Mesmo criticado, Celso Roth segue a frente do Cruzeiro

25 09 2012

Técnico declarou não ser o único responsável pelos últimos resultados negativos da equipe. Para Roth, desfalques por contusão e suspensão seriam o fator principal para a sequência ruim

Por Stéfano Bruno

Sem vencer desde o dia dois de setembro, quando ganhou, e bem, do Náutico por 3 a 0, o técnico Celso Roth vem sofrendo muita pressão da torcida celeste e até mesmo de alguns dirigentes do Cruzeiro. Mas o presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, discorda de todos e, apesar dos últimos tropeços, mantém o treinador no comando da equipe.

Cruzeiro x São Paulo - Campeonato Brasileiro - Celso Roth (Foto: Ramon Bitencourt)

Com campanha irregular, Celso Roth vem sendo bastante criticado pelo torcedor celeste (Foto: Ramon Bitencourt/Lancenet!)

Nas últimas cinco partidas o Cruzeiro somou quatro derrotas (Botafogo, Sport, Figueirense e São Paulo) e um empate (Vasco). Em sua entrevista coletiva após a derrota para o São Paulo por 1 a 0, o técnico Celso Roth declarou que os resultados não estão vindo devido ao excessivo número de jogadores lesionados e suspensos nas últimas partidas. Em um levantamento feito pelo Jornalismo FC, apurou-se que apenas quatro jogadores jogaram as últimas seis partidas da equipe. São eles: Fábio, Tinga, Wallyson e Wellington Paulista.

Outra detalhe curioso foi o número de jogadores usados pelo Cruzeiro nas últimas seis partidas: 23 jogadores entraram em campo com a camisa celeste.

Destaques da equipe, Montillo e Borges ficaram de fora de algumas partidas devido à uma contusão muscular. Com isso, o meia argentino jogou quatro partidas, enquanto o artilheiro Borges fez apenas três jogos. Contratado para ser o xerife da defesa celeste, Victorino jogou apenas uma partida desta sequência, já que ficou de fora por contusão e por uma convocação para a seleção uruguaia. Contratado recentemente, Ceará também atuou em apenas uma partida e também está fora por uma contusão muscular. O lateral chegou e conquistou a posição de titular e, junto a ela, o torcedor celeste.

Os números de Roth a frente do Cruzeiro mostram uma campanha irregular. São 26 jogos, 10 vitórias, cinco empates e 11 derrotas, o que lhe dá um aproveitamento de pouco mais de 44%. Após a derrota para o São Paulo, o técnico disse que não vai pedir demissão, mas declarou que a diretoria tem livre arbítrio para tomar qualquer decisão.

Luiz Felipe Scolari, Adilson Batista e Vanderlei Luxemburgo, esses são os preferidos da torcida celeste para comandar a equipe (Montagem: Stéfano Bruno/JornalismoFC)

Caso o técnico Celso Roth não continue a frente da equipe, o torcedor celeste já escolheu alguns possíveis nomes para substituí-lo. Grande parte da torcida celeste pede o nome do técnico Luiz Felipe Scolari, que foi demitido recentemente do Palmeiras. Mas o alto salário do treinador, algo em torno de 1,3 milhão, seria o principal empecilho para o retorno do técnico para a equipe. Outro nome que também é constantemente lembrado pelo torcedor cruzeirense é o de Adilson Batista. E por fim, uma especulação que surgiu na última semana, de que o Cruzeiro sondou o técnico Vanderlei Luxemburgo, que atualmente faz uma boa campanha no Grêmio e dificilmente deixaria a equipe gaúcha neste ano.

Fato é que o Celso Roth, prestigiado ou não, segue no comando da equipe pelo menos até a partida contra o Internacional, no próximo sábado (29), às 18:30, no estádio do Melão, em Varginha.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: