Candidato à presidência do Palmeiras diz que pode copiar rivais, promete profissionalização e critica Tirone

19 12 2012

Danilo Gonçalo, do JFC

Candidato à presidência do Palmeiras, Paulo Nobre promete modernizar o clube e implantar a profissionalização em toda a gestão do alviverde. Nada de “reinventar a roda”, segundo ele. Se precisar copiar as coisas de sucesso que já foram feitas em outros clubes, o fará.

“Tudo que é positivo tem que ser copiado”, afirma o conselheiro do Palmeiras, que chega como um dos fortes candidatos a assumir o lugar de Arnaldo Tirone no comando do clube. Nobre diz que “é coisa de mercado” repetir ‘cases’ de sucesso alheio. E ter o melhor dos clubes rivais e de outros grandes do exterior é um dos sonhos que ele quer realizar, se chegar à presidência.

“Eu gostaria muito de ter uma base com o sucesso que tem a base do Santos. Gostaria muito de fazer planos de marketing como o Corinthians fez, e gostaria muito de conseguir fazer muito dinheiro com troca e venda de jogador como o São Paulo”.

As características próprias do Palmeiras não foram esquecidas pelo candidato. Ele afirma que caberá aos departamentos, que serão profissionalizados, fazer valer o melhor em cada área, levando em conta as necessidades próprias do Palmeiras e dos torcedores.

Em tom ameno, Nobre critica a gestão Tirone e diz que o Palmeiras “está sem comando” e vê o clube como “um barco à deriva”.

Para chegar ao lugar de Tirone, Nobre busca apoio de conselheiros, mas sem “troca de favores”. O candidato, que já tem ao seu lado alguns grupos, diz que não cederá a pressões e nem vai lotear cargos em sua diretoria para receber mais votos.

Se eleito, promete que assumirá o comando do futebol, até para “evitar desgaste político”. Depois, pretende contratar um manager para assumir o departamento. Esse “presidente do futebol” seria responsável por contratações de técnicos e jogadores, cuidar das categorias de base e gerenciar toda a estrutura, a exemplo dos profissionais que atuam nos grandes clubes da Europa.

Concorrendo pela segunda vez (perdeu para Tirone em 2011), Nobre afirmou que chega às eleições “mais forte e mais experiente” para tentar colocar o Palmeiras no século 21.

A eleição acontecerá em janeiro. No embate, Nobre enfrentará pelo menos mais dois candidatos: o atual presidente, Arnaldo Tirone, e o conselheiro Décio Perin.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: