Em dia de Iniesta, Ananias dá show e ajuda a Portuguesa na goleada em cima do Palmeiras

29 08 2012

Com a vitória do Bahia, Portuguesa afunda ainda mais o Palmeiras na tabela

Por Gustavo Soler

Autor das melhores chances do jogo, Ananias foi o destaque da partida (Foto: Roberto Vazquez/Futura Press)

Nesta quarta-feira (29), o Palmeiras, que busca sair da zona de rebaixamento e se recuperar no Campeonato Brasileiro, foi até o estádio do Canindé para enfrentar a Portuguesa. Do outro lado, a Lusa queria os três pontos para se manter no meio da tabela e se distanciar cada vez mais da zona da degola. Para a felicidade do técnico Geninho, o seu time goleou o Verdão por 3 a 0, com direito a show de Ananias e Bruno Mineiro.

A Portuguesa começou melhor na partida. Aos sete minutos, Luís Ricardo lançou Moisés dentro da área, porém o atacante se precipitou e cabeceou fraco em cima do goleiro Bruno. O Palmeiras se encontrou no jogo aos 9, quando Mazinho carregou a bola pelo meio e bateu firme, levando muito perigo ao gol de Dida, que não chegaria na jogada. Depois dos momentos de pressão de ambas as equipes, o jogo ficou equilibrado, porém, em um lance de ataque da Lusa, Leandro Amaro caiu sozinho no meio da área e levou a mão à perna, mas por sorte de Luiz Felipe e do próprio atleta, não houve lesão.

Quando o Palmeiras tentou chegar no ataque com Barcos, o argentino ajeitou de calcanhar para Mazinho, mas o camisa 17 do Verdão adiantou demais e perdeu a bola. No contra-ataque, Ananias recebeu dentro da área, girou bem e finalizou, mas Bruno fez a defesa. A alegria palmeirense de contar com uma sequência de jogos de Valdivia duraram até os 42 minutos. O Mago cometeu falta em Ananias e, no bate-boca, ambos levaram cartão amarelo: o meia está fora da próxima partida. No último lance do primeiro tempo, Moisés cobrou uma falta cheia de veneno e novamente Bruno foi buscar, salvando o Palestra.

Para o segundo tempo, Felipão colocou Maikon Leite, que voltava de lesão, no lugar de Betinho. No entanto, quem aproveitou as jogadas pela ponta com velocidade foi a Lusa. Ananias partiu com velocidade pela direita, deu uma meia lua para cima de Correa, que nem viu a cor da bola, e cruzou na medida para Bruno Mineiro, que aproveitou a falha de Leandro Amaro para cabecear no ângulo de Bruno. No último lance de Mazinho na partida, o atacante do Verdão se livrou da marcação, mas acabou mandou pra fora.

A melhor chance do Palmeiras foi aos 20 minutos. Maikon Leite bateu falta para dentro da área. No bate-rebate, Valdomiro quase mandou contra o patrimônio. Com 25 min, Ananias achou Rogério na ponta esquerda e o lateral lusitano mandou a bomba. Bruno espalmou, mas, na sobra, Leandro Amaro falhou novamente e Bruno Mineiro marcou o segundo da Portuguesa. Ananias estava impossível. O atacante acertou um pelo passe para Moisés, mas, na hora do chute, o meia furou de forma bizarra.

Em busca da goleada, a Lusa partiu de novo pela direita. Diego Viana tocou no meio para Moisés, o camisa 10 deu um belíssimo drible de corpo pra cima do João Vitor e bateu sem chances para Bruno, se redimindo da bizarrice que havia feito no lance anterior. Aos gritos de “fica Felipão, pra jogar a segunda divisão”, da torcida da Portuguesa, o Palmeiras não conseguiu fazer o gol de honra e fica cada vez mais ameaçado pelo rebaixamento.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA 3 X 0 PALMEIRAS

Local: Canindé, em São Paulo (SP)
Data/hora: 29/8/2012, às 20h30
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Auxiliares: Anderson Moraes Coelho (SP) e Herman Brumel Vani (SP)
Renda e público: R$ 214.390,00 /7.531 pagantes
Cartões amarelos: Boquita, Ananias e Moisés (POR); Valdivia, Thiago Heleno, Henrique e Leandro Amaro (PAL)
Cartões vermelhos: –
Gols: Bruno Mineiro, 04′ 2º/T (1-0); Bruno Mineiro, 24′ 2º/T (2-0); Moisés, 40′ 2º/T (3-0)

PORTUGUESA: Dida; Luis Ricardo, Gustavo, Valdomiro e Rogério (Lima – 39′ 2º/T); Ferdinando, Léo Silva, Moisés e Boquita; Ananias (Diego Viana -38 2º/T) e Bruno Mineiro (Maylson – 45’2ºT). Técnico: Geninho.

PALMEIRAS: Bruno; João Vitor, Leandro Amaro, Thiago Heleno e Juninho; Henrique, Correa (Márcio Araújo – 14’2ºT), Valdivia e Mazinho (Obina, 14′ 2ºT); Barcos e Betinho (Maikon Leite – intervalo). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: