Em rodada protagonizada por inúmeros erros de arbitragem, Juventus permanece na primeira colocação de forma invicta

29 10 2012

Em jogo muito polêmico, Juventus venceu por 1 a 0; Milan e Internazionale vencem; Fiorentina vence a Lazio e assume a quinta colocação; Napoli vence e permanece na cola da Velha Senhora; Roma leva virada da Udinese

Por Gustavo Soler

Neste final de semana, a arbitragem, com erros absurdos nas partidas, foi o grande tema do Calcio. O Jornalismo FC traz os principais resultados.

Milan 1 x 0 Genoa

El Sharaawy comemora o único gol do jogo (Foto: Getty Images)

Ainda tentando se recuperar na temporada, o Milan recebeu a visita do Genoa no estádio San Siro. O time de Massimilliano Allegri é uma das grandes decepções do Calcio e precisava muito dos três pontos para se distanciar da zona de rebaixamento. Já os visitantes queriam se recuperar da virada que levaram em casa contra o Roma. Quem saiu com os três pontos foi o time Rossonero.

O Milan quase se complicou no começo do jogo. Depois um vacilo de Zapata, que foi desarmado na entrada da área, Antonielli cruzou, Amelia saiu no soco, mas a bola bateu em Immobile e saiu levando perigo. Os Rossoneros tentaram a resposta: Abate avançou pela ponta direita e cruzou. A bola desviou na marcação e quase encobriu o goleiro Frey, mas o francês conseguiu desviar para escanteio.

Após o susto, o time do Genoa não conseguia chegar ao gol de Amelia. Já o Milan chegava sempre pelas pontas e buscava os cruzamentos rasteiros, mas sempre faltava um pé salvador para empurrar a bola para o gol. Os mandantes tiveram uma grande oportunidade na metade da etapa final. Depois de um lançamento para dentro da área, De Jong trombou e caiu, a bola sobrou para Abate que bateu com força e Frey defendeu com o pé. Com 28 min, Abate cruzou pela direita, El Sharaawy mandou para o gol e deu fim a série negativa do time de Milão.

Catania 0 x 1 Juventus

Vidal marcou o único gol do jogo. Juventus continua com sua série invicta (Foto: Reuters)

Abrindo o domingo de futebol na Velha Bota, o Catania tinha a difícil missão de frear a líder e invicta Juventus. Posicionado no meio da tabela, o time comandado por Maran Rolando jogou bem e até tentou o triunfo, mas Arturo Vidal marcou o solitário gol da Velha Senhora, que agora chega a 49 jogos sem saber o que é perder no Campeonato Italiano.

Logo aos três minutos, Pirlo rolou para Vidal, o chileno mandou uma bomba de fora da área, obrigando uma boa defesa de Andujar. Apenas aos 22 o time da Juve voltou a assustar. Depois de um cruzamento de Asamoah, Bendtner subiu e testou firme, mas Andujar estava bem posicionado e defendeu. Na sequência do lance, a bola sobrou para Marchese, o lateral cruzou e após um bate-rebate, a bola bateu na trave, e Bergessio mandou para o gol. Mas o árbitro Gervasoni consultou o seu assistente e anulou o gol de forma equivocada, pois o camisa 9 do Catania estava em posição legal.

O atacante dinamarquês estava com tudo no jogo. Após outra cobrança de falta de Pirlo, Bendtner subiu e testou pro gol, porém, a bola tocou no travessão e saiu. Comandando as ações do jogo, a Juve chegou com Pogba. O  francês percebeu o goleiro adiantado e bateu, mas Andujar conseguiu se esticar e mandar para escanteio. Novamente, o juiz do jogo errou no lance e marcou apenas tiro de meta. Aos 40 minutos, Bendtner fez o pivô de cabeça e Vucinic chegou batendo de primeira e, de forma incrível, Andujar tirou de cima da linha.

Com dez minutos da etapa final, Bendtner recebeu em posição irregular, bateu e Andujar fez a defesa. No rebote, Vidal abriu o placar para a Juventus. No minuto seguinte, Gomez trouxe a bola pela esquerda e tentou o cruzamento, mas a bola ficou no lateral Lichtsteiner. O atacante reclamou de um toque de mão e, de fato, ela tocou no braço do defensor, mas que estava junto ao corpo e, desta vez, o árbitro foi bem no lance.

Bologna 1 x 3 Internazionale

Junto com os outros argentinos, da Inter Diego Milito comemora o seu gol (Foto: Reuters)

Com um retrospecto de quatro vitórias seguidas, a Inter viajou até o estádio Renato Dall’Ara para enfrentar o Bologna, que está brigando para não entrar na zona de rebaixamento. E a boa fase dos Nerazzurri não acabou diante dos Rossoblu: com uma boa exibição, o time de Stramaccioni venceu por 3 a 1.

Os mandantes começaram melhor e tiveram as primeiras oportunidades, mas Diamanti, em cobrança de falta, e Gilardino de voleio, mandaram pra fora. Minutos depois, Guarente arriscou de longe e a bola passou raspando a trave do goleiro Handanovic. A pressão do Bologna durou até os 27 minutos de jogo, pois Cambiasso cobrou falta na medida e Ranocchia subiu com o seu 1,98 de altura e abriu o placar. No último minuto da primeira etapa, Juan carregou pela esquerda, mandou de fora da área e Agliardi realizou a defesa.

Com oito minutos da etapa final, Palacio recebeu pela direita, arrancou com muita velocidade e, antes de invadir a área, o camisa 8 Nerazzurri foi tocado. Antes de cair, o próprio Palacio conseguiu um passe incrível para Milito que, de primeira, mandou para o gol. Um minuto depois, Gabbiadini ajeitou de peito e Gilardino bateu de primeira para uma grande defesa de Handanovic. Aos 13 min, Diamanti bateu falta para dentro da área e Cherubin subiu de cabeça para diminuir o placar.

Em um dia de garçom, Palacio deu outro passe perfeito, mas desta vez para Cambiasso, que de cobertura marcou o terceiro. O Bologna ainda tentou uma reação, mas as finalizações acabavam saindo e o time, nervoso, não conseguiu igualar o marcador.

Fiorentina 2 x 0 Lazio

O experiente atacante Luca Toni balançou as redes na vitória da Viola (Foto: Reuters)

Depois de uma boa sequência de jogos, a Fiorentina se aproximava da zona de competições europeias. Para conseguir chegar a estas colocações, o time Viola recebeu a Lazio de Hernanes. Com ajuda do experiente atacante Luca Toni, o time dirigido por Vicenzo Montella conseguiu a vitória sobre o time da capital. A Fiorentina ainda secava o Roma para ultrapassar seus rivais e ficar com a quinta colocação, que os permitem uma vaga na Liga Europa.

Os mandantes tiveram uma grande oportunidade com Pasqual, quando o meia cobrou falta com extrema categoria, mas Bizzarri se esticou todo para tirar a bola que entraria no ângulo. Aos 25 minutos, Pasqual partiu pela esquerda e invadiu a área, o lateral Konko tentou evitar o cruzamento com um carrinho, mas acabou derrubando o adversário e cometendo pênalti. Na cobrança, Mati Fernandez encheu o pé e a bola bateu na trave. No rebote, a bola bateu no próprio Fernandez, caracterizando dois toques, e Ljajic empurrou para o gol. O gol foi anulado pelo árbitro da partida.

Desaparecido no jogo, o time da Lazio não conseguia chegar ao gol de Viviano. Com um time meio nervoso, quatro jogadores foram advertidos com cartões amarelos. No último minuto da primeira etapa, Jovetic tocou para Ljajic, o camisa 22 se livrou de dois e bateu de longe e acertou o ângulo do goleiro Bizzarri, que desta vez não conseguiu chegar na bola. No inicio do segundo tempo, Lulic cruzou e a bola bateu no braço de Cuadrado. O bósnio esbravejou contra o juiz Mauro Bergonzi, que deixou o lance seguir. O time biancocelesti conseguiu se encontrar no jogo: na primeira boa participação de Hernanes, o brasileiro achou Klose livre na área, porém, o atacante perdeu um gol incrível.

Cuadrado foi mais uma vez protagonista de um lance polêmico. Após o braço na bola, o colombiano deu condição legal a um cruzamento de Lulic, que terminou com gol de cabeça de Mauri, mas o auxiliar pela direita do ataque deu impedimento do capitão da Lazio. Aos 30 minutos, Ledesma fez falta em Cuadrado e levou o segundo amarelo, deixando a situação do time da Capital mais delicada. Outro que foi para o chuveiro mais cedo foi o brasileiro Hernanes: após perder a bola para Cuadrado, o camisa 8 deu-lhe uma tesoura. O veterano Luca Toni, que havia entrado na etapa final, estava sumido do jogo. Mas, depois que os violas ficaram com dois jogadores a mais, o camisa 30 foi mais procurado pelos companheiros. Nas primeira, uma testada firme no travessão. Na segunda oportunidade, Toni dominou, girou e bateu no ângulo de Bizzarri para decretar a vitória aos 45 minutos.

Napoli 1 x 0 Chievo Verona

Com gol de Hamsik, o time do Napoli voltou a vencer e continuar perseguindo a Juventus (Foto: Getty Images)

O Napoli recebeu o Chievo no San Paolo e, com gol de Hamsik, se manteve colado na líder Juventus. A primeira grande oportunidade de gol foi do Napoli. Inler arriscou de longe, a bola bateu na trave, e no rebote acertou as costas do goleiro, mas antes que saísse o primeiro gol do jogo, Andreolli afastou de cima da linha. A arbitragem voltou a ser uma polêmica. Depois do escanteio cobrado por Maggio, o zagueiro Dramé tirou a bola com a mão, mas o juiz não viu o lance. Os azzurris estavam muito bem na partida e pressionavam muito. Depois de uma boa jogada, Insigne cruzou na medida para Maggio, mas o camisa 11 conseguiu a proeza de perder um gol em frente ao goleiro após cabecear de nuca. No último lance do primeiro tempo, Insigne passou pela marcação e bateu pro gol, Sorrentino espalmou e Pandev isolou a bola.

No segundo tempo, a superioridade do Napoli se manteve, mas desta vez o gol saiu. Com 13 minutos, Hamsik recebeu dentro da área e bateu de perna esquerda para abrir o marcador. A primeira chance do Chievo foi com Théréou, porém, o camisa 77 acabou finalizando sobre o gol, mas levou muito perigo em sua conclusão. Aos 32, Vacêk meteu a mão na bola e recebeu o segundo amarelo. Com a expulsão do tcheco, os visitantes praticamente desistiram do jogo. Mas, na única chance que tiveram após a expulsão do seu atleta, Pellissier se enroscou com Campagnaro e caiu na área, mas Domenico Celi deixou o jogo seguir.

Roma 2 x 3 Udinese

Artilheiro, Di Natale carregou mais uma vez a Udinese para o triunfo (Foto: Getty Images)

Depois de uma recuperação incrível contra o Genoa fora de casa, o Roma vinha para o jogo contra a Udinese repleto de expectativas para a vitória. O time Giallorossa briga por uma vaga nas ligas europeias e precisava dos três pontos para ultrapassar a Fiorentina. Já o time de Udine ainda tenta se recuperar do fracasso na Champions League, e tentava a sua segunda vitória seguida. Em mais uma atuação confusa dos árbitros, o time de Di Natale saiu com a vitória de virada.

O jogo começou com o Roma tomando a iniciativa. Depois de uma grande triangulação entre Dodô, ex-Corinthians, Osvaldo e De Rossi, o camisa 16 cruzou para o ítalo-argentino Osvaldo, que cabeceou, obrigando Brkic a fazer uma grande defesa. Pressionando para sair na frente do marcador, Lamela teve duas grandes oportunidades de gol. A primeira de longe, o argentino bateu firme e Brkic mandou para escanteio. Na segunda, uma cabeçada pra fora. A Udinese chegou bem com Maicosuel, que aproveitou a bola mal afastada por Marquinhos e finalizou de primeira, mas Stekelenburg fez a defesa. Aos 22 minutos, Lamela fez grande jogada quase que em cima da linha de fundo, ameaçou um cruzamento, o goleiro saiu do gol imaginando a assistência, mas o camisa 8 surpreendeu e mandou para o gol, abrindo o placar.

Aos 24, Totti lançou para Osvaldo, o atacante romanista cruzou de primeira e Lamela marcou mais um. A Udinese chegou ao gol com Domizzi, quando camisa 11 aproveitou uma bola desviada por Osvaldo e empurrou para o gol. O experiente Di Natale perdeu um gol impressionante: o capitão recebeu livre dentro da área e arrematou de primeira de forma bizarra. Com cinco minutos da etapa final, Di Natale recebeu em posição irregular, carregou a bola e bateu com força, mas Stekelenburg fez a defesa. Na sobra, Maicosuel tocou para Armero, o colombiano bateu cruzado e Di Natale empurrou para o gol.

Com 20 minutos, Osvaldo recebeu dentro da área e finalizou de pé esquerdo, mas acabou mandando sobre o gol. Buscando o terceiro gol, Marquinho cruzou e De Rossi bateu de primeira mandando pra fora. Totti também arriscou e levou muito perigo para o gol de Brkic. Aos 41, Pereyra se enrolou com a bola e, quando já estava caindo, o zagueiro Leandro Castán se aproximou do atleta da Udinese que caiu na área. Depois de algum tempo, o árbitro Davide Massa apitou o pênalti. Na cobrança, Di Natale bateu de cavadinha e marcou o gol da virada.

Confira todos os resultados da nona rodada do Calcio:
Sábado (27/10)
Siena 0 x 0 Palermo
Milan 1 x 0 Genoa
Domingo (28/10)
Catania 0 x 1 Juventus
Bologna 1 x 3 Internazionale
Fiorentina 2 x 0 Lazio
Pescara 0 x 0 Atalanta
Napoli 1 x 0 Chievo Verona
Roma 2 x 3 Udinese
Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: