Sporting empata com Genk em Alvalade e se complica na Liga Europa

8 11 2012

Rui Patrício faz grande partida, porém Genk estraga estréia de Vercauteren na Liga Europa

Por Thiago Mourão, direto de Lisboa

Sporting e Genk fizeram um jogo disputado em Lisboa (Foto: Getty Images)

Quis o destino que o belga Vercauteren tivesse seu primeiro jogo no comando do Sporting, pela Liga Europa, contra um time de seu país. O final, porém, não foi feliz para o treinador. O Genk, que na última rodada já havia vencido o Sporting por 2 a 1 na Bélgica, foi a Alvalade e, depois de um primeiro tempo horrível, arrancou o empate em 1 a 1 no último minuto. O gol leonino saiu aos 64´com Rick van Wolfswinkel e o empate belga com Glynor Plet, aos 90´.

Agora o Sporting precisa fazer contas para passar a próxima fase. O time de Alvalade viaja à Basel na próxima rodada para enfrentar a equipe da cidade e precisa vencer. Depois, deve torcer para Videoton e Genk empatarem ou por uma vitória dos belgas e no último encontro, em Lisboa,o Sporting precisa vencer o Videoton para assim continuar a sonhar com a próxima fase. O caminho ficou mais complicado para os leões.

O jogo

A primeira chance de perigo do jogo foi belga. Vossen, camisa 9 do Genk, recebeu a bola perto da entrada da área e avançou. Passou por Xandão e tentou encobrir Rui Patrício, mas sem efeito. Após o susto, a partida tomou contornos de um jogo disputado no meio campo. O Sporting, com Elias e Schaars no começo das jogadas, tentava dar o ritmo da partida. Os leões assim começaram a partida analisando o adversário e deixando apenas o contra ataque para os belgas.

Com uma partida disputada no meio campo, as duas equipes tentavam pelos lados chegar ao gol adversário. O Genk chegou duas vezes pela direita com Buffel e Vossen, mas Rui Patrício estava sempre seguro na meta dos lisboetas. Pelo lado dos verdes, Labyad pela esquerda e Capel pela direita, tentava de todas as maneiras servir Rick van Wolfswinkel.

Chega o Genk

Os torcedores que foram à Alvalade tiveram que esperar 22 minutos para assistirem um perigo de gol, mas contra o time da casa. Bola na direita para o camisa 8, Joseph-Monrose, e o francês logo viu Gorius livre na pequena área e cruzou. O camisa 10 do time belga recebeu, girou e chutou, porém fraco, facilitando para a defesa de Patrício. Era o sinal de alerta sendo ligado na equipe de Frank Vercauteren.

Era um jogo com muitas faltas. Em menos de 30 minutos o árbitro sueco já havia aplicado quatro cartões amarelos – Schaars e Viola pelo lado do Sporting. Koulibaly e Ngongca pelo lado do Genk. Foi em uma destas faltas que o Sporting chegou com perigo. Depois de Labyad bater e a bola tocar na barreira, ela sobrou para Wolfswinkel que saltou com a zaga e levou melhor. O holândes dominou e chutou fraco, facilitando à defesa de Van Hout.

Foi um primeiro tempo que definiu o panorama do jogo, com poucas emoções. O Sporting tinha suas melhores chances na velocidade de Labyad pela direita e nas bolas alçadas para Wolfswinkel. Já a equipe do Genk utilizava a boa presença de área do camisa 9, Jelie Vossen, que por várias vezes causou pânico na defesa verde e branco.

Jogadores do Sporting comemoram o gol que abriu o placar em Alvalade (Foto: Getty Images)

Inacreditável

Depois de jogada do espanhol Diego Capel pela direita, o camisa 11 viu Cedric. O lateral recebeu, invadiu a área, driblou o zagueiro,  mas, na hora de definir, se atrapalhou com a bola de uma forma inacreditável e bisonha. Depois do falhanço incrível de Cedric, o árbitro Kennet Stefan apitou o final do primeiro tempo.

Ambas as equipes voltaram para a segunda etapa sem alterações. Com a mesma equipe, o Sporting continou apostando no meio campo para chegar ao ataque, e teve assim, os leões a primeira oportunidade de perigo. Bola na direita com Capel, o espanhol novamente com uma boa visão de jogo encontrou Wolfiswinkel na pequena área e cruzou. O holândes, agora marcado, saltou junto com a zaga e cabeceou totalmente errado e fraco. E o segundo tempo começou como terminou: com falha do Sporting.

Mas parece que Cédric queria mudar este cenário. O português recebeu na direita e logo lançou Capel. O espanhol em velocidade deu para Viola, o argentino perdeu a bola e ela sobrou para Elias. O brasileiro não pensou duas vezes e chutou para uma grande defesa de Van Hout. Era o Sporting acordando na partida.

Sporting abre o placar

Muito acionado, Capel recebeu novamente pela esquerda e logo encontrou Rick van Wolfswinkel livre na área. Sem pensar muito, e desta vez sozinho, o holândes saltou e cabeceou para o fundo da meta belga. Um a zero e festa em Alvalade.

Mas parecia que o Genk não tinha sofrido o gol há poucos minutos. Depois de um cruzamento de Gorius para Vossen, o camisa 9 conseguiu dar uma puxada e dar um grande chute. A bola saiu com muito efeito e passou perto da trave de Rui Patrício. O Genk estava chegando.

São Patrício

Mais uma vez pressão do time belga. Vossen encontrou Ngcongca, que logo recebeu a marcação de Insúa. Ele passou facilmente pelo argentino e depois, frente a frente com Patrício, chutou para a impressionante defesa do goleiro do Sporting.

E a pressão continuava. Bola na direita para Tshimanga. O camisa 3 do time belga recebeu, driblou Cédric e chutou cruzado, mas a bola ficou em mais uma defesa do goleiro do Sporting

Atleta do Genk comemora o gol que decretou o empate entre Sporting e o time belga (Foto: Getty Images)

Banho de água fria em Alvalade

Quando tudo seguia para uma vitória leonina, Plet, que entrou no segundo tempo, jogou um balde de água fria em pleno inverno europeu. Buffel entrou pela esquerda, olhou para o meio da área e cruzou. Plet surgiu na segunda trave, Patrício saiu mal do gol e o holândes fez o gol de empate aos 90 minutos de jogo.

Sem tempo para mais, o árbitro sueco apitou o final do jogo, para desespero dos mais de 15 mil torcedores que foram à Alvalade.

FICHA TÉCNICA:

SPORTING CP 1 X 1 KRC GENK

Estádio: Estádio José Alvalade – Lisboa – Portugal
Data/hora: 08/11/2012 – 18h05min
Árbitro: Kennet Stefan Johannesson (SUE)
Auxiliares: Stefan Wittberg (SUE), Magnus Sjoblom (SUE)

Cartões amarelos: Sporting: Insúa, Schaars, Viola. Genk: Koulibaly, Ngongca e Vossen

Cartões vermelhos: Schaars

Gols: Wolfswinkel – 64´/ Plet – 90´

SPORTING CP: Rui Patrício, Xandão, Rojo, Insúa, Schaars, Elias, Viola (Gelson Fernandes – 63´), Capel (Carrillo – 87´), Labyad (Tiago Ilori – 83´) e Wolfswinkel. Técnico: Frank Vercauteren

KRC GENK: Van Hout, Tshimanga, Nadson, Koulibaly, Dani Fernández, Ngongca, Hyland (Plet – 67´), Buffel, Gorius, Joseph Monrose (Masika – 77´) e Vossen. Técnico: Mario Been

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: