Grêmio fura bloqueio, bate o Náutico em casa e segue vivo na busca pelo título

13 09 2012

Com gols de Marco Antônio e Kleber, equipe gremista venceu  e manteve-se forte na briga pelo título com Fluminense e Atlético Mineiro. Náutico somou a segunda derrota seguida

                                                                                                             Por Leonardo Perri

Marco Antônio anotou um golaço de fora da área para abrir o placar (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Foi um jogo duro, complicado, mas o Grêmio foi valente e conseguiu uma suada e importante vitória por 2 a 0 contra a equipe do Náutico nessa quinta-feira(13) no estádio Olímpico. Com gols de Marco Antônio e Kleber, a equipe gremista manteve as esperanças de conquistar o Campeonato Brasileiro acesas pois não deixou os seus adversários diretos dispararem.

O resultado manteve a ótima campanha do Grêmio como mandante e levou a equipe aos 47 pontos, seis atrás do líder Atlético Mineiro na terceira posição. Já o Timbu com a derrota, desceu para o 14° lugar com 28 pontos e somou a segunda derrota seguida. Na próxima rodada, o Grêmio vai visitar o Flamengo, domingo, no Engenhão, enquanto o Náutico recebe o Galo, domingo, nos Aflitos.

Jogando em casa, o Grêmio tomou a iniciativa da partida e quase abriu o placar no começo. Aos 5 min, Kleber abriu a jogada na esquerda para Anderson Pico, que chegou batendo de primeira levando muito perigo ao gol de Gideão. Logo em seguida, Kleber arriscou um chute da entrada da área para boa defesa do goleiro pernambucano.

A equipe gaúcha era toda pressão no campo de ataque. O Náutico, por sua vez, colocava todos os onze jogadores atrás da linha da bola com o claro objetivo parar os gremistas. Mas o Grêmio atacava e criava. Aos 19 min, Marcelo Moreno fez o pivô na entrada da área e abola sobrou para Marquinhos e Elano, que se atrapalharam, fazendo com que o ex-santista chutasse prensado por cima da trave. Um minuto depois, Elano cabeceou fraco para a defesa de Gideão.

O Náutico pouco atacava e para piorar a situação, ainda viu Martinez deixar o gramado por conta de uma lesão muscular. No lugar do volante, o técnico Gallo promoveu a entrada do meio campista Josa.

Sem muitos espaços para criar as oportunidades, o Grêmio chegou em uma bola parada, na melhor chance da partida. Aos  32 min, Elano levantou a bola dentro da área e Souza apareceu de surpresa na pequena área para pegar um chute de primeira que explodiu no travessão, impedido o gol no estádio Olímpico.

No fim da primeira etapa, os gaúchos ainda tiveram outras duas boas oportunidades de abrir o marcador. Aos 38 min, Fernando pegou uma sobra de bola na entrada da área e mandou um petardo. A bola saiu tirando tinta da trave. Aos 39, foi a vez de Elano bater rasteiro para a defesa de Gideão.

Autor do segundo gol, Kleber disputa bola com Jean Rolt (Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação)

O Grêmio veio para o segundo tempo com Marco Antônio e Leandro nos lugares de Fernando e Marquinhos. E logo com 5 min, o garoto gremista mostrou serviço e mandou uma bomba da entrada da área que passou muito por cima do gol levando muito perigo.

Com as alterações realizadas, os espaços começaram a aparecer para o Náutico que chegava com mais perigo ao campo ofensivo. Em uma chegada, o gol não veio por pouco. Aos 10min, Souza recebeu ótimo passe na cara do gol, mas na hora do domínio, a bola escapou e ficou com Marcelo Grohe.

Se os espaços não apareciam para o time da casa, a alternativa encontrada foi o chute de fora da área. E Marco Antônio foi muito feliz nesse quesito. Aos 15 min, o meia arriscou uma bomba do meio da rua e viu a bola entrar no canto de Gideão, que demorou para se atirar na bola. Após muitas tentativas, o placar estava aberto no Olímpico.

Precisando do empate, o técnico do Náutico mexeu na equipe e colocou João Paulo e Kim nos lugares de Souza e Lúcio. Mudanças que não surtiram efeito, já que os pernambucanos tentavam atacar mais, mas não eram efetivos.

O Grêmio, que colocou Léo Gago no lugar de Marcelo Moreno, seguia melhor e por pouco não chegou ao segundo gol em belo chute de Léo Gago, que pegou rebote dentro da área e obrigou Gideão a se esticar todo para fazer a defesa. Aos 34 min, Pará chegou batendo para outra ótima defesa do goleiro do Timbu.

Com a vantagem no marcador, a equipe gremista passou a administrar o resultado que lhe dava os três pontos e não se arriscou muito no campo de ataque. Sem muitas esperanças, o Náutico tentava atacar mas parava na marcação gaúcha. No último lance do jogo, Kleber ainda ampliou o placar para o Grêmio após receber passe na pequena área e finalizar no contra pé do goleiro do Náutico para fechar o confronto com vitória gaúcha.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 2X0 NÁUTICO

Local: Olímpico, Porto Alegre (RS)
Data/hora: 13/9/2012 – 21h (de Brasília)
Árbitro: Héber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Auxiliares: Edinei Guerreiro Mascarenhas (Fifa-RJ) e Luiz Antonio Muniz de Oliveira (Fifa-RJ)

Renda/Público: R$339.351,00 / 17.399 pagantes

Cartões Amarelos: Fernando (GRE); Patric, Jean Rolt e Josa(NAU)
Cartões Vermelhos: Não houve

GOLS: Marco Antônio, aos 15’/2ºT (1-0); Kleber, aos 46’/2ºT (2-0)

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Pará, Werley, Gilberto Silva e Anderson Pico; Fernando (Marco Antônio), Souza, Elano e Marquinhos (Leandro – Intervalo); Kleber e Marcelo Moreno (Léo Gago – 25’/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

NÁUTICO: Gideão, Patric, Alemão, Jean Rolt e Lúcio; Elicarlos, Souza (João Paulo – 23’/2ºT), Martinez (Josa – 26’/1ºT) e Lúcio (Kim – 23’/2ºT); Rhayner e Rogério. Técnico: Alexandre Gallo.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: