Barcos se reencontra com Botafogo, marca mais dois contra o alvinegro e cala o Engenhão

11 08 2012

Em uma grande exibição de ambas as equipes, Palmeiras supera o Botafogo no Engenhão e fica perto de sair da zona de rebaixamento

Por Gustavo Soler

Barcos marca mais dois gols contra o Botafogo e garante a vitória do Palmeiras (Foto: Guilherme Pinto/O Globo)

Na última quarta-feira (08), Botafogo e Palmeiras se enfrentaram pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time alvinegro buscava a vitória para se aproximar na zona de Libertadores. Já o alviverde tentava ficar pelo menos perto de sair do rebaixamento. Com dois de Barcos, a equipe do Parque Antártica venceu a sua primeira partida fora de casa.

O Botafogo começou melhor na partida. Após um cruzamento pela direita, Bruno saiu mal do gol e Elkeson acabou perdendo o gol sem goleiro. Com oito minutos, Márcio Azevedo cruzou, a defesa palmeirense afastou e, na sobra, Seedorf bateu de primeira, mas a bola acabou saindo. Na semana passada, ambas as equipes se enfrentaram pela Copa Sul-Americana. O jogo foi na Arena Barueri. Lá, Barcos mostrou toda a sua tranquilidade na frente de Jefferson. Nesta quarta-feira não foi diferente. Depois de um cruzamento de Artur, Obina não conseguiu chegar e a bola sobrou para o camisa 9 palestrino. O Pirata driblou Antônio Carlos, bateu no cantinho e abriu o placar.

No ataque seguinte, o Fogão quase chegou ao gol de empate. Após um cruzamento de Marcio Azevedo, Andrezinho dominou cheio de categoria e bateu de perna esquerda, obrigando Bruno cair para fazer a defesa. O jogo era lá e cá. Depois dessa oportunidade de Andrezinho, o Palmeiras armou um contra-ataque e quase ampliou com Obina, mas o camisa 21 mandou pra fora. Aos 18 minutos, Elkeson abriu a caixa mágica: chapelou Maurício Ramos e bateu para o gol, porém Bruno executou uma grande defesa.

Elkeson quase empatou. Depois de receber um cruzamento da ponta esquerda, o camisa 9 do Fogão subiu livre e testou para o gol, mas novamente Bruno apareceu bem para evitar o gol. O lateral Márcio Azevedo levava muito perigo à defesa palestrina. Passando bem pelas costas de Artur e acertando bons cruzamentos, o camisa meia dúzia acabou se envolvendo em uma dividida e saiu de campo com uma lesão nas costas. Se Márcio Azevedo era um dos destaques, Fabio Ferreira estava sendo muito vaiado pela torcida. Quando o zagueiro teve a chance de se redimir, o dono do visual mais extravagante do jogo acabou finalizando pra fora, levando muito perigo ao gol de Bruno.

Aos seis minutos, Seedorf bateu falta para a entrada da área, Bruno saiu bem e armou um contra-ataque rápido com Fernandinho. O camisa 23 tocou para Juninho, que não teve o controle e acabou desperdiçando a chance ampliar o placar. Buscando bastante o jogo e se movimentando muito, Elkeson cruzou da direita para Fellype Gabriel, mas, na hora do cabeceio, Leandro Amaro subiu junto com ele para fazer o corte. Seedorf carregava a marcação do lateral Artur para o meio e, em um passe maravilhoso, o holandês encontrou Lima livre pela esquerda. O lateral cruzou para Andrezinho, que escorou de primeira para empatar a partida.

A defesa palmeirense quase se complicou sozinha. Depois de um cruzamento da direita, Artur subiu para fazer o corte, mas a bola bateu em Leandro Amaro e quase sobrou para Seedorf. Por sorte, Bruno estava atento e ficou com a bola. Aos 27, Fernandinho deu uma caneta em Lennon e tocou no meio da área para Barcos. O atacante do Verdão estava totalmente livre e só deixou o pé para colocar o Palmeiras novamente na frente do marcador. Em um vacilo da defesa botafoguense, Patrik tocou para Barcos. O Pirata invadiu a área, deixou o arqueiro Jefferson a ver navios e mandou por cobertura, marcando o gol mais bonito da partida, porém, o bandeirinha assinalou impedimento de forma extremamente equivocada. No último lance do jogo, Andrezinho recebeu na entrada da área e bateu de primeira, a bola tocou no pé da trave esquerda de Bruno e ficou fazendo barulho até o apito final do arbitro.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1 X 2 PALMEIRAS

Local: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 8/8/2012, às 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (FIFA-AL)
Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Antônio Guimarães Lugo (MS)

Gols: Barcos 14′ 1º/T (0 a 1), Andrezinho 12′ 2º/T (1 a 1), Barcos 27′ 2º/T (1 a 2)
Cartões amarelos:
Renda e público: Público: 3.550 pagantes / 5.083 presentes Renda: R$ 102.755,00

BOTAFOGO: Jefferson; Lennon (Rafael Marques 32′ 2º/T), Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo (Lima 29′ 1º/T); Jadson, Renato, Fellype Gabriel (Fellype Gabriel 20′ 2º/T), Andrezinho e Seedorf; Elkeson. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

PALMEIRAS: Bruno; Artur, Maurício Ramos, Leandro Amaro e Juninho; Henrique, Marcos Assunção e Patrik (Betinho 38′ 2º/T); Fernandinho, Obina (Daniel Carvalho 17′ 2º/T) e Barcos. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: