Após estar duas vezes atrás do placar, Ponte Preta empata e segura o Atlético-MG

29 08 2012

Com dois gols do lateral Cicinho, a Macaca conseguiu segurar o Atlético-MG no Independência. Danilinho e Guilherme marcaram os gols do Galo

Por Stéfano Bruno

Após ficar duas vezes atrás do placar, a Ponte Preta demonstrou poder de reação e empatou com o Atlético-MG na noite desta quarta-feira (29), por 2 a 2. Os gols da equipe da casa foram marcados por Danilinho e Guilherme. Cicinho, duas vezes, fez os gols da Macaca.

O Atlético volta a campo no próximo domingo (02), onde enfrenta o Corinthians às 16h (de Brasília), no Pacaembu. No mesmo dia, a Ponte Preta recebe o Atlético-GO, às 18:30 (de Brasília), no Moisés Lucarelli.

Crônica do jogo

Imagens de Atlético x Ponte Preta, no Independência  - Rodrigo Clemente/EM/D.A Press

Jogadores do Atlético-MG comemoram o gol marcado pelo Danilinho (Foto: Rodrigo Clemente/EM/D.A Press)

A partida começou com o Atlético tentando impor o seu jogo sobre a Ponte, que em contrapartida, procurava sair em velocidade. E foi assim que a Macaca quase abriu o placar, aos cinco minutos. Rildo recebeu lançamento na entrada da área, Serginho tentou proteger a bola para a chegada de Victor, mas acabou se complicando. O atacante da Ponte ainda chegou a tocar na bola, mas Victor saiu bem do gol e fez a defesa.

Quatro minutos depois, Giancarlo cobrou falta pela esquerda, Victor e Jô dividiram a bola, que saiu com perigo, por cima do gol.

Enquanto a Ponte tentava assustar o Atlético, a equipe mineira procurava se manter tranquila e trocar passes no meio-campo. Aos 14min, após uma troca de passes rápida, Ronaldinho recebeu no meio e passou para Danilinho, que carregou e bateu firme. A bola desviou em Diego Sacoman, enganou Edson Bastos e morreu no fundo das redes. 1 a 0. Foi o sexto gol do meia-atacante neste Campeonato Brasileiro.

A equipe paulista mal respirou e o Galo quase ampliou o placar. Quatro minutos após abrir o placar, Ronaldinho teve uma ótima oportunidade em cobrança de falta. O craque bateu muito bem, mas Edson Bastos fez uma defesa espetacular, evitando o gol do meia.

Aos 21min, Escudero lançou Ronaldinho que com um domínio espetacular, evitou a saída da bola. O meia rolou para trás, para o próprio Escudero que bateu firme, de primeira. A bola passou perto do gol, assustando o Edson Bastos.

O Atlético fazia uma espécie de “bombardeio” sobre a Ponte Preta. Aos 23min, Jô escorou de calcanhar para Escudero, que bateu firme, de longe. Edson Bastos defendeu em dois tempos.

Enquanto o Galo mantinha o equilíbrio da partida, a Ponte tentava encaixar uma jogada em velocidade. De tanto tentar, aos 42min a Macaca conseguiu acertar uma jogada rápida. Marcinho deu grande assistência para o lateral Cicinho, que saiu na frente de Victor e tocou na saída do goleiro, empatando a partida. 1 a 1.

Um minutos depois, o Atlético quase voltou a frente do placar. Danilinho recebeu livre na área e bateu cruzado, mas Edson Bastos fez nova defesa espetacular, evitando que o Galo passasse novamente a frente do placar.

Segundo tempo

Imagens de Atlético x Ponte Preta, no Independência  - Rodrigo Clemente/EM/D.A Press

Ronaldinho não conseguiu levar o Atlético-MG a mais uma vitória na competição (Foto: Rodrigo Clemente/EM/D.A Press)

O Atlético voltou com uma alteração ousada para a segunda etapa. O atacante Guilherme entrou no lugar do volante Serginho.

Após muita pressão, o Galo voltou à frente do placar logo aos cinco minutos. Marcos Rocha cruzou da direita e Edson Bastos evitou o gol “espírita” do lateral. No rebote, Guilherme pegou de primeira, fazendo um bonito gol e recolocando o Galo a frente do placar. 2 a 1.

Após o segundo gol, o Atlético voltou a tocar a bola e a Macaca era quem buscava mais o gol. Mas encontrava dificuldades para furar o sistema defensivo da equipe mineira. Com isso, a partida perdeu o ritmo quente do início da segunda etapa.

Com o passar do tempo a partida voltou a ganhar emoção, com a Ponte Preta partindo para cima. Em uma jogada de muita vontade, Cicinho voltou a empatar a partida. O lateral ganhou a disputa com Guilherme e bateu firme. A bola desviou em Leandro Donizete, enganou o goleiro Victor e morreu no funda da rede. 2 a 2.

Com o empate da Ponte, a partida ganhou em emoção. Aos 45min, Guilherme fez bom cruzamento pela esquerda e Neto Berola cabeceou para mais uma grande defesa de Edson Bastos.

Nos minutos finais, o Galo exerceu uma enorme pressão sobre a Macaca, mas não conseguiu chegar ao gol da vitória.

ATLÉTICO-MG 2 X 2 PONTE PRETA

Local: Independência, Belo Horizonte (MG)
Data/Hora: 
29/8/2012 – 20h30 (de Brasília)
Árbitro: 
Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: 
Cristhian Passos Sorence (GO) e Nadine Schram Camara Bastos (SC)
Público/Renda: 
18.644 pagantes/R$ 588.140,00
Cartões amarelos: 
Giancarlo e Uendel (PON); Leandro Donizete, Junior Cesar e Danilinho (CAM)
Cartões vermelhos: 
Uendel, 48’/2ºT

GOLS: Danilinho, aos 15’/1ºT (1-0); Cicinho, aos 43’/1ºT (1-1), Guilherme, aos 5’/2ºT (2-1) e Cicinho, aos 38’2ºT (2-2)

ATLÉTICO-MG: Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Junior Cesar; Serginho (Guilherme, intervalo) e Leandro Donizete; Danilinho, Ronaldinho e Escudero (Neto Berola, 18’/2ºT), Jô (Leonardo, 28’/2ºT). Técnico: Cuca

PONTE PRETA: Edson Bastos; Tiago Alves (André Luís, 30’/2ºT), Ferron e Diego Sacoman; Cicinho, Baraka, Ricardinho (Luan, 24’/2ºT), Marcinho e Uendel; Rildo (Renê Jr., 10’/2ºT) e Giancarlo. Técnico: Gilson Kleina

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: