Com direito a hat-trick de Falcão García, Atlético de Madrid goleia o Chelsea e leva a Supercopa da UEFA

31 08 2012

Conhecido como “senhor Liga Europa”, o atacante colombiano Radamel Falcão García, marcou três gols e ajudou o Atlético de Madrid a golear o Chelsea por 4 a 1

Por Stéfano Bruno

Atlético de Madrid goleia o Chelsea e conquista a Supercopa da UEFA (Foto: Reuters)

Com três gols do artilheiro colombiano Falcão García, agora “senhor Supercopa”, o Atlético de Madrid não tomou conhecimento do Chelsea e goleou o atual campeão da Liga dos Campeões, por 4 a 1. O zagueiro brasileiro Miranda fez o outro gol da equipe espanhola. Gary Cahill diminuiu para os Blues.

Crônica da partida

A partida começou equilibrada, com ambas as equipes tentando controlar o tradicional nervosismo de disputar uma final.

Logo na primeira jogada de ataque da partida, aos três minutos, o Atlético de Madrid quase abriu o placar. Filipe Luís recebeu bom passe pela esquerda, foi à linha de fundo e cruzou a meia altura. O artilheiro Falcão García se adiantou a marcação e acertou o travessão. No rebote, os jogadores do clube espanhol reclamaram de um possível pênalti cometido pelo zagueiro brasileiro David Luiz no espanhol Koke.

Exercendo uma certa pressão, os Colchoneros não demoraram para abrir o placar. No ataque seguinte, três minutos depois, Gabi deu excelente passe para Falcão García, que frente a frente com Petr Cech, não desperdiçou. Com muita categoria, o artilheiro tocou de “cavadinha”, na saída do goleiro. O brasileiro David Luiz ainda tentou evitar o gol do colombiano, mas a bola tocou na trave esquerda e morreu no fundo das redes. 1 a 0.

Com dificuldades para conter o ímpeto da equipe espanhola, os Blues tentavam responder com jogadas rápidas, mas bem posicionada, a defesa da equipe espanhola conseguia conter as jogadas da equipe inglesa.

Superior na partida, o Atlético não demorou a ampliar o placar. Aos 19min, David Luiz falhou ao tentar cortar um passe e a bola chegou para o colombiano Falcão García. O atacante teve tempo para dominar, olhar para o gol e bater colocado, no ângulo direito de Petr Cech, que nada pode fazer. Golaço! 2 a 0.

Chelsea e Atlético de madrid (Foto: Getty Images)

Com atuação apagada, Fernando Torres não conseguiu evitar o vexame do Chelsea (Foto: Getty Images)

Mesmo com a boa vantagem no placar, a pressão da equipe espanhola sobre a equipe inglesa continuava. Aos 28min, após boa troca de passes, Gabi apareceu livre na área, mas Cech saiu bem e evitou o que poderia ser o terceiro gol da equipe de Madrid.

O Chelsea encontrava muita dificuldade para furar o sistema defensivo do Atlético. Já os Colchoneros pareciam desconhecer os defensores da equipe inglesa. Aos 34min, os espanhóis quase marcaram o terceiro gol. Em posição duvidosa, Arda Turan recebeu livre pela direita, invadiu a área e tocou para Adrián, que mesmo sozinho, pegou errado na bola e não conseguiu empurrá-la para o fundo das redes. A bola ainda sobrou para Falcão, que cabeceou na trave.

Quando a partida caminhava para o final da primeira etapa, o Atlético de Madrid chegou ao terceiro gol. Depois de uma jogada rápida, Arda Turan recebeu a bola na entrada da área e segurou até a chegada de Falcão García. Turan tocou para o colombiano, que ganhou de Ramires e tocou na saída de Petr Cech, fazendo o seu hat-trick na partida. 3 a 0.

Conhecido com o “senhor Liga Europa”, por ter sido o destaque do Atlético de Madrid na competição, Radamel Falcão García já dava sinais que seria também o “senhor Supercopa”.

Segundo tempo

Com a entrada do recém-contratado Oscar, no lugar de Ramires, o Chelsea voltou para a segunda etapa com uma postura mais ofensiva. Mas o que se viu nos primeiros minutos do segundo tempo foi o mesmo que ocorreu durante a primeira etapa. O Chelsea encontrando dificuldades para entrar na defesa do Atlético, que respondia com contra-ataque e gol.

Isso mesmo, gol. O quarto “tento” da equipe espanhola ocorreu aos 15min. Após cruzamento pela direita, Falcão García tentou o chute, mas pegou mal na bola, que acabou sobrando para o ex-são paulino Miranda. Na saída de Petr Cech, o defensor desviou com categoria. O zagueiro Gary Cahill ainda tentou cortar, mas entrou com bola e tudo para o gol. Goleada em Mônaco. 4 a 0.

Aos 21min, em um dos poucos lances de perigo dos Blues, Oscar pegou rebote da defesa espanhola e bateu firme. A bola passou rente a trava esquerda do gol defendido por Courtois.

Falcao comemoração gol Atlétido de Madri contra Chelsea (Foto: Reuters)

Com três gols, Falcão García foi o grande destaque da Supercopa (Foto: Reuters)

Dois minutos depois o Atlético quase ampliou ainda mais o placar. Koke cobrou falta pela esquerda, ninguém desviou e no reflexo, Peter Cech fez grande defesa, evitando o quinto gol da equipe espanhola.

Aos 29min, o Chelsea diminuiu a goleada. Lampard cobrou escanteio pela direira e Gary Cahill cabeceou firme. A bola pegou nas costas do defensor. No rebote, a bola sobrou para o próprio Cahill, que bateu firme, para diminuir a diferença. 4 a 1.

O Chelsea se animou com o gol e partiu para cima, tentando diminuir ainda mais o prejuízo. Aos 35min, Juan Mata recebeu livre pela direita, carregou a bola e bateu por cima do gol, assustando o goleiro Courtois.

Com a equipe inglesa partindo para cima, o Atlético tinha espaços para contra-atacar. E em uma jogada rápida, Cristian Rodríguez tocou para o lateral brasileiro Filipe Luís, que entrou na área a bateu cruzado. Bem posicionado, Cech fez a defesa em dois tempos.

Aos 45min, o Atlético quase fez o quinto gol. Emre recebeu livre pela esquerda, invadiu a área e cruzou para Arda Turan. Na tentativa de cortar o passe, David Luiz quase fez gol contra. O defensor brasileiro deu um carrinho e acertou a trave esquerda.

Com o resultado garantido, a equipe espanhola apenas esperou o árbitro apitar o final da partida para comemorar o título da Supercopa da UEFA.

CHELSEA 1×4 ATLÉTICO DE MADRID

Local: Stade Louis II, Mônaco (FRA)
Data-Hora: 31/08/2012, às 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Damir Skomina (SLO)
Cartões amarelos: Ivanovic (CHE)
Gols: Falcao García (6’/1ºT), Falcao García (18’/1ºT), Falcao García (45’ºT), Miranda (15’/2ºT), Cahill (29’/2ºT)

CHELSEA: Cech, Ivanovic, Cahill, David Luiz e Ashley Cole; Mikel, Lampard e Ramires (Oscar, intervalo); Hazard, Mata (Sturridge, 36’/2ºT) e Torres. Técnico: Roberto Di Matteo.

ATLÉTICO DE MADRID: Courtois, Juanfran, Miranda, Godín e Filipe Luís; Suárez, Gabi, Turan, Adrián (Cristian Rodríguez, 10’/2ºT) e Koke (Raúl García (36’/2ºT); Falcao García (Emre, 41’/2ºT). Técnico: Diego Simeone.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: