Cruzeiro vence a Portuguesa e espanta o jejum de vitórias

10 10 2012

Com gols de Montillo e Souza, o Cruzeiro venceu a Portuguesa por 2 a 0 e deu fim a sequência de sete jogos sem vencer

Por Stéfano Bruno

Pedro Vilela / Agencia i7

Com o gol marcado na partida, Montillo se igualou a Aristizábal como o maior artilheiro estrangeiro do clube celeste. São 22 gols marcados pelo Brasileirão (Foto: Pedro Vilela/Agencia i7)

Após ficar sete jogos sem vencer, o Cruzeiro fez as pazes com a vitória e venceu a Portuguesa por 2 a 0, na noite desta quarta-feira (10). Os gols da vitória celeste foram marcados por Montillo e Souza.

A partida não foi espetacular tecnicamente mas foi bem movimentada, com as equipes procurando o ataque durante todo o tempo. Cobrando pênalti, Montillo abriu o placar para o Cruzeiro, ainda no primeiro tempo. A Lusa pressionou o Cruzeiro em busca do empate, mas no último minuto da partida, quem chegou ao gol que deu números finais a partida foi a equipe celeste. Souza, em uma bela finalização, fez o segundo gol da Raposa e garantiu a 11ª vitória do Cruzeiro neste Brasileirão.

A equipe celeste volta a campo no próximo sábado (13), onde vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Flamengo, às 18:30 (de Brasília). A Portuguesa também volta a campo no sábado (13), onde recebe o Corinthians, às 21h (de Brasília).

Crônica da partida

Querendo quebrar o jejum sem vitórias, o Cruzeiro começou finalizando várias vezes contra o gol defendido por Dida, mas nenhuma levou grande perigo ao experiente goleiro.

A Portuguesa procurava explorar a velocidade do Ananias para chegar ao ataque. Em uma jogada do atacante, aos nove minutos, o velocista cruzou para Bruno Mineiro, mas Fábio saiu bem do gol e evitou o que poderia ser o 15º gol do artilheiro do brasileirão.

A primeira grande chance da partida foi para a equipe da casa, aos 17min. Diego Renan recebeu a bola pela direita e fez bom cruzamento para Anselmo Ramon. O atacante subiu entre a defesa da Lusa e cabeceou para fora, assustando o goleiro Dida.

A partida seguia sem muitas emoções, até que aos 27min, Diego Renan arriscou de fora da área, mas Dida, bem posicionado, fez a defesa.

Um minuto depois, Bruno Mineiro recebeu ótimo lançamento. Livre de marcação, o atacante bateu para uma grande defesa do goleiro Fábio.

Com as equipes melhorando tecnicamente, a partida foi ganhando em emoção. Aos 33min, Montillo fez boa jogada na entrada da área e bateu firme para o gol. Dida não conseguiu segurar filme e a bola acabou sobrando no meio da área. Livre de marcação, Borges tinha o gol aberto a sua frente e chegou finalizando de primeira, mas o artilheiro acabou pegando mal na bola, que saiu por cima do gol.

Cruzeiro vence a Portuguesa por 2 a 0, em Varginha - Pedro Vilela / Agencia i7

Anselmo Ramon tentou mas não conseguiu deixar a sua marca na partida (Foto: Pedro Vilela/Agencia i7)

Quatro minutos depois, Everton cruzou pela esquerda e Valdomiro disputou a bola no alto com o Borges. A bola pegou na mão do defensor da Lusa e o árbitro da partida marcou pênalti. Na cobrança, Montillo bateu firme, no canto esquerdo de Dida, inaugurando o placar no estádio do Melão. 1 a 0.

Após o gol o Cruzeiro continuou pressionando a Portuguesa, e quase ampliou o placar aos 40min. Na entrada da área, Anselmo Ramon fez bem o pivô e tocou para Montillo. O meia finalizou de primeira. A bola passou a direita do gol defendido por Dida, que nada poderia fazer no lance

A resposta da Portuguesa ocorreu quatro minutos depois. Marcelo Cordeiro fez bom cruzamento pela esquerda. A bola passou por todo mundo e sobrou para o Zé Antônio, que estava do lado oposto. O lateral dominou e finalizou firme para o gol, mas Everton apareceu e cortou a finalização do jogador.

O último lance da primeira etapa, William Magrão deu bom passe para Montillo, que invadiu a área e bateu o canto direito de Dida, que caiu para fazer a defesa, sem dificuldades.

Segundo tempo

A segunda etapa mal começou e a Portuguesa quase empatou, logo aos 40 segundos. Após cobrança de escanteio, Valdomiro desviou e Fábio fez grande defesa.

A Lusa seguia exercendo certa pressão sobre o Cruzeiro. Aos três minutos, Bruno Mineiro recebeu dois cruzamentos de Marcelo Cordeiro e desperdiçou boas chances de empatar a partida.

Após desperdiçar boas oportunidades na partida, o artilheiro Bruno Mineiro chegou a mandar uma bola para a rede do Cruzeiro. Aos 15min, o atacante recebeu cruzamento de Marcelo Cordeiro e empurrou a bola para o fundo do gol. Mas a arbitragem já havia parado o jogo, assinalando impedimento do lateral da Lusa.

Aos 24min, a Portuguesa voltou a assustar o goleiro Fábio. Bruno Mineiro recebeu falta na entrada da área e, na cobrança, o zagueiro Lima bateu bem e acertou a rede, pelo lado de fora.

A resposta celeste aconteceu dois minutos depois. Martinuccio, que havia acabado de entrar, recebeu bom passe pela esquerda, driblou o seu marcador e cruzou para Anselmo Ramon, que entrava livre pela direita. Com o gol aberto a sua frente, o atacante finalizou de carrinho, mas acabou errando o alvo e a bola foi para fora. Foi uma grande chance desperdiçada pelo atacante.

Cruzeiro e Portuguesa (Foto: Célio Messias / Agência Estado)

Com uma atuação segura, Mateus ajudou a defesa celeste a sair em branco da partida (Foto: Célio Messias/Agência Estado)

A partida seguia equilibrada, com a Portuguesa pressionando em busca do seu gol de empate, e o Cruzeiro respondendo com contra-ataques rápidos. Em um deles, aos 42min, Montillo cruzou pela direita e, mesmo abafado pelo goleiro Dida, Anselmo Ramon conseguiu finalizar. A bola saiu prensada, mas ia entrando vagarosamente, mas Lima apareceu para afastar o perigo.

A resposta da Portuguesa aconteceu rápido, dois minutos depois. Moisés cobrou falta pela esquerda, Bruno Mineiro dominou dentro da área e escorou para Diguinho, que finalizou de primeira, mas Rafael Donato apareceu para cortar a finalização do jogador da equipe paulista.

Em um contra-ataque rápido, já nos acréscimos, Martinuccio recebeu boa bola pela esquerda e acertou um excelente cruzamento para o meia Souza, que finalizou de primeira, acertando um chute de rara felicidade. Golaço! 2 a 0.

CRUZEIRO 2 X 0 PORTUGESA

Local: Prefeito Dilzon Luiz de Melo (Melão), Varginha (MG)
Data/hora: 10/10/2012 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Auxiliares: Márcio Gleidson Correira Dias (PA) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)
Renda/Público: Não divulgados.
Cartões amarelos:
 Thiago Carvalho, Mateus, Everton, Rafael Donato, Diego Renan, Souza (CRU); Léo Silva (POR)
Cartões vermelhos: não houve

Gols: Montillo, aos 36′ do 1º/T (1-0) e Souza, aos 47 do 2º/T (2-0).

CRUZEIRO: Fábio; Diego Renan, Thiago Carvalho (Rafael Donato, 11’/2ºT), Mateus e Everton; Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Willian Magrão (Souza, 16’/2ºT), Montillo; Anselmo Ramon e Borges (Martinuccio, 24’/2ºT) – Técnico: Celso Roth.

PORTUGUESA: Dida; Zé Antônio (Diguinho, 33’/2ºT), Gustavo (Lima, 25’/1ºT), Valdomiro e Marcelo Cordeiro; Ferdinando, Léo Silva (Rogério, 30’/2ºT), Moisés e Boquita; Ananias e Bruno Mineiro – Técnico: Geninho.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: