Palmeiras passa sufoco, é derrotado pelo Botafogo, mas avança às oitavas da Copa Sul-Americana

23 08 2012

Com o gol fora de casa, a equipe palmeirense se classificou no sufoco por conta do regulamento da competição; mesmo com a derrota, a torcida alvinegra aplaudiu o time ao término do jogo

Por Gustavo Soler

Mesmo levando muita pressão na segunda etapa, o Palmeiras conseguiu a vaga para a próxima fase da Copa Sul-Americana (Foto: Paulo Sérgio/Lancenet)

Nesta quinta-feira (22), o Botafogo recebeu o Palmeiras no Engenhão, em jogo válido pelo jogo de volta da fase nacional da Copa Sul-Americana. Na primeira partida, o Palestra venceu por 2 a 0, com dois gols de Barcos, ou seja, o time paulista poderia perder até por dois gols de diferença, caso o time marcasse um gol. E foi o que aconteceu, o jogo acabou em 3 a 1 para o Glorioso, que pressionou muito o Palmeiras, mas não conseguiu o quarto gol que daria a classificação ao time da estrela solitária.

Com Rafael Marques na referência do ataque, o Fogão começou o jogo buscando cruzamentos para dentro da área, mas a defesa palmeirense conseguia afastar o perigo. Na resposta, o Verdão também chegou na bola aérea, mas a defesa do alvinegro também foi bem. A partida estava muito presa no meio campo: ambas as equipes fechavam bem o campo de ataque adversário com os seus meias e laterais impedindo o avanço dos jogadores de ataque. Com apenas 20 minutos, Rafael Marques deu o primeiro chute na direção do gol, mas a bola foi fraca demais e sem problemas para Bruno.

Aos 25 minutos, Mazinho teve a chance na bola parada. O camisa 17 arrumou a bola no estilo Marcos Assunção, mas, na hora da cobrança, mandou a bola nas vazias arquibancadas do Engenhão. Como o meio campo estava congestionado e as bolas não chegavam com qualidade na frente, Barcos arriscou de muito longe, levando perigo ao gol de Jefferson, que não chegaria na jogada. Com 34 min, Lucas recebeu lançamento pela ponta direita, em posição de impedimento que o auxiliar não marcou, o camisa 2 do Botafogo se livrou de Bruno e a bola sobrou limpa para Seedorf abrir o placar.

Tentando empatar o jogo, Obina recebeu um lançamento para dentro da área e virou uma bicicleta, obrigando Jefferson se virar esticar todo para defender. O Palmeiras se mandou para o ataque, e no ataque, estava Barcos. O Pirata acertou um belo passe para Patrik. O camisa 18 estava livre para arrumar o corpo e finalizar no cantinho de Jefferson, sem chances de defesa, empatando o jogo.

O segundo tempo era o “tudo ou nada” para o Botafogo. Aos onze minutos, Seedorf tocou no meio, e Renato, que vinha na velocidade, conseguiu um toque de canela que tirou dois defensores alviverdes e ficou livre, cara a cara, com Bruno para marcar o segundo do Fogão. A pressão alvinegra crescia. Seedorf bateu falta para dentro da área, mas ninguém conseguiu desviar. Aos 23 minutos, Lucas arrancou pela ponta direita e cruzou na medida para Elkeson, o camisa 9 do Fogão cabeceou na trave e a bola saiu pela linha de fundo.

Novamente Lucas recebeu pela direita, mas desta vez cruzou rasteiro para Lodeiro, que entrava pelo meio da defesa, marcando o terceiro gol do Botafogo. Aos 31 minutos, Betinho fez ótima jogada individual e inverteu para Mazinho. O camisa 17 mandou a bomba em cima de Jefferson. No lance seguinte, de novo Betinho, mas desta vez ele achou Barcos, que finalizou tirando tinta da trave. A pressão botafoguense aumentava cada vez mais, porém a defesa do Palmeiras estava bem postada e conseguia afastar as bolas que eram alçadas na grande área.

Aos 45, Barcos recebeu livre, partiu em direção ao gol, porém o camisa 9 estava exausto e acabou se atrapalhando com a bola. O próximo confronto do Palmeiras será contra o vencedor da partida entre Millonarios-COL ou Guaraní-PAR, válido pela fase internacional da Copa Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 3 X 1 PALMEIRAS
Local: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 22/8/2012, às 22h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Auxiliares: Márcio Santiago (Fifa-MG) e Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa/GO)
Renda e público: R$ 64.995,00,00 / 2.434 pagantes
Cartões amarelos: Jeferson (BOT) / Patrik, Juninho e Román (PAL)

Gols: Seedorf, 35′ 1º/T (1-0); Patrik, 43′ 1º/T (1-1); Renato, 12′ 2º/T (2-1); Lodeiro, 28′ 2º/T (3-1)

BOTAFOGO: Jefferson, Antônio Carlos (Jeferson, 39′ 2º/T), Fábio Ferreira e Brinner; Lucas, Renato, Andrezinho, Seedorf e Lima (Cidinho, 15′ 2º/T); Elkeson e Rafael Marques (Lodeiro, 40′ 1º/T). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

PALMEIRAS: Bruno, Román (Luiz Gustavo, 23′ 2º/T), Leandro Amaro, Maurício Ramos e Juninho; Henrique, João Vitor, Patrik (Thiago Heleno, 30′ 2º/T), Mazinho, Obina (Betinho, 17′ 2º/T) e Barcos. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: