Juventus aproveita o tropeço do Napoli e dispara na liderança graças a gol no fim

1 11 2012

Juventus chega a 50 jogos de invencibilidade; Inter chega a sua quinta vitória seguida; Napoli perde e sai da cola da Velha Senhora; má fase do Milan continua e times de Roma tropeçam

Por Gustavo Soler

Neste meio de semana, ocorreu a 10ª rodada do Calcio e o Jornalismo FC traz os principais resultados.

Palermo 2 x 2 Milan

 

Artilheiro do time na temporada, El Shaarawy evita mais uma derrota do Milan (Foto: AFP)

Em crise, Palermo e Milan abriram a décima rodada do Campeonato Italiano. Com um ponto a menos que o Pescara, o time da Sicília era o primeiro time da zona de rebaixamento, mas apenas 3 pontos separavam os Rosaneros dos Rossoneros. O time da casa abriu 2 a 0, porém, acabou vacilando e permitiu o empate milanista. A má fase permanece sem solução para ambos os clubes.

O jogo era chato e sem emoção. O Palermo era ligeiramente melhor, mas não oferecia trabalho algum para o arqueiro Amelia. A primeira tentativa de gol dos mandantes foi do capitão Miccoli, mas o camisa 10 acabou cobrando mal a falta, mandando a bola pela linha de fundo. Miccoli era o atleta que mais buscava jogo e, após um lançamento recebido pela esquerda, o atacante tentou um cruzamento, que desviou no braço aberto de Abate. O ábrito Nicola Rizzoli marcou o toque, mesmo sem a intenção do desvio, pois Abate mudou totalmente a trajetória da bola. Na cobrança, Miccoli bateu firme a abriu o placar aos 45 minutos.

Logo aos dois minutos da etapa final, o desespero do Milan aumentou: o meia Brienza recebeu  a bola pelo meio, carregou até a entrada da área e bateu com muita força e efeito, sem chances para Amelia. O time de Milão precisava de um resultado melhor a qualquer custo, pois, com esta derrota, os rossoneros entrariam na zona de rebaixamento. O técnico Massimiliano Allegri promoveu mudanças no seu time. Os visitantes quase diminuíram com Emanuelson quando o holandês cobrou falta pelo meio e Ujkani foi no ângulo para defender. As mudanças de Allegri surtiram efeito aos 24 min. Bojan, que entrou no lugar de Pato, fez boa jogada pela direita, se livrando da marcação e cruzou para Montolivo. O meia dominou e encheu o pé de esquerda para diminuir.

Aos 35 minutos, Abate cruzou a bola para dentro da área, o goleiro Ujkani saiu mal e tocou na bola. No rebote, El Shaarawy, o talimã milanista, não perdoou e bateu firme com o gol aberto para empatar o jogo. Com o empate, os time permanecem com a mesma distância em pontos, mas o Palermo conseguiu deixar a zona de rebaixamento graças a um tropeço do Pescara.

Atalanta 1 x 0 Napoli

 

Carmona corre para o banco de reservas para comemorar o seu belíssimo gol (Foto: Getty Images)

Precisando muito da vitória para continuar na perseguição pela ponta da tabela, o Napoli viajou até Bergamo para encarar a Atalanta no estádio Atleti Azzurri d’Italia. O time da casa queria o triunfo para melhorar a sua posição na tabela e abrir uma boa vantagem para os clubes da zona de rebaixamento. Com um gol no começo do jogo, a Atalanta venceu a partida.

A primeira chegada ao ataque foi da Atalanta. Após uma boa jogada pela ponta direita, Denis cruzou, mas Moralez cabeceou pra fora. O Napoli teve uma oportunidade de ouro para abrir o marcador: Dossena cruzou pela esquerda, Maggio ajeitou de cabeça e Insigne mandou de voleio para uma grande defesa de Consigli. Se os azzurris chegaram em grande estilo, o time da casa não ficou para trás. Cazzola cruzou para Denis, o argentino ajeitou de coxa para Carmona bater de primeira e marcar um belíssimo gol.

Sub uma chuva forte que começou a cair na metade do primeiro tempo, Hamsik quase empatou o jogo de cabeça, mas o eslovaco cabeceou pra fora. Aos 35 minutos, Denis arrancou mais uma vez pela direita e cruzou para o meio da área, a bola passou por todo mundo até chegar em Bonaventura. O camisa 10 da Atalanta dominou e chutou todo torto, perdendo a melhor chance do time de ampliar o marcador.

Buscando o empate, o Napoli começou muito bem o segundo tempo. Após uma tentativa de cruzamento de Campagnaro afastada pela defesa, Maggio cruzou de primeira, a bola atravessou a pequena área até o toque de Insigne pra fora. Em uma triangulação perfeita de Pandev, Insigne e Hamsik, o camisa 17 bateu firme e Consigli fez grande defesa. Com muita velocidade pela esquerda, Insigne fez uma jogada individual dentro da área e bateu forte de pé direito, a bola explodiu na trave e o goleiro Consigli ficou com o rebote.

Jogando na base dos contragolpes, a Atalanta quase ampliou a vantagem aos 30 minutos. Após um bom passe de Moralez para Denis, o argentino invadiu a área e chutou forte, mas mandou na rede do lado de fora. Aos 37, Dzemaili cobrou falta e Consigli foi bem para espalmar. Com 42, Maggio cruzou, a bola desviou em Bonaventura e novamente Consigli interviu bem para evitar o empate.

Internazionale 3 x 2 Sampdoria

 

Jogadores da Inter, que participaram dos gols, comemoraram demais o triunfo (Foto: Site Oficial da Inter)

Simultaneamente com o jogo do Napoli, a Inter precisava ganhar para não deixar os seus rivais na tabela escaparem na liderança. Com uma boa virada no San Siro, os Nerazzurri chegaram a sua quinta vitória seguida no Calcio. Já a Sampdoria chegou ao seu sexto jogo sem vencer, sendo a quarta derrota seguida. Com a vitória em casa e com a derrota do Napoli, a Inter ficou com o segundo lugar.

A Sampdoria saiu na frente do marcador com 19 minutos. Após um lançamento para dentro da área, Samuel e Ranocchia se atrapalharam e a bola sobrou limpa para Munari marcar o gol. Os Nerazzurri quase empataram o jogo na sequência. Depois de uma boa jogada de Cassano, o camisa 99 rolou para Álvaro Pereira, o uruguaio bateu forte. No rebote, Guarin finalizou pra fora. Sem muitas emoções na etapa inicial, a Inter começou bem o segundo tempo. Logo aos seis minutos, Milito foi derrubado dentro da área. Na cobrança, o próprio Milito bateu e a bola ainda bateu na trave antes de entrar para empatar o confronto.

No lance no pênalti, Andrea Costa foi expulso e o time de Stramaccioni usava bem a vantagem numérica. Diego Milito quase virou o jogo em uma boa jogada individual, quando acertou o travessão de Romero. O time da Samp não se rendeu e foi pra cima da Inter quando havia espaço. Mas, em um contra-ataque bem armado pela equipe da casa, Cassano tocou para Palacio, que bateu de primeira para virar o jogo.

Se no primeiro tempo, Guarin teve uma boa oportunidade de marcar e acabou batendo pra fora, desta vez, o colombiano não perdoou: depois de mais um passe perfeito de Cassano, o volante interista dominou e mandou com muita força sem chances para Romero. No último minuto de jogo, Eder fez uma tabela linda com Maxi Lopéz e bateu na saída de Handanovic para diminuir o marcador.

Juventus 2 x 1 Bologna

 

Com mais um gol salvador, Pogba decide na vitória da Juventus (Foto: Getty Images)

Líder do campeonato, a Juve tinha um adversário fácil nesta décima rodada. O time de Turim buscava mais uma vitória para chegar a incrível marca de 50 jogos de invencibilidade em jogos válidos pelo Calcio. Por outro lado, o Bologna tinha praticamente uma missão impossível: vencer os alvinegros no Juventus Stadium para sair da zona de rebaixamento. O resultado foi o que todos esperavam: uma vitória da Velha Senhora.

A Juve tomou as ações do jogo e com Giaccherini saiu o primeiro bom chute, mas Agliardi defendeu. Na perigosíssima bola parada de Pirlo, a Velha Senhora chegou ao gol, mas Pogba empurrou o seu marcador e o árbitro Andrea Romeo anulou bem o gol. Pouco tempo depois, Pogba dominou e bateu por cobertura de fora da área, porém, a plasticidade do lance acabou com a bola se chocando na trave. Na única chance do Bologna, Gilardino empurrou Barzagli e Gabbiadini mandou pro gol, mas novamente o juiz da partida foi bem para anular o gol.

Tentando de qualquer jeito chegar ao gol, Bendtner bateu de muito longe e com muito efeito, obrigando Agliardi a fazer uma grande defesa. Em mais uma bola parada com Andrea Pirlo, o maestro da Juve mandou na cabeça de Pogba, que mandou pra fora. No começo da segunda etapa, Barzagli saiu jogando muito mal, mandando a bola no pé de Pazienza, que bateu pra fora.

O gol finalmente saiu aos nove minutos. Depois de uma bola lançada de cavadinha genial de Pogba, Giaccherini subiu de cabeça, ajeitando para Quagliarella chegar batendo de primeira para abrir o placar. A Juve continuou pressionando, e desta vez, Bendtner foi quem deu um passe genial de cavadinha para Quagliarella. O atacante bateu de primeira e Agliardi fez uma grande defesa. Aos 26 min, De Ceglie tentou um lançamento para o meio, e entregou a bola no pé de Taider, que arriscou da entrada da área e empatou a partida. Aos 47 minutos do segundo tempo, Giovinco cruzou e Pogba mandou de cabeça para decretar a vitória da Juventus.

Lazio 1 x 1 Torino

 

Glik vibrando com a torcida do Torino após abrir o placar (Foto: Getty Images)

Tentando se reaproximar dos líderes, a Lazio recebeu o Torino no estádio Olímpico de Roma. O time da capital, que perdeu o último jogo para a Fiorentina, também perdeu o seu principal jogador para a partida: Hernanes, expulso após acertar uma tesoura violenta em Cuadrado. O Torino, por sua vez, tentava tirar algum ponto dos rivais para se distanciar da zona de rebaixamento. E para a felicidade do técnico Giampiero Ventura, o time de Turim conquistou o empate.

O Torino não tomou conhecimento do adversário e logo se mandou para o ataque. Aos dez minutos, Glik aproveitou uma cobrança de escanteio para testar firma para o fundo do gol. Os biancoazzurri quase chegaram ao empate com Candreva. O camisa 87 mandou uma bomba que passou a direita do goleiro. Pressionando para empatar, Mauri aproveitou o lançamento e deu um toquinho na saída do goleiro, porém, a bola acabou se perdendo pela linha de fundo.

Candreva tentou novamente com um chute forte, mas Gillet saltou e foi buscar a bola no ângulo. Em um contra-ataque velocíssimo, Sgrigna lançou Cerci, o camisa 11 tentou driblar Bizzarri, o goleiro da Lazio conseguiu salvar, e no rebote, Cerci foi desarmado por Biava. No segundo tempo, Cerci fez mais uma boa jogada pela ponta direita, trouxe para o meio e bateu, porém, Bizzarri fez uma boa defesa.

Mauri, autor do gol de empate comemora o seu tento ao lado de Rocchi (Foto: AFP)

Aos 12 minutos, Mauri recebeu de Rocchi e bateu da entrada da área, empatando a partida. O ídolo da torcida da Lazio teve a chance da virada: após um lançamento de Konko, Rocchi invadiu a área, driblou o goleiro e a bola acabou correndo um pouco, mas mesmo assim o camisa 9 tentou o chute que acabou batendo na rede pelo lado de fora. Rocchi teve a chance de se redimir: após uma bola ajeitada de cabeça po Mauri, o capitão biancoazzurri chegou batendo de primeira e Rodriguez se jogou de carrinho para salvar o Torino.

Parma 3 x 2 Roma

 

Zaccardo, autor do terceiro gol do Parma, mandando a torcida romanista ficar quieta (Foto: AFP)

Depois de dois jogos incríveis, um positivo, a virada sobre o Genoa fora de casa, e um negativo, a virada sofrida contra a Udinese em casa, o Roma viajou até o estádio Ennio Tardini para encarar o Parma. Tentando voltar às posições de ligas europeias, os Giallorossa precisavam demais do triunfo, assim como o Parma, que se igualaria em pontos com a Fiorentina em caso de vitória. A vida do Roma se complicou de novo: após sair na frente do marcador, o time da capital levou a virada.

O Roma começou melhor a partida e logo aos oito minutos, Lamela deu um lindo passe de calcanhar para Totti. O Capitano tentou o cruzamento, a defesa afastou, porém, no rebote, Lamela dominou e bateu com efeito para abrir o placar. A primeira chegada do Parma foi as 17 min. Após o cruzamento pela esquerda, Biabiany testou de cabeça e mandou pra fora. No lance, Amauri tentou chegar na bola e acabou se chocando com Leandro Castán, o ítalo-brasileiro precisou sair de campo.

A resposta do Parma veio aos 20 minutos. Depois de um bom lançamento de Valdés, Stekelenburg saiu do gol para fazer o corte, a bola ainda sobrou para Zaccardo que tentou o cruzamento, que foi cortado por Marquinhos. Com 34 min, Parolo lançou a bola, Dodô falhou feio, Belfodil, que entrou no lugar de Amauri, ganhou na velocidade de Castán, invadiu a área e bateu na saída de Stekelenburg para empatar o jogo. Três minutos mais tarde, Belfodil cruzou, Parolo bateu de primeira, a bola ficou presa na poça d’água, e o próprio Parolo conseguiu se levantar e mandar para o gol antes que Piris chegasse na marcação, virando o jogo para os mandantes.

O Roma teve a chance do empate no final da primeira etapa. Depois de uma grande jogada na linha de fundo, Lamela rolou no meio para Osvaldo, o camisa 9 bateu de primeira, a zaga do Parma tirou de cima da linha, no rebote a bola sobrou para Bradley, o norte-americano bateu de primeira e Mirante fez uma grande defesa. No último minuto da primeira etapa, Stekelenburg sentiu uma lesão e precisou sair de campo. A segunda etapa começou com o campo praticamente alagado, nenhum dos dois times conseguia trocar passes com eficiência, pois a bola sempre parava nas poças d’água.

Aos 20 minutos da etapa final, Zaccardo tocou para Belfodil, o argelino devolveu para Zaccardo, que por sua vez tocou para Biabiany, que estava impedido, porém, a bola ficou presa na poça d’água e não chegou no atacante do Parma. Então, Zaccardo tocou novamente, mas desta vez o camisa 7 estava em posição legal e arrancou para a área do Roma. Biabiany tocou no meio para Belfodil, o camisa 9 bateu e Goicoechea fez a defesa. No rebote Zaccardo bateu, a bola bateu na canela de Piris e entrou: 3 a 1 Parma.

Com 26 min, Leandro Castán sofreu pênalti. Na cobrança, Francesco Totti bateu, Mirante defendeu e no rebote o Capitano marcou. O Parma quase chegou ao quarto gol com o ex-romanista Rosi: o camisa 87 percebeu o goleiro Goicoechea adiantado e bateu de muito longe, mas o uruguaio conseguiu voltar e mandar a bola para escanteio. Aos 40 minutos, Belfodil deu uma solada em Marquinho e foi expulso de campo.

Genoa 0 x 1 Fiorentina

 

Jogadores da Fiorentina comemoram a vitória contra o Genoa (Foto: Getty Images)

Para fechar a décima rodada do Calcio, a embalada Fiorentina foi até Genova encarar o time da casa: o Genoa. O clube Viola não ganhava no estádio Luigi Ferraris desde 1983 e, para o clube se manter bem na briga por competições europeias, precisava muito dos três pontos. Já o Genoa não faz um começo de temporada empolgante e entrava pressionado por estar próximo da zona de rebaixamento. O time de Vicenzo Montella conseguiu quebrar o tabu e venceu o Genoa no Luigi Ferraris.

O jogo começou com o Genoa em cima. Logo no primeiro minuto, Kucka aproveitou a bola afastada pela defesa e bateu de primeira para fora. A partida ficou equilibrada desde a primeira chegada dos mandantes, mas aos 13 minutos, Rodriguez fez um lançamento de área a área para Pasqual. O capitão da Fiorentina dominou e bateu por cobertura na saída de Frey. Os violas melhoraram depois do gol e, com 23 min, Jovetic bateu de fora da área para a boa defesa de Frey. Borja Valero armou um contra-ataque rápido para a Fiore e tocou para Jovetic, que por sua vez tocou para Cuadrado. O camisa 11 bateu forte, a bola desviou em Bovo e saiu.

Jogando como se estivesse em casa, a Fiorentina quase chegou ao segundo gol com Ljajic, mas Frey saiu bem do gol e fez a defesa depois do chute do sérvio. Logo aos cinco minutos do segundo tempo, Jovetic rolou para Ljajic, o sérvio bateu de primeira e Frey defendeu com o pé, a bola ainda subiu e o arqueiro francês ainda se levantou para mandar a bola pra fora antes que o atacante Ljajic chegasse. A bola ainda tocou o travessão antes de sair. O Genoa até ameaçou uma pressão, mas o time da casa não conseguiu assustar o arqueiro Viviano.

Confira todos os resultados da décima rodada do Calcio:

Terça-feira (30/10)

Palermo 2 x 2 Milan

Quarta-feira (31/10)

Atalanta 1 x 0 Napoli

Cagliari 4 x 2 Siena

Chievo Verona 2 x 0 Pescara

Internazionale 3 x 2 Sampdoria

Juventus 2 x 1 Bologna

Lazio 1 x 1 Torino

Parma 3 x 2 Roma

Udinese 2 x 2 Catania

Quinta-feira (1º/11)

Genoa 0 x 1 Fiorentina

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: