Oscar, ao Jornalismo FC: “Vou fazer de tudo para vencer o Corinthians no Mundial”

30 10 2012

Meia do Chelsea afirmou ao JFC que o Chelsea jogará o torneio com seriedade

Por Caio Martins

Oscar vem se destacando com a camisa do Chelsea (Foto: AP)

Na matéria que abre a série de reportagens em conjunto do Jornalismo Futebol Clube com o Site Esporte Clube, o meia Oscar, do Chelsea, declarou em primeira mão ao JFC que o time inglês levará o Mundial muito a sério.

Enquanto quase todas as atenções dos torcedores brasileiros, neste fim de ano, estão voltadas para a reta final do Brasileirão, aproximadamente 31 milhões de “fieis” estão com os olhos voltados para um lugar a mais de 18 mil quilômetros do país: o Japão. Dia 6 de dezembro, mais um Mundial de Clubes da FIFA será iniciado e, pela segunda vez em sua história, o Corinthians disputará a competição. Sua primeira participação foi em 2000, quando o campeonato foi disputado no Brasil e que teve o próprio Timão como campeão, quando o time do Parque São Jorge derrotou o Vasco da Gama nos pênaltis em um Maracanã lotado.

O maior obstáculo para o bicampeonato corintiano será o atual campeão da UEFA Champions League: o Chelsea. O time inglês, atual líder da Premier League, derrotou grandes adversários para conquistar a Europa e agora objetiva pintar o mundo com as cores azul e branco. Quem garante esse desejo londrino é Oscar, meia ex-São Paulo e Inter, camisa 10 da seleção brasileira, e atualmente no Blues. O jogador, que vem sendo destaque em Stamford Bridge, conversou com o Jornalismo FC e falou sobre a primeira participação dos ingleses no Mundial e sobre possíveis adversários que o Chelsea poderá encontrar no caminho ao título.

Você confere abaixo, na íntegra, a conversa do JFC com o atleta:

Oscar vem marcando muitos gols com a camisa dos Blues. A maioria das comemorações são feitas com o zagueiro brasileiro David Luiz (Foto: Getty Images)

JFC: Oscar, nota-se que muitas equipes campeãs da Champions não dão o real valor ao Mundial de Clubes, pois a prioridade, muitas vezes, é conquistar a Europa. O lateral Roberto Carlos já chegou a dizer que o Mundial de 2000, vencido pelo Corinthians, foi um “mundialito”. Falou que muitos europeus chegavam de madrugada nos hotéis e mal treinavam… você acredita nesse desdém europeu em relação ao Mundial? Caso sim, acha que isso vai acontecer com o Chelsea?

Oscar: Quando perdem, os times europeus costumam dizer que não levam o Mundial tão a sério. Já quando ganham, milhares de torcedores vão às ruas para comemorar. No nosso caso, o Mundial está sendo levado muito a sério, até porque é a primeira vez que o Chelsea participa e esse grupo quer entrar pra história do clube.

JFC: Alguém já fala sobre o Mundial no Chelsea? Já há um planejamento feito pelo Di Matteo para a disputa da competição?

Oscar: Ainda não. Temos muitos jogos importantes na Premier League e na Liga dos Campeões. Talvez isso comece a mudar lá para o meio do mês de novembro, quando estivermos mais perto do Mundial.

JFC: Como você avalia um possível encontro com o Monterrey, time mexicano que é considerado por muitos a terceira potência deste Mundial, atrás de Chelsea e Corinthians?

Oscar: O Monterrey é uma equipe que vem evoluindo cada vez mais no futebol. Não é a toa que eles vêm disputando os últimos Mundiais. É um time que merece muita atenção porque é muito veloz, principalmente nos contra-ataques e tem um bom toque de bola.

JFC: A receita do sucesso de Chelsea e Corinthians em seus torneios continentais foi ter uma defesa sólida, que quase não sofreu gols, e um ataque eficiente. O que você acha que a equipe que quer sair vencedora terá que mostrar a mais no Japão, caso os dois avancem à final?

Oscar: Acho que o coletivo será o mais importante de tudo. Teremos que tomar muito cuidado com a saída de bola, pois eles marcam muito em cima, e tentar deixar a bola chegar o mínimo possível na defesa.

Oscar em seu primeiro treino no Chelsea (Foto: Divulgação/Chelsea FC)

JFC: Você estava no grupo do Inter que esteve no Mundial de 2010 e que perdeu, surpreendentemente, para o Mazembe. Uma nova chance de conquistar o mundo te motiva ainda mais para buscar o título?

Oscar: Sim. Eu espero, e quero, fazer um grande Mundial de Clubes. Já estive lá em 2010 com o Inter e não ganhei. Acho que Deus me deu mais uma chance e espero conseguir aproveitar dessa vez.

JFC: O possível confronto com o Corinthians lhe remete a um passado não tão distante: quando era jogador do São Paulo. Além da nova chance no Mundial, enfrentar um antigo rival pode ser considerada outra motivação?

Oscar: Enfrentar o Corinthians é sempre uma motivação. O clube foi um dos maiores adversários que tive no Inter e um grande rival quando atuava pelo São Paulo. É uma equipe que tem o meu respeito, mas vou fazer de tudo pra ganhar deles.

Oscar em finalização que terminou em golaço contra a Juventus pela Champions League (Foto: Getty Images)

JFC: Apesar de estar há pouco tempo no Chelsea, você parece ter se adaptado bem ao futebol europeu, afinal, já é titular da equipe. Você acha que essa dupla experiência (futebol brasileiro e europeu) pode te ajudar a jogar melhor contra times com estilos diferentes ao do europeu, como o brasileiro, do Corinthians e o mexicano, do Monterrey?

Oscar: Apesar de estar há pouco tempo aqui, já aprendi muita coisa e tenho certeza que esse novo aprendizado na Inglaterra será importante no Mundial, principalmente se chegarmos na final.

JFC: O Corinthians tem muitos jogadores perigosos, que podem definir uma partida. Mas, na sua opinião, qual atleta vai exigir uma atenção maior do David Luiz e do Terry?

Oscar: Todos os jogadores tem qualidade. Mas há dois atletas que sempre dão, e com certeza darão, muito trabalho: Emerson e Paulinho. São dois craques.

JFC: Você chegou ao Chelsea e logo pegou a camisa 11 da equipe. O número pertencia a Drogba, herói do título da Champions. Já se imaginou, com o mesmo número, ser o heroi de uma nova conquista inédita para os Blues, dessa vez no Mundial?

Oscar: Para falar a verdade, não pensei nisso. A responsabilidade é muito grande, mas vou continuar fazendo meu trabalho e, caso isso aconteça, eu com certeza ficarei muito honrado por fazer parte da história dessa camisa e do clube.

Oscar pretende fazer a alegria dos torcedores londrinos no Japão (Foto: Reuters)

Anúncios

Ações

Information

2 responses

30 10 2012
Fernando

Disputar o BI-CAMPEONATO??? Quando foi que o curica foi campeão??

30 10 2012
Caio Martins

Temos que levar em conta o que consta no site oficial da Fifa…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: