Em jogo amarrado, Corinthians bate o Internacional no Pacaembu e embala na competição

16 08 2012

Com a vitória, o Corinthians chegou a nove partidas de invencibilidade na competição. Inter perde a primeira com Fernandão e não sobe na tabela

Por Leonardo Perri

Paulo André anotou o único gol do jogo (Foto: Vagner Campos/Terra)

Foi um jogo amarrado, truncado, sem muitas oportunidades mas que em uma bola parada acabou sendo definido. E com final feliz para o time da casa. Com um gol solitário de Paulo André, o Corinthians bateu o Internacional por 1 a 0 no Pacaembu e chegou a sua sexta vitória no campeonato.

Com o resultado, o time paulista chegou a nona colocação na tabela de classificação e completou dez partidas de invencibilidade. Já o Inter perdeu a invencibilidade sob o comando de Fernandão e estacionou na quinta posição. Na próxima rodada, os gaúchos vão ao Canindé enfrentar a Portuguesa enquanto o Corinthians faz o clássico frente ao Santos, na Vila Belmiro.

A partida começou bem movimentada com o Inter partindo para cima e marcando de cabeça com o estreante Rafael Moura, no entanto o árbitro marcou impedimento. O Corinthians respondeu em boa jogada do garoto Adilson, que bateu cruzado para defesa de Muriel. No rebote, Danilo quase marcou. Tudo isso com apenas quatro minutos jogados.

Após um bom início, o jogo caiu de rendimento com as duas equipes marcando muito forte não dando espaços para as chances serem criadas. Com poucas jogadas pelas laterais, os dois times buscavam atacar pelo meio, o que acarretava em uma partida muito travada.

Com muitos passes errados, nem Corinthians nem Inter conseguiam entrar na área para finalizar. A alternativa encontrada foram os chutes de fora da área que também não surtiram efeito. Aos 23 min, Ralf mandou de fora da área para defesa tranquila de Muriel. Jajá respondeu na mesma moeda, mas a bola viajou por cima da meta de Cássio.

A chance mais clara dos visitantes na primeira etapa veio aos 34 min, quando Jajá lançou para Rafael Moura, que na linha de fundo, cruzou para o meio da área para Elton. Antes que a bola chegasse no centroavante, Cássio saltou na bola para evitar o gol colorado.

Douglas observa cabeçada de Fabrício (Foto: José Patrício / Agência Estado)

A segunda etapa começou com os dois times buscando mais o ataque mas com os mesmos problemas do primeiro. Muitos passes errados e as defesas levavam a melhor sobre os ataques. As jogadas de mais perigo vinham através de bolas aéreas. E foi assim que o time da casa assustou. Chicão levantou na área para a defesa em três tempos de Muriel, que quase entregou nos pés de Adilson.

Somente aos 21 min do segundo tempo, a primeira chance foi criada. E foram dos visitantes. Fabrício fez boa jogada pela linha de fundo e cruzou na cabeça de Rafael Moura. O atacante testou a bola que subiu por cima do gol corintiano.

Assim como na primeira etapa, o jogo era amarrado e sem muitas chances. Mas aos 23 min, o Corinthians fez questão de mudar o panorama da partida. Em cobrança de falta de Douglas, o meia colocou a bola na cabeça do zagueiro Paulo André, que livre na área, cabeceou com estilo para abrir o placar no Pacaembu e soltar o grito de gol entalado nos torcedores.

Após o gol corintiano, o Internacional passou a ocupar mais o campo de ataque em busca do gol de empate mas sem objetividade. Com a defesa bem postada, o Corinthians não levava sustos e anulava as chegadas do colorado. Com a vantagem no placar, o Corinthians passou a administrar o placar favorável até o apito final.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 X 0 INTERNACIONAL

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 16/8/2012, às 21h (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Márcio Soares Maciel (GO)

Cartões Amarelos: Paulo André (COR); Élton (INT)
Cartões Vermelhos: Não houve

GOLS: Paulo André, aos 23’/2ºT (1-0)

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos (Marquinhos – 40’/2ºT) ; Ralf, Willian Arão, Douglas e Danilo; Juan Martínez (Denner – 48’/2ºT) e Adílson (Giovanni – 14’/2ºT) . Técnico: Tite

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Bolívar, Índio e Fabrício; Josimar, Élton, Kléber (Mike – 30’/2ºT) e Fred (Dátolo – 17’/2ºT ; Jajá (Lucas Lima – 29’/2ºT) e Rafael Moura. Técnico: Fernandão

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: