Em partida emocionante, Atlético-MG vence o Fluminense com gol nos acréscimos e segue vivo na briga pelo título

21 10 2012

Em grande partida, o Galo venceu o Fluminense por 3 a 2. O gol da vitória atleticana foi marcado aos 47min do segundo tempo, por Leonardo Silva

Por Stéfano Bruno

HOME Gol do Leonardo Silva (Foto: Bruno Cantini/Divulgação)

No apagar das luzes, Leonardo Silva marca e garante a vitória do Atlético sobre o Fluminense (Foto: Bruno Cantini/Divulgação)

Espetacular! Essa é a palavra que resume a partida entre Atlético-MG e Fluminense. As estrelas de Ronaldinho e Fred brilharam, e ambos participaram de todos os gols de seus times.

O que diferenciou os dois tempos da partida foram os gols. Se na primeira etapa o Galo pressionou bastante a equipe carioca e teve um gol polemicamente anulado pela arbitragem, na segunda etapa o Atlético manteve a pressão e os gols saíram. Quem marcou primeiro foi o Fluminense, com Wellington Nem. Pouco depois, Ronaldinho deu belas assistências e Jô marcou duas vezes, mas aos 41min, Fred fez o gol de empate. Quando a partida caminhava para terminar empatada, Ronaldinho Gaúcho levantou uma bola na área e Leonardo Silva cabeceou para o fundo do gol.

Próximos jogos

O Atlético volta na próxima semana, onde recebe o Flamengo na quarta-feira (31), na Arena Independência, às 21:50 (de Brasília). Já o Fluminense volta a campo nesta quinta-feira (25), onde recebe o Coritiba, no Engenhão, às 22h (de Brasília).

Crônica da partida

Como era esperado, a partida começou tensa, com as equipes procurando mais tocar a bola e se segurar na defesa. Na primeira vez em que chegou ao ataque, aos seis minutos, o Atlético assustou o Fluminense. Ronaldinho deu belo passe para Leandro Donizete que, dentro da área, dominou e bateu para o gol. A bola passou por cima do gol defendido por Diego Cavallieri.

O Atlético procurava manter a posse de bola e agredia mais o Fluminense, que procurava sair em velocidade, explorando os espaços deixados pelo Galo. Aos 8min, Diego Cavallieri fez a sua primeira grande defesa na partida. Bernard levantou boa bola para Jô que, de primeira, acertou uma bela finalização, mas Cavallieri saltou e fez uma grande defesa.

O Galo seguia com o domínio da partida e, aos 16min, teve nova chance de abrir o placar. Marcos Rocha deu uma linda assistência para o Guilherme. O atacante invadiu a área livre de marcação e, frente a frente com Diego Cavallieri, bateu por cima do gol.

A partida seguia tranquila para arbitragem, até que aos 21min ocorreu o primeiro lance polêmico do jogo. Deco fez falta em Júnior César próximo a área. Na cobrança, Ronaldinho acertou o pé e fez um golaço, mas o árbitro Jailson Macedo de Freitas anulou o gol, assinalando falta de Leonardo Silva na barreira.

Seis minutos depois o Atlético voltou a desperdiçar uma grande chance de abrir o placar. Bernard recebeu um ótimo lançamento pela esquerda e, livre de marcação, invadiu a área e tentou tocar na saída de Diego Cavallieri, que fez grande defesa. No rebote, a bola sobrou para o Jô que tentou cabecear para o gol, mas em cima da linha, Gum afastou o perigo e evitou que o atlético abrisse o placar.

Imagens de Atlético e Fluminense, no Independência - Rodrigo Clemente e Juarez Rodrigues

Com dois gols na partida, Jô foi decisivo na vitória atleticana (Foto: Juarez Rodrigues e Rodrigo Clemente / EM / DA Press)

O Atlético seguia buscando mais as jogadas de ataque e, enquanto o Galo já havia finalizado em nove oportunidades, o Fluminense não havia finalizado nenhuma vez. Na décima finalização, a equipe mineira obrigou Cavallieri a fazer grande defesa. Aos 37min, Guilherme recebeu a bola dentro da área e, bem marcado, esperou a chegada de um companheiro. Marcos Rocha apareceu e o atacante rolou a bola para o lateral, que finalizou firme, no canto esquerdo do goleiro do Tricolor Carioca, que fez uma excelente defesa.

A equipe alvinegra seguia pressionando o Fluminense e, aos 44min, Diego Cavallieri voltou a aparecer. Bernard recebeu ótima assistência e invadiu a área sozinho. O jovem meia invadiu a área sozinho e tocou na saída de Cavallieri. O goleiro chegou a tocar de leve na bola, que ainda acertou a trave esquerda defendido pela equipe carioca.

Um minuto depois, o Atlético voltou a acertar a trave do Fluminense. Após boa troca de passes, Jô recebeu boa bola e bateu para o gol. A bola desviou na defesa carioca e acertou o travessão de Cavallieri.

Segundo tempo

A segunda etapa começou da mesma forma que a primeira: com muita pressão do Atlético sobre o Fluminense. Mas quem abriu o placar foi Fluminense. Logo aos dez minutos, após um contra-ataque rápido, Fred deu uma linda assistência para Wellington Nem, que invadiu a área e tocou na saída de Victor. 1 a 0.

O Atlético continuou pressionando o Fluminense, demonstrando que não sentiu o gol do adversário. Aos 16min, Leandro Donizete arriscou de longe e acertou a trave esquerda de Diego Cavallieri.

A pressão exercida pelo Galo sobre o Fluminense era muito grande e a equipe mineira acabou chegando ao gol de empate, aos 23min. Ronaldinho recebeu a bola na entrada da área, passou por três marcadores e tocou para o Jô. O atacante atleticano finalizou firme, no canto esquerdo de Diego Cavallieri, que desta vez nada pode fazer. 1 a 1.

Após o empate o Atlético aumentou a sua pressão sobre o Fluminense e aos 36min, chegou ao gol da virada. Ronaldinho deu belo passe para o Bernard, que carregou a bola e acertou um cruzamento perfeito para o Jô. O atacante cabeceou no contrapé de Diego Cavallieri, que não teve como evitar a virada do Galo. 2 a 1.

Imagens de Atlético e Fluminense, no Independência - Juarez Rodrigues e Rodrigo Clemente / EM / DA Press

Com participação nos três gols e um gol de falta anulado, Ronaldinho foi um dos grandes destaques do Atlético na partida (Foto: Juarez Rodrigues e Rodrigo Clemente / EM / DA Press)

O gol da virada não desanimou o Fluminense que, quatro minutos depois, conseguiu empatar a partida. Carlinhos fez grande jogada pela esquerda e cruzou rasteiro. Fred se antecipou a marcação e, de carrinho, completou para o fundo do gol. 2 a 2.

O gol de empate do Fluminense caiu como um balde de água fria sobre o time e a torcida atleticana. Mas a equipe alvinegra lutou até o final e chegou ao gol da vitória aos 47min. Ronaldinho levantou a bola na área, Leonardo Silva subiu mais que a defesa carioca e cabeceou para o fundo do gol. 3 a 2.

 

Após um gol houve um princípio de confusão entre Júnior César e Fred, mas os jogadores trataram de acabar logo com discussão. Após a resolução do desenvolvimento, o árbitro da partida apitou o fim do jogo.

ATLÉTICO-MG 3 X 2 FLUMINENSE

Local: Independência, Belo Horizonte (MG)
Data-Hora: 21/10/2012 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Kléber Lúcio Gil (SC)

Renda e público: R$ 736.275,00 / 20.096 pagantes

Cartões amarelos: Deco, Carlinhos, Diguinho (FLU), Pierre (ATL)
Gols:  Wellington Nem, aos 10’/2ºT (0-1); Jô, aos 23’/2ºT (1-1); Jô, aos 36’/2ºT (2-1); Fred, aos 40’/2ºT (2-2); Leonardo Silva, aos 47’/2ºT (3-2)

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Júnior César; Pierre (Leonardo 42’/2ºT), Leandro Donizete, Guilherme (Neto Berola 16’/2ºT), Bernard (Richarlyson, 48’/2ºT) e Ronaldinho; Jô. Técnico: Cuca.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Bruno, Gum, Digão e Carlinhos; Edinho (Samuel 39’/2ºT) e Diguinho; Wellington Nem, Deco (Wágner 29’/2ºT) e Thiago Neves (Rafael Sóbis 29’/2ºT); Fred Técnico: Abel Braga

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: