lavezzi (Ménez – 31′ do 2º tempo) e Ibrahimovic – Técnico: Carlo Ancelotti.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: