Cruzeiro vence o Bahia fora de casa e se reaproxima do G4

11 08 2012

Em uma partida fraca tecnicamente, o Cruzeiro derrotou o Bahia por 1 a 0, no Pituaçu. O gol da equipe celeste foi marcado pelo argentino Montillo

Por Stéfano Bruno

TR - Montillo (Cruzeiro) (Foto: Ramon Bitencourt)

O meia Montillo fez o gol que garantiu a vitória para o Cruzeiro no Pituaçu (Foto: Ramon Bitencourt/Lancenet!)

Em uma partida fraca tecnicamente, o Cruzeiro venceu o Bahia por 1 a 0, fora de casa, e se reaproximou do G4. O gol solitário da partida foi marcado pelo craque argentino Montillo.

Com a vitória, o Cruzeiro subiu para a sexta colocação, agora com 26 pontos. Para se manter nesta posição, a Raposa terá que secar O São Paulo amanhã. O tricolor paulista recebe o Grêmio, que está em quarto lugar, dois pontos a frente da equipe celeste. Já o Bahia se manteve na 18ª colocação, com 13 pontos.

O Bahia volta a campo na próxima quarta-feira (15), onde vai à Campinas enfrentar a Ponte Preta, às 20:30 (de Brasília). No mesmo dia, o Cruzeiro recebe o Fluminense, às 19:30 (de Brasília)

Crônica do jogo

A partida começou bem movimentada e logo aos dois minutos, o Bahia teve uma boa oportunidade. Mancini deu boa assistência para o Gabriel, que sairia livre, na frente do goleiro Fábio, que saiu e evitou o que poderia ser o primeiro gol da partida.

A partida seguia com as duas equipes se observando, e logo no primeiro bom ataque do Cruzeiro, a equipe abriu o placar. Ceará avançou pela direita, e ao tentar cruzar, Diones apareceu e fez o corte. A bola sobrou para Montillo, que dominou e bateu de no canto direito de Marcelo Lomba, abrindo o placar no Pituaçu: 1 a 0.

A equipe baiana sentiu o gol do Cruzeiro, que tinha o controle da partida. Aos 19min, o garoto Lucas Silva, que fazia a sua segunda partida com a camisa do Cruzeiro e a primeira como titular, arriscou de longe e assustou o goleiro do tricolor baiano. A bola passou rente a trave direita.

Um minuto depois, Zé Roberto recebeu livre pela direita e cruzou para Rafael, que dominou e bateu forte. Fábio, bem posicionado, defendeu em dois tempos. No lance seguinte foi à vez de Borges arriscar de longe e quase surpreender o Goleiro Lomba, que estava adiantado.

Com o passar do tempo o Bahia foi tomando o domínio da partida, mas a equipe celeste levava perigo nos contra-ataques. Em um deles, aos 34min, Hélder perdeu a bola para Montillo em seu campo defensivo. O meia argentino avançou livre de marcação e rolou para o Borges, que tinha apenas o gol a sua frente. Mas o artilheiro cruzeirense escorregou na hora de finalizar e bateu para fora, desperdiçando uma chance incrível.

As duas equipes diminuíram o ritmo e o primeiro tempo não teve mais nenhum lance de perigo.

Segundo tempo

A equipe baiana voltou mais ofensiva para a segunda etapa. O meia Lulinha entrou no lugar do volante Fabinho. A Raposa também mexeu. O artilheiro Borges deu lugar ao Anselmo Ramon.

Mesmo com as alterações, a segunda etapa começou fria. Enquanto o Bahia tentava envolver o adversário e chegar ao gol de empate, a equipe celeste se limitava a administrar o resultado e atacar em contra-ataques.

A partir dos 20min o Bahia começou a ensaiar uma pressão sobre o Cruzeiro, mas o bom posicionamento dos defensores cruzeirenses atrapalhava as investidas do tricolor baiano.

Com o passar do tempo, a pressão baiana foi ficando cada vez mais forte. Só faltava técnica, sobrava vontade aos jogadores tricolores.

Apesar da pressão, o Bahia não conseguia finalizar no gol defendido pelo goleiro Fábio. Com isso, a partida seguiu com o Cruzeiro atuando em seu campo de defesa e administrando a posse de bola, para assegurar a sua oitava vitória na competição.

BAHIA 0 X 1 CRUZEIRO

Local: Pituaçu, Salvador (BA);
Data/Hora: 11/8/2012 – 18h30 (de Brasília);
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO);
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Dibert Pedrosa Moisés (RJ);
Renda/Público: R$124.920,00 / 8.946 pagantes;
Cartões amarelos: Titi, 16min 1ºT, Gabriel, 10min 2ºT, e Fahel, 17min 2ºT (Bahia); Charles, 15min 1ºT, Marcelo Oliveira, 38min 1ºT, Léo, 15min 2ºT, e Thiago Carvalho, 15min 2ºT (Cruzeiro);
GOL: Montillo, 9min 1ºT (Cruzeiro)

BAHIA: Marcelo Lomba; Diones (Gil Bahia, 20min 2ºT), Danny Morais e Titi; Hélder, Fabinho (Lulinha, no intervalo), Fahel, Gabriel, Mancini e Zé Roberto; Rafael (Caio, 30min 2ºT) – Técnico: Caio Júnior

CRUZEIRO: Fábio; Ceará (Diego Renan, 20min 2ºT), Léo, Thiago Carvalho e Marcelo Oliveira; Leandro Guerreiro, Charles, Lucas Silva e Montillo (Souza, 38min 2ºT); Borges (Anselmo Ramon, no intervalo) e Wellington Paulista – Técnico: Celso Roth

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: