Tite assume responsabilidade e acredita em Guerrero no Mundial

3 12 2012

Técnico não se arrepende de ter escalado força máxima diante do São Paulo; atacante deverá ter prazo de recuperação encurtado

Por Luiz Queiroga

Homem de referência de Tite, Guerrero não sabe se jogará o Mundial (Foto: Gazeta Press)

Homem de referência de Tite, Guerrero não sabe se jogará o Mundial (Foto: Gazeta Press)

 

O Corinthians embarcará na noite dessa terça-feira (4) com uma dúvida: Paolo Guerrero terá condições de disputar o Mundial de Clubes? Após lesionar o joelho direito no clássico diante do São Paulo, o atacante viajou junto do elenco alvinegro mas não sabe se entrará em campo no Japão.

Nesta tarde, o jogador esteve no CT Joaquim Grava para dar início ao processo de recuperação, que, a princípio,deveria durar de 15 a 20 dias, mas a comissão médica acelerará o processo para que ele esteja à disposição do técnico Tite logo no primeiro jogo, dia 12, ainda sem adversário definido. O treinador, inclusive, não se arrependeu de ter escalado o time titular para o clássico paulista:

Tite não se arrepende de ter escalado força máxima diante do São Paulo (Foto: Gustavo Tilio)

Tite não se arrepende de ter escalado força máxima diante do São Paulo (Foto: Gustavo Tilio)

– Sabíamos que corríamos esse risco, infelizmente ocorreu com o Guerrero, pagamos o preço pela mobilização. Eu poderia colocar o time reserva, mas não. Assumimos o risco e a responsabilidade, pois a equipe está se preparando sem fugir da responsabilidade – explicou, em coletiva de imprensa. O técnico, porém, acredita na recuperação do peruano: – Acredito que para o primeiro jogo ele já tenha condições. Vamos trabalhar para isso.

Caso não tenha Guerrero com condições de jogo, Tite será obrigado a abdicar-se do esquema de jogo com um homem centralizado, o seu preferido e que o fez lutar tanto para trazer o centroavante ao Parque São Jorge. Dessa forma, o Corinthians terá o mesmo ataque campeão da Libertadores, sem referência na área.

– Se não jogar, teremos um jogador de movimentação, forma que fez a gente ser campeão da Libertadores. Tem Emerson, Danilo, Romarinho para fazer a função. O Martínez, quando fez o gol contra o Goianiense, também estava jogando assim. O grupo entendeu que precisava dessa preparação e não tirou o pé, correu o risco – concluiu.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: