Com atuação de gala de Neílton, Santos se classifica para a final da Copinha

23 01 2013

Neílton fez o famoso “hat-trick”, sendo um dos gols um verdadeiro golaço, e classificou o time para a final. Já o Palmeiras acabou se perdendo no nervosismo e não conseguiu parar a joia

Por Gustavo Soler

Craque do jogo, Neílton deu show em Barueri (Foto: Futura Press)

Na noite desta terça-feira (22), Palmeiras e Santos decidiram a segunda vaga para a final da Copa São Paulo, que será realizada no aniversário da cidade, dia 25 de janeiro. O Peixe, que se classificou nos pênaltis contra o Audax, veio para Barueri com vários desfalques, entre eles a sua dupla de volantes e o zagueiro capitão Gustavo Henrique, que está com o elenco profissional. Já o Verdão contava com os retornos do zagueiro Luiz Gustavo, do lateral Bruno Oliveira e do camisa 10, Diego Souza. Porém, nem com os retornos dos seus titulares, o time de Narciso conseguiu parar o menino que tem o mesmo apelido do atual craque alvinegro. Neílton brilhou e fez um hat-trick na vitória por 3 a 2.

A partida começou quente: logo aos 30 segundos, Leandrinho, que entrou improvisado de volante, observou o goleiro Walter adiantado e bateu firme de fora da área. A bola explodiu no travessão e saiu. A reposta palestrina veio aos três minutos. Após cruzamento de Bruno Oliveira, Edílson recebeu livre de marcação, mas bateu mal na bola e mandou pra longe do gol. No entanto, essa foi a jogada que incendiou a torcida alviverde, que começou a incentivar muito o time. Com cinco minutos, Luiz Gustavo bateu falta da intermediaria e colocou um efeito venenoso na bola. O goleiro Gabriel Gasparotto voou para fazer a defesa. Depois deste começo arrasador, ambos os times reduziram o ritmo, deixando a partida mais cadenciada e sem grandes oportunidades de gols. O Peixe tentava chegar nas bolas paradas, causadas pelas inúmeras faltas cometidas pelos garotos palmeirenses, mas Walter mostrava muita segurança nas saídas do gol e dominava a grande área.

O jogo voltou a esquentar aos 25 minutos. O zagueiro Luiz Gustavo, que vinha fazendo uma boa partida, acabou vacilando e perdeu na velocidade para Neílton. Na tentativa de roubar a bola, o defensor cometeu pênalti. Na cobrança, Neílton partiu ao maior estilo Neymar e bateu tirando do goleiro Walter, que caiu para o lado oposto, abrindo o placar em Barueri. Na saída de bola, Luiz Gustavo recebeu a bola e acabou repondo mal. Imediatamente o técnico Narciso chamou Gabriel Dias: o camisa 23 jogou nas quartas de finais na vaga do próprio Luiz Gustavo que estava suspenso. O alviverde perdeu a cabeça e começou a cometer faltas desnecessárias, o que revoltou o técnico santista. As equipes não conseguiam chegar aos ataques. O alvinegro praiano sempre parando nas faltas adversárias, e o Palestra parava na sua própria falta de paciência e calma em campo. Aos 44, Edílson armou um contragolpe e chutou de muito longe, a bola fez o efeito e saiu próxima ao ângulo de Gabriel Gasparotto.

O Santos voltou com tudo para o segundo tempo. No primeiro minuto, Diego Cardoso invadiu a área com velocidade, deixou o goleiro Walter para trás, mas na hora da finalização acabou batendo pra fora. Porém, no ataque seguinte, o camisa 10, Léo Cittadini, encarou a marcação de Gabriel Dias e foi derrubado dentro da área. O meia santista, no entanto, conseguiu dar um toquinho sutil para Neílton, que bateu de primeira no cantinho de Walter para ampliar o marcador. O segundo gol do Peixe foi a gota d’água para Narciso. O treinador palestrino tirou o seu único volante de marcação – Lucas Morelatto – e colocou o atacante João Pedro, o então “talismã” do time. A alteração surtiu efeito, e a pressão pelos gols palmeirenses começou. Aos 11 min, Chico cruzou na medida e Edílson deu uma testada como manda o manual de Dadá Maravilha, jogando a bola no ângulo de Gasparotto para diminuir no marcador.

A resposta santista veio com Léo Cittadini, que bateu de fora da área, mas Walter fez a defesa. O nervosismo era visível em ambas as equipes. Aos 21 minutos, Narciso quase entrou em campo para brigar com o camisa 10 Diego Souza, pois o garoto cochilou e foi desarmado por Neílton, que logo tocou para Léo Cittadini. O meia do Peixe bateu e Walter fez a primeira defesa, mas, no rebote, Neílton empurrou para o gol. O bandeira, no entanto, marcou o impedimento de forma correta. A defesa do Palmeiras aparentava não ter entendido que o jovem Neílton, além de ágil, era muito habilidoso e não poderia ter espaço para pensar. Foi o que aconteceu aos 25 min, quando o atacante dominou, chapelou o zagueiro Fernando e bateu de primeira no canto para marcar o hat-trick. O talismã João Pedro apareceu seis minutos depois do gol: depois do cruzamento de Bruno Oliveira, o camisa 19 se jogou de carrinho e, com um leve toque, conseguiu colocar a bola por entre as pernas de Gasparotto. Com 46min, Bruno Dybal cobrou escanteio pela esquerda e Victor Hugo subiu mais que todo mundo, mas mandou para fora. O atordoado Fernando sentiu a pressão de Neílton e quase fez um gol contra ao tentar recuar a bola para Walter no minuto final do jogo. O lance acabou terminando em escanteio, o time do alvinegro tocou curtinho e prendeu a bola até o apito final.

FICHA TÉCNICA – PALMEIRAS x SANTOS 
Local:
 Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data: 22 de janeiro de 2013, terça-feira
Horário: 21 horas (Brasília)

PALMEIRAS: Walter; Bruno Oliveira, Luiz Gustavo (Gabriel Dias), Fernando e Vitor Hugo; Lucas Morelatto (João Pedro), Edílson, Bruno Dybal, Diego Souza (Bruno Sabia); Chico e Vinícius.
Técnico: Narciso dos Santos

SANTOS: Gabriel Gasparotto; Douglas, Walace, Jubal e Canavarros; Leandrinho, Pedro Castro,  Léo Cittadini e Diego Cardoso; Stéfano Yuri e Neílton (Lucas Crispin).
Técnico: Claudinei Oliveira

Anúncios

Ações

Information

One response

25 01 2013
Santos derrota o Goiás e conquista o bicampeonato da Copinha «

[…] novamente nas penalidades por 4 a 3, agora sobre o Audax São Paulo. Na fase semifinal, uma eletrizante vitória sobre o Palmeiras por 3 a 2 credenciou o Santos a disputar a tão sonhada final e conquistar o […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: